Calendário Maia – Calendário da Paz


calendario-maia.jpg

Ano Mago Lunar Branco

Fiz um curso de final de semana com Vandir Natal Casagrande, Editor do Calendário da Paz, curso que propiciou um desvendar fantástico, estamos vivendo em um calendário que não condiz com a nossa realidade terrestre, por isso estamos em um mundo de guerras e destruições.

Segue básicas informações sobre o assunto que é complexo, já praticando o calendário diário encontrada no http://www.calendariodapaz.com.br/, a energia correta começará a atuar em sua vida.

Bons estudos!!

Sorte Sempre!!

Karin Klemm

 

O CALENDÁRIO DA PAZ

 

O Novo Tempo: Conceitos Básicos

O Calendário da Paz

Este é o calendário do Novo Tempo, também conhecido como o “Calendário da Paz”. É um calendário galáctico para toda a humanidade. Trata-se do instrumento para a sincronização galáctica do ser humano na sua freqüência natural conhecida como 13:20.

Ele é assim denominado porque, se você o seguir regularmente, pouco a pouco irá entrando em um processo de sincronicidade. A conseqüência será que, com certeza, você passará a estar, com muito mais freqüência, no lugar certo, na hora certa, encontrando a pessoa certa e fazendo a coisa certa. E nem precisará de relógio para isso, pois o relógio biológico que existe em você, começará a funcionar.

A harmonia se instalará em sua vida e a paz, que sempre começa com cada um de nós, será uma realidade para você e contagiará outros. Pode ter certeza de que funciona. É só experimentar.

Vamos Sair da Freqüência Errada 12:60

É nesta freqüência, que é uma freqüência artificial do tempo, que está vivendo o ser humano.

Ela é produzida pelo calendário gregoriano que nos rege em nosso dia a dia e que tem 12 meses irregulares, com números diferentes de dias nos meses (como 28, 29, 30 e 31, que não representam os ciclos naturais) e pelo relógio mecânico, agora digital, que nos mantêm prisioneiros na terceira dimensão, marcando horas de 60 minutos.

Estes foram os ingredientes que nos tiraram da nossa freqüência natural (que é 13:20 e não 12:60), após tantos anos de utilização dos mesmos.

A conseqüência, para o ser humano, de viver fora da sua freqüência natural, é que somos os únicos seres do planeta que precisamos pagar para nascer, pagar para viver e pagar para morrer, o que não acontece com as demais espécies.

Com isso criamos uma sociedade completamente materialista, dominada pelo dinheiro, pelas máquinas, pelas bolsas de comércio e outras, e somos nós que estamos provocando todos os tipos de desequilíbrios existentes, como guerras absurdas; contaminação atmosférica criminosa; produção de armas e bombas destrutivas para matar nossos próprios irmãos; desigualdades sociais gritantes; utilização de drogas que causam dependência física e psíquica; consumismo absurdo, com desperdício criminoso de recursos naturais; construção de cidades gigantescas, que se tornam cada vez mais inabitáveis e todos os demais problemas que conhecemos.

A propósito de cidades gigantescas, vejam o exemplo de São Paulo, onde existem mais de oito milhões de habitantes e transitam por suas ruas e avenidas em torno de quatro milhões e duzentos mil veículos, ou seja, mais ou menos um veículo para cada dois habitantes. E observem a que ponto chega a nossa insensatez: as ruas já estão abarrotadas de automóveis e não há mais espaços a serem aproveitados para aumentar a área de circulação. Apesar disso, diariamente, estamos colocando mais centenas e centenas de novos automóveis para circularem pelos espaços existentes e já congestionados.

Não bastasse toda essa irracionalidade, imaginem quantas milhares de toneladas de monóxido de carbono, gás mortífero, estamos atirando diariamente na atmosfera!

Freqüência Natural 13:20

A freqüência 13:20 é a freqüência natural para todos os seres de todos os pontos da galáxia, em que se vive em harmonia com a natureza e, por isso, nada lhes falta e não há desequilíbrio entre eles.

Ela é 13:20 porque é formada por ciclos naturais, sendo os dois principais o 13 e o 20, que representam os 13 tons galácticos da criação e as 20 freqüências solares, que são os 20 selos das 20 tribos solares. É preciso respeitar os ciclos naturais se quisermos viver em harmonia com a natureza e 13:20 é a nossa freqüência natural.

Um Calendário Diferente e Harmonioso

Ele é um calendário regular, harmonioso, que respeita os ciclos naturais. É formado por 13 períodos anuais, os quais, ao invés de meses, são chamados de luas, e todos eles tem 28 dias cada um, que é o ciclo biológico natural. O grande exemplo do ciclo biológico natural é o ciclo menstrual da mulher, que dura 28 dias. Este calendário respeita isso. Os nomes das treze luas são: Lua Magnética do Morcego, que vai de 26/7 a 22/08 do calendário gregoriano; Lua Lunar do Escorpião, que vai de 23/08 a 19/09 do calendário gregoriano; Lua Elétrica do Veado, que vai de 20/09 a 17/10 do calendário gregoriano; Lua Auto-Existente da Coruja, que vai de 18/10 a 14/11 do calendário gregoriano: Lua Harmônica do Pavão, que vai de 15/11 a 12/12 do calendário gregoriano; Lua Rítmica do Lagarto, que vai de 13/12 a 09/01 do calendário gregoriano; Lua Ressonante do Macaco, que vai de 10/01 a 06/02 do calendário gregoriano; Lua Galáctica do Falcão, que vai de 07/02 a 06/03 do calendário gregoriano; Lua Solar do Jaguar, que vai de 07/03 a 03/04 do calendário gregoriano; Lua Planetária do Cachorro, que vai de 04/04 a 01/05 do calendário gregoriano; Lua Espectral da Serpente, que vai de 02/05 a 29/05 do calendário gregoriano; Lua Cristal do Coelho, que vai de 30/05 a 26/06 do calendário gregoriano, e Lua Cósmica da Tartaruga, que vai de 27/06 a 24/07 do calendário gregoriano.

Os Dois Aspectos do Tempo

Neste calendário estão os dois aspectos do tempo: o físico ou material e o espiritual.

Aspecto físico: são os dias da semana e os dias de cada lua. Aspecto espiritual: são as energias solares e galácticas que se fazem presentes a cada dia, formadas por cinco dos 20 selos solares e por um dos 13 tons galácticos.

Na página 36 você poderá visualizar os 20 selos solares e os 13 tons galácticos e conhecer as informações básicas de cada um, para ir familiarizando-se com eles.

Os Vinte Selos Solares são:

Dragão(1)

DRAGÃO VERMELHO

Vento(2)

VENTO BRANCO

Noite(3)

NOITE AZUL

Semente(4)

SEMENTE AMARELA

Serpente(5)

SERPENTE VERMELHA

Enlaçador de Mundos(6)

ENLAÇADOR DE MUNDOS BRANCO

Mão(7)

MÃO AZUL

Estrela(8)

ESTRELA AMARELA

Lua(9)

LUA VERMELHA

Cachorro(10)

CACHORRO BRANCO

Macaco(11)

MACACO AZUL

Humano(12)

HUMANO AMARELO

Caminhante do Céu(13)

CAMINHANTE DO CÉU VERMELHO

Mago(14)

MAGO BRANCO

Águia(15)

ÁGUIA AZUL

Guerreiro(16)

GUERREIRO AMARELO

Terra(17)

TERRA VERMELHA

Espelho(18)

ESPELHO BRANCO

Tormenta(19)

TORMENTA AZUL

Sol(20)

SOL AMARELO

Eles sempre aparecem nesta ordem no calendário, de Dragão a Sol, na seqüência acima e sempre se repetem sucessivamente.

Os Treze Tons Galácticos São:

Magnético (), Lunas (), Elétrico (), Auto-Existente (), Harmônico (), Rítmico (), Ressonante (), Galáctico (), Solar (), Planetário (), Espectral (), Cristal () e Cósmico ().

Eles também obedecem a esta ordem no calendário, sempre de 1 a 13 e se repetem sucessivamente.

No quadro de cada dia das treze luas do calendário você vai encontrar um selo grande com um dos treze tons acima dele. Os selo e o tom formam o umbral ou assinatura galáctica do dia, que é a energia solar associada à energia galáctica, que se encontram presentes naquele dia. É o aspecto espiritual do tempo. Ao lado do selo grande, à sua direita, há um selo menor, que é o poder de guia do dia, representando a energia guia para o dia. Os dois são sempre da mesma cor.

Ao lado do selo grande, à sua direita, estará a palavra Kin, seguida de um número – de 1 a 260 -, que será sempre uma das 260 “chaves” da associação dos 13 tons com os 20 selos, formando o que é conhecido como a freqüência natural do ser humano: 13:20.

No mesmo quadro do dia, abaixo, você vai encontrar o que é conhecido como o “oráculo do dia”, uma figura em forma de cruz com cinco dos vinte selos solares. O selo que aparece ao centro, em tal figura, é o selo do umbral ou assinatura galáctica do dia: é a repetição do selo grande do dia, que está na parte superior do quadro do dia. O que está acima do selo do oráculo é o poder de guia do dia, que também aparece na parte superior do quadro do dia. O que está à esquerda é o poder antípoda do dia. O selo abaixo é o poder oculto e o que está à direita é o poder análogo do dia.

É importante visualizar diariamente a figura do oráculo de cada dia, pois ela representa as energias completas que se manifestam naquele dia, sendo que o selo do UMBRAL OU ASSINATURA GALÁCTICA, que é o selo central do oráculo, traz a energia solar mais importante presente naquele dia, que você deve assessar. O ANTÍPODA é o selo que destaca o desafio, fortalecendo a reconstrução da memória. (O antípoda se opõe e desafia para fortalecer a memória da gênese). O ANÁLOGO é o poder de mentes gêmeas, do par planetário solar galáctico. Eles vão juntos e dão reforço. São seres que têm afinidade entre si e que se ajudam reciprocamente. O OCULTO representa fatores inesperados e escondidos. O PODER DE GUIA representa o resultado favorecido pela dominação cromática de uma cor. O selo guia é sempre da mesma cor do selo do umbral galáctico. É coerente com o que o nome indica, pois é como uma lâmpada que ilumina o caminho e, portanto, um guia.

O kin do dia, que você deve ler e meditar diariamente, contém uma síntese do que representam o selo e o tom do umbral ou assinatura galáctica e do selo do poder de guia do dia.

Para formar o texto completo do kin do dia você encontra as instruções na página 36 do calendário ou, se preferir, leia-o nas páginas de 48 a 59, nas quais estão os textos completos dos 260 kins.

Mais informações e pormenores sobre o oráculo de cada dia você encontra no texto do nosso companheiro Randy Bruner, que trata especificamente do assunto.

É importante visualizar o quadro de cada dia das treze luas do calendário, dia por dia, contemplando os selos e o tom que se encontram presentes, informando-se sobre o que cada um representa, e também é preciso ler e refletir sobre o texto do kin do dia, pois é assim que você acessa o fluxo natural do tempo quadridimensional, a quarta dimensão, e entra na sincronicidade.

Em alguns quadros de determinados dias das treze luas, você vai encontrar além dos elementos já descritos, algumas variações. Por exemplo, sempre que você encontrar um asterisco (*), quer dizer que aquele é um dia “portal de ativação galáctica” e significa que naquele dia todas as dimensões estão alinhadas, como se houvesse uma passagem entre elas. São dias muito especiais, em que você tem a possibilidade de transitar por outras dimensões e poderá ter experiências muito interessantes. Fique bem atento nesses dias. São 52 dias portais de ativação galáctica em cada ciclo de 260 dias. Em tais dias, no texto do kin do dia, vai constar o seguinte acréscimo: “Sou um portal de ativação galáctica, entra por mim”.

Outra variação ocorre quando aparece no quadro do dia as letras “PV”. Está indicando que aquele é um dia Pacal Votan, no qual a energia do dia chega diretamente da tumba de Pacal Votan (1) e vem com força redobrada. Tais dias referem-se aos chamados treze sinais claros da profecia Telektonon (2) de Pacal Votan. (Observações importantes: 1ª PACAL VOTAN – líder maia que teve seu reinado em Palenque, no México, de 631 a 683 d.C. e deixou junto com seu corpo, em sua tumba, os hieróglifos sobre a Lei do Tempo, que foram decifrados pelo Dr. José Argüelles, com a ajuda de sua esposa Lloydine, mensageiros do novo tempo. 2ª TELEKTONON – é a profecia de Pacal Votan, que você deve conhecer. O texto da mesma está à página 66 do calendário. Dessa profecia, foi criado o Jogo da Profecia, a Revelação Divina do Tempo, que reúne todas as verdades proféticas dos últimos mensageiros do despertar: Buda, Cristo, Maomé e seus porta-vozes Padmasambava, São João de Pátmos e Quetzalcoatl.

A cada 4 dias você vai encontrar a palavra Harmônica, seguida de um número que vai de 1 a 65. Refere-se ao ciclo de tempo de 4 dias, que contém 1 selo de cada uma das quatro raças cósmicas raízes, sempre na ordem das cores (vermelha, branca, azul e amarela) e, acima de cada selo, um dos 13 tons galácticos, formando 4 kins. São 65 harmônicas x 4 = 260 kins, ou um ciclo galáctico de 260 dias.

A cada 13 dias, estará a palavra Onda Encantada, seguida de um número que vai de 1 a 20 e do nome da respectiva onda. Ao todo são 20 ondas encantadas, uma para cada selo. 20 ondas encantadas x 13 dias = 260. O ciclo de tempo de 13 dias, da Onda Encantada, é o módulo do tempo galáctico através do qual as 20 tribos solares se movem.

As treze articulações da onda encantada recapitulam os treze tons da criação. Estes treze tons da criação sincronizam as treze lunações do planeta Terra no calendário de treze luas. Desse modo, tudo pode ser criado e podemos afirmar: “Tempo é Arte”!

Cada onda encantada começa com um dos 20 selos solares tendo acima o tom magnético (), e termina com outro dos 20 selos, tendo acima o tom cósmico ( ), sempre na seqüência dos tons de 1 a 13. Nas páginas à esquerda das 13 luas do calendário, você encontra a figura da Onda Encantada, que contém os 13 tons na seqüência de 1 a 13.

O ciclo da onda encantada que tem a duração de 13, que pode ser 13 dias, 13 luas, 13 anos, etc é um dos mais importantes ciclos da natureza e você poderá começar a seguí-lo e utilizá-lo para planejar ações em seu dia a dia. Proceda do seguinte modo: sempre que no quadrinho do dia, de cada lua do calendário, acima do selo grande aparecer o tom magnético

(), é porque está iniciando uma onda encantada, que vai durar 13 dias. Pois bem, você pode, em tal data, estabelecer metas a serem alcançadas, respondendo à pergunta: Qual é o meu propósito? Depois, você vai seguindo o ciclo da onda encantada, respondendo às perguntas de cada dia, que aparecem nos quadrinhos da onda encantada, na página do lado esquerdo de cada lua, observando o significado do tom do dia e também do selo do dia. É muito provável que você venha a ter agradáveis surpresas, pois de uma forma simples, você estará sincronizando-se com os ciclos naturais, voltando a viver novamente em harmonia com a natureza e aí vão acontecer coisas muito boas na sua vida. Experimente!

Uma das novidades deste ano é que os quadrinhos de cada dia das treze luas foram mudados e em seus lugarres aparecem agora os sete plasmas radiais, Dali, Seli, Gama, Kali, Alfa, Limi e Sílio, que substituem os nomes antigos dos dias da semana, Domingo, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta e Sábado. Há várias razões para isto e você encontra os esclarecimentos completos a respeito nas páginas do calendário.

Seguindo o calendário de 13 luas você também se tornará un kin planetário e participará da fantástica experiência de mudar a freqüência do nosso planeta, substituindo a freqüência atual, conhecida como 12:60, que é artificial, inarmônica e inadequada, pela freqüência correta, conhecida como 13:20, que é a freqüência natural do ser humano, de acordo com os ciclos da natureza.

Estas são as informações mais elementares para a utilização do calendário na sua vida diária, em um nível inicial, mas existem muitas outras formas de participação, que estão sendo explicadas nas páginas seguintes. Há muita coisa repetida nos textos que seguem, mas isso foi feito propositalmente, pois vai ajudá-lo a entender a importante mensagem que o calendário do novo tempo traz.

VANDIR NATAL CASAGRANDE
HUMANO HARMÔNICO AMARELO
(O EDITOR)

Os textos que se seguem nos foram cedidos por nosso companheiro Randy Bruner, Mão Cósmica Azul, dos Estados Unidos, que nos autorizou a utilizá-los. Todos eles ajudam no entendimento do novo calendário e das diferentes exercícios e meditações que podemos utilizar seguindo o seu conteúdo.

Um Novo Calendário para um Novo Milênio

Com a aproximação do novo milênio, torna-se mais intensa a discussão sobre o “fim do mundo”. Este fato é citado por muitos profetas, em profecias antigas. O “fim do mundo” é uma má interpretação do que foi previsto por aqueles profetas. Na verdade eles estavam referindo-se ao “fim do tempo”, o fim do velho tempo de guerras, separações, desarmonias e medo.

O paradigma corrente embasa-se na utilização de um calendário absolutamente errado, que foi arbitrariamente criado pelo imperador romano Júlio César, em um esforço para dominar o mundo, fazendo com que as pessoas ficassem alheias ao Espírito, à Terra, à Natureza e a elas mesmas. Tal fato criou o paradigma atual de separação e medo. E o mesmo calendário foi reformulado, também de forma arbitrária, em 1582, pelo papa Gregório XIII, permanecendo com inúmeros erros.

Pode haver algum espanto ou dúvida com relação aos resultados infrutíferos que se tem observado, na busca da paz, no ambiente global do nosso planeta, cujo calendário foi projetado para conquistar o mundo? Claro que não, pois esse é o efeito da pretensão de tal conquista.

O Dr. José Argüelles e sua esposa Lloydine (hoje conhecidos mundialmente como Valum Votan e Bolon Ik), desenvolveram um trabalho exaustivo na investigação do erro que há no calendário que utilizamos, resultando na descoberta da “Lei do Tempo”. Foi através do entendimento da natureza do tempo que eles deram início ao Plano de Paz do Calendário de 13 luas. Eles concluiram que, através da compreensão do tempo natural, nós podemos retornar a uma existência que é espiritual na natureza. Eles preparam o caminho para um novo paradigma de amor e igualdade. Este calendário é o veículo que possibilita essa transformação e é inteiramente baseado em informações providas pelos Argüelles.

Examinemos o calendário que é utilizado atualmente pela maioria das pessoas, denominado “calendário gregoriano”, para verificarmos o quanto ele é incorreto. Inicialmente, existem meses de tamanhos diferentes, ou seja, com 28, com 29, com 30 e com 31 dias. Um calendário é um instrumento de medida do tempo. Imagine o seguinte: se alguém lhe der uma régua e as medidas na escala forem de diferentes tamanhos, você poderia utilizar tal instrumento como um confiável padrão de medida? Claro que não!

Quantas pessoas podem atualmente lembrar-se, com certeza, de quantos dias tem cada mês? Isso constantemente causa-nos um retrocesso aos níveis mais baixos de consciência, o que ocorre sempre que pensamos sobre o tempo.

Outro ponto a ser examinado: os nomes dos meses, Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro. São palavras de origem romana e os mesmos referem-se ao 7º, 8º, 9º e 10º meses. Mas na verdade eles o são? Claro que não, pois setembro é o mês 9; outubro é o mês 10; novembro é o mês 11 e dezembro é o mês 12.

Julho e Agosto, são ambos nomeados após César. O início do ano foi arbitrariamente escolhido por César e o 1º mês, Janeiro é assim denominado em homenagem ao Deus romano da guerra: Janus. Cerca de 2000 anos depois, por que motivo ainda estamos glorificando os conquistadores romanos e dando-lhes tantos tributos através do uso de um calendário incorreto?

Quando nós nascemos ninguém nos pergunta sobre qual o calendário que deveremos usar. Nós simplesmente recebemos um calendário que nos foi imposto por nossos antepassados. O tempo é um conceito mental e um ritmo natural simultaneamente. Nós, como uma cultura de paz, podemos escolher mudar o tempo para um calendário em sincronicidade com a natureza e com o espírito, implementando um novo paradigma de paz para o mundo.

O princípio básico da Lei do Tempo é embasado na certeza de que “o tempo é a 4ª dimensão”. Este fato foi também descoberto por Einstein. Entretanto, ele não foi capaz de expandir essa assertiva.

O tempo, como 4ª dimensão, é a conexão entre o domínio físico da 3ª dimensão e o domínio espiritual da 5ª dimensão. No entanto, o tempo tem ambos os aspectos: físico e espiritual. O atual calendário de 12 meses não possui, em absoluto, nenhum aspecto espiritual e o seu aspecto físico é incorreto. Os maias antigos eram mestres do tempo. Seu sistema de calendários permanece como a mais exata medida de tempo jamais inventada.

A antiga cultura maia vivenciava o tempo tanto sob o aspecto físico quanto sob o aspecto espiritual. Sua compreensão do tempo ultrapassava qualquer entendimento que temos atualmente. Este calendário é baseado na percepção do tempo assimilada pelos Argüelles em razão de seus estudos sobre os antigos Maias. Cabe ressaltar, no entanto, que este não é o calendário maia. Nem tampouco constitui-se numa tentativa de reviver a cultura maia. De acordo com o Dr. Argüelles, este calendário constitui-se na “nova dispensação do tempo”. Portanto, trata-se de um calendário galáctico, para toda a humanidade, que serve para a sincronização dos seres humanos no tempo natural.

Tempo Natural

O tempo natural é um aspecto da existência que é prontamente observável por todos aqueles que prestarem atenção. Ele é encontrado dentro dos ciclos da natureza. Os ciclos do tempo natural continuam transcorrendo interminavelmente. Tudo o que precisamos fazer é nos sintonizarmos com os ciclos e seguirmos com eles.

Os ciclos naturais do tempo são:

O DIA – A Terra gira em torno do seu eixo para criar o dia e a noite. A lua gira em torno da Terra através de suas fases cíclicas. Este aspecto varia entre os tempos aparente e atual, de 27 e 29 dias. Portanto, o período adotado para o ciclo lunar é de 28 dias.

O ANO – A Terra gira em torno do Sol em 365 dias. Quando você divide o ano pelo número de luas, você obtém 13 luas de 28 dias cada, mais um dia extra. Cada lua constitui-se em 4 semanas perfeitas de 7 dias cada uma. Cada ano tem 52 semanas perfeitas. Cada lua e cada ano começam em um domingo e terminam em um sábado. Estes são os ciclos que governam os aspectos físicos da vida.

Para encontrar os aspectos espirituais do tempo, devemos considerar o firmamento. A “estrela” mais brilhante no céu, não é uma estrela, mas sim o planeta Vênus, que possui um ciclo de 260 dias. Os antigos maias se referiam a este ciclo de Vênus como o Tzolkin ou o Calendário Sagrado. De conformidade com eles, o Tzolkin é constituído de pequenos ciclos de 13 e 20 dias cada um, formando um ciclo de 260 dias. Este é, também, um ciclo repetitivo. Atualmente, a estrela mais brilhante no céu é a estrela SIRIUS. Da perspectiva da Terra, o Sol parece mover-se através do céu contra a formação de estrelas. Quando o Sol nasce com a estrela Sirius, inicia-se o ciclo do ano. Este dia corresponde ao dia 26 de julho no corrente calendário. Portanto, o início deste calendário está relacionado com esse evento cósmico.

Nossos corpos são também codificados com os ciclos naturais do tempo. Homens e mulheres são reciclados a cada 28 dias por um ciclo denominado bioritmo. Nós possuímos 13 juntas em nossos corpos, que nos proporcionam o movimento, e 20 dedos nas mãos e nos pés. Nós somos a personificação do sagrado tempo natural.

Texto retirado site- www.calendariodapaz.com.br

About these ads

15 pensamentos sobre “Calendário Maia – Calendário da Paz

  1. sou facinado pelos misterios do céu,fiquei encantado com essa materia…gostaria de saber se existe alguem ai que tenha msn ,pra poder tirar umas duvidas,nunca consigo identificar as constelaçoes gostaria de obter informaçoes de pessoa pra pessoa,porque por mapas e diagramas que recebo,nao consigo localizar…parece atq que as pessoas inventam que tao vendo estrelas no formato de escorpiao,urso e tal mas nao vejo nada quer dizer…vejo sim e dou varias formas ,como quem olha pras nuvens e diz to vendo uma “coelho”,to vendo uma “arvore”…vejo um “Leao” queria conhecer as estrelas e saber identificar as contelaçoes.

    abraço

    fico online o dia todo nesse msn expresso_tintas@hotmail.com

  2. Olá Dra. Karin!

    Gostaria de saber se com a compra do calendário da paz eu consigo entender melhor meu kin e o que significa tudo.
    Todo ano eu devo comprar o calendário da paz? Somente pelo site http://www.calendariodapaz.com.br eu consigo comprar ou vende em alguma livraria?
    Agradeço desde já!
    Até breve, Lígia!

  3. Olá Lígia,

    Sim! A agenda do calendário da paz é feita por eles e comprada diretamente no site deles (lá eu faço as programações) tem os Kins de cada dia, e as explicações, mas não é vendido em lugar algum, apenas por eles, tenho a minha e todos que tem não abrem mão, é muito legal.
    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  4. Ola, parabéns pelo site. Eu gostaria que vc respondesse uma pergunta. Se eu tenho um kin 180 e meu oculto é oDragão vermelho e outra pessoa tem como o seu kin o meu oculto, significa o que? Obrigada pela atenção. Vou abusar , e como saber se outros combinam comigo? Abraços de luz…

  5. Bom dia alegria!
    Ola, eu sou o vento ritmico, venho por este meio pedir mais informações de como eu posso ter o curso do calendario maia… eu estou em portugal, aqui existem organizações tambem mas n sei como realizar o estudo do calendario sem que cobrem dinheiro em troca…oh. gostava muito de poder ter uma resposta:) um grande abraço. in’lakech. :)

  6. Namastê!
    A cada dia passo mais tempo lendo a respeito dos Maias e sobre o calendário. Sei que a sociedade passa por dificuldades, conflitos, desarmonias e desconforto. Isso vem acontecendo no aspecto governamental como nas famílias. Esses mecanismos sociais estão em conflito e do jeito que está não deve perdurar por muito tempo. Assim, eu gostaria muito que você pudesse me informar sobre alguns acontecimentos ligados para esse ano de 2008. Alguma previsão global, pois não possuo tais informações no momento. Esses simbolos são muito familiares, sempre que estou a observá-los a minha consciência sente um certo despertar.

    Um forte abraço

  7. Dra. Karin

    Vale elucidar que o movimento do Calendario da Paz NÃO usa as datas reais do Calendario Maia. Eles próprios já publicaram isso, esse é um movimento do sr. Arguelles cuja motivação não me cabe questionar aqui, mas é público que as datas não correspondem ao calendario que até hoje é usado pelos maias remanescentes, também conhecido como Contagem Longa. Ou seja, o seu kin de nascimento pela contagem longa é um e pelo CDP é outro.

  8. Olá Maristela,
    Pedi ajuda ao Vandir (Editor do calendário).
    Segue explicação:

    QUANTO À QUESTÃO FORMULADA, A RESPOSTA É A SEGUINTE:

    O Calendário de 13 Luas de 28 Dias, também conhecido como “Calendário da Paz”, é uma nova dispensação de tempo para toda a Humanidade. Não é o calendário Maia. Os maias tinham e usavam em torno de 20 calendários. Para diferentes situações, eles utilizavam diferentes calendários. Nós nunca dissemos que o calendário de 13 luas de 28 dias é o calendário maia, embora todo mundo que é mal informado, diga isso e cause muita confusão. O que ocorre é que no Calendário de 13 Luas de 28 Dias está presente o TZOLKIN, que era o Calendário Sagrado dos Maias. Daí a confusão. O Tzolkin, na verdade, é o Módulo Harmônico, a freqüência natural do ser humano, que é 13:20 e não 12:60 como a que utilizamos aqui na Terra. A freqüência 13:20 é representada pelos selos e tons galácticos. São 13 tons galácticos e 20 selos, por isso que é 13:20. É o aspecto energético ou espiritual do tempo. A freqüência 13:20 é universal. Ela existe em todos os planetas que estão conectados com o restante da galáxia. Ela só não existe nos planetas desconectados, como a Terra. Aqui a freqüência, como eu já disse, é 12:60, que é a freqüência da desarmonia, das guerras, do materialismo, da contaminação da biosfera.
    O trabalho que estamos fazendo é muito sério, é planetário, em favor da Terra e da Humanidade. É verdadeiro e não dá para perder tempo discutindo racionalmente com aventureiros que não se deram ainda ao trabalho de experimentarem viver na freqüência natural e que ficam falando um monte de asneiras sem saber o que estão falando, só porque ouviu algum boboca que se julga muito sábio falando algumas palavras aparentemente bonitas. Por isso que não temos nenhum interesse em alimentar polêmica, que não ajuda em nada e só prejudica. Queremos utilizar nossa energia para coisas mais elevadas. Seguimos o calendário de 13 luas de 28 dias, o Calendário da Paz, religiosamente e ele funciona efetivamente. É um instrumento para a sincronização galáctica da Terra e da Humanidade e quem o utiliza constata no seu dia-a-dia que ele realmente funciona. Quanto à informação sobre a contagem longa, veja que na agenda deste ano ela foi incluída e, no site do calendário, tem um extenso texto falando sobre a referida contagem.

  9. boa tarde a vcs.. primeiro parabens pelo sit ,e uma ferramenta muito importante pra nos ispiritas… gostaria de saber qual eh meu kim ?? sou de leao, minha data eh (05/08/81) muito brigado pela atençao! ate..

  10. Olá! Paz para todos!

    Gostaria de me apresentar a este grupo, sou da cidade de São Vicente/SP.
    Há cerca de um mês, enviei à um site do calendário maia, uma visão que tive e eles entraram em contato comigo através da sintonia da Rádio Saudade FM 100,7, de Santos/SP.
    Estou como num sistema de aprendizado de percepções emitidas através da rádio.
    Estou desenvolvendo algumas habilidades que são inerentes a mim.
    Sou o Kin 242 – Vento Galáctico Branco.
    Minha data de nascimento é: 18/08/1964.
    Eu sou o Cálice das Galáxias Giratórias. O Graal.
    Gostaria de saber a quem devo me apresentar ou entrar em contato, pois até agora não me apresentaram para ninguém, mas já me fotografaram e enviaram via satélite, segundo eles para o mundo inteiro. Presenciei as fotos sendo enviadas através de uma antena.
    Eles também olharam no fundo dos meus olhos, mãos e pés e confirmaram.
    Agradeço e aguardo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s