Síndrome do Pânico…


PânicoQuando estive pensando em escrever um breve relato sobre Sindrôme do Pânico ou Sindrome de Ansiedade, pensei em ralatar de forma sucinta para melhor entendimento.

Existe uma grande quantidade de pacientes chegando ao meu consultório com crises fortes de ansiedade, as vezes uma demora grande a buscar terapia, o que piora o prognóstico.

Começei a pensar…o que poderia estar gerando tantas pessoas em sofriemento por ansiedade.

Sendo assim venho a esclarecer pontos sutis que podem vir a determinar um crise de ansiedade, que por vezes passa desapercebida, e pode ser tratada muito bem logo de início, evitando sofrimento do paciente e livrando de uma complicação maior nos sintomas.

Uma vida agitada, cheia de stress todos os dias, afazeres mil, planos, metas, trabalho…tudo junto e com exigências de rapidez em tudo. Resultado é a pessoa cada dia mais cansada, sobrecarregada e acima de tudo, pensando duas mil coisas ao mesmo tempo, sem ter uma parada se quer para pensar em si próprio ou fazer alguma atividade prazerosa.

Diante de tantas informações, reponsabilidades e stress diário, mais a propensão genética o desencadear de uma crise de pânico se torna provável.

Venho relatar os sintomas que por vezes iniciam desapercebidos, e quando já precebidos causam transtorno na vida familiar, profissional e em todos os demais afazeres cotidianos.

Muitas vezes inicia por pensamentos de morte (familiar ou própria) onde a pessoa sente grandes desconfortos nesses pensamentos e a pergunta ” de onde está vindo”? Vem de dentro de seu organismo, com  agitação todos os hormônios em principal a quantidade de adrenalina no sangue faz com que a pessoa permaneça em estado de alerta o tempo todo ( sensações que algo ruim irá acontecer) ou que irá ter uma parada cardiaca a qualque momento. Tudo isso pelo excesso de adrenalina que nos faz ficar em estado de alerta constante ( luta e fuga).

Mas fugir do que? e pra onde?

Medo de morrer a qualquer momento….mas por que?

Tudo se resume que o corpo entra em estado de alerta constante. Assim o medo de sair de casa começa, sair para o trabalho e uma tendência a clausura domiciliar, que se não tratada permanece por muito tempo, quanto mais o tempo  estender, é inevitável acabar em medicamentos que controlem as crises mais a terapia.

Cito aqui os principais sintomas, esses que devem ser atentados desde o início.

– Primeira crise em geral  por que o paciente procura um médico e não tarepia e um psiquiatra (por algum desconforto físico, taquicardia por exemplo.

-Outras crises se dão por medo de sair de ônibus, casa, metrôs, avião), outras de não conseguir fazer compras, ir ao Shopping, frequentar lugares agitados e fechados (cinemas, teatros, espetáculos musicais).

-Não confundir a doença com hipertireoidismo.

-Ansiedade, taquicardia, irritabilidade, sudorese, dispnéia, palpitações,  e medo sem causa, medo de mortes de familiares ou a própria, falta de ar, tremores entre outros.

Todos esses sintomas pioram com os pensamentos cristalizados (duros em relação aos problemas e a visão do paciente sobre si).

Em terapia o trabalho será o de estabilizar as emoções e descobrir quais cadeias de pensamentos estão disparando as crises.  E uma série de métodos que em conjunto com medicamentos adequados (se necessários) ajudarão a ter uma qualidade de vida boa… onde tudo quando passar, só restarão a sensação de “que bom” o sofrimento chega ao fim.

Não demore nunca a buscar ajuda de um terapêuta, a ciência está ai…para ajudar a todos, sem preconceitos.

Muita sorte sempre, pense que você é sempre capaz, que seus pensamentos no presente dirão o teu dia de amanha.

Sorte!!!!Em tudo!!! Sempre.

Anúncios

66 pensamentos sobre “Síndrome do Pânico…

  1. ola doutora. muito obrigado pela ajuda. estava com sindrome do panico a algum tempo e isto estava desviando a minha atenção das metas que eu quero atingir. conheci a lei da atração e me senti como se estivesse abrindo a caixa de pandora, porem, agora livre, posso sentir que só atraio coisas boas. sua ajuda é valiosa. muito obrigado.

  2. tenho ou nao? pois tenho muitos traumas principalmente quando adquri a tao da hernia de disco na academia,tenho muito medo de ter outras e to sofrendo com minha sexualidade tbm pois sou homossexual,traumas que tao me detonando posso pedir ajuda?obg.

  3. Ola Dra. tenho sofrido com transtorno do panico e nos momentos de crise não sei como fazer para ficar mais calma e tentar fazer com que ela vá embora mais rápido. Vc me sugeriria algo?

    obrigada

  4. Renata,
    O Pânico não pode ficar sem tratamento psicológico, e necessita de medicamentos por vezes para conter as crises.
    Além disso aconselho também as terapias alternativas, como florais, tenho muito sucesso com meus pacientes que utilizam.
    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  5. ola doutora,tenho sofrido transtornos semelhantes ao sitado em sua materia,
    mais a unica diferença e que nao sinto esse medo
    mais sinto um desconforto horrivel,ja tratei com psiqiatras,da minha cidade (no interior).e eles nao saben o que eu tenho.ja tomei.pmelor,rivotril.e varios outros remedios ,mas de nada valerao.
    quando tenhoessas crisses quase morro.me da uma vontade de fujir,eficr junto ao mesmo tempo,comeco a chorar,minha pupila dilata piorando ainda mais a cituacao.todos me olham e dizem que estou bem ,mas so eu sei que minha cabeca esta a mil por hora,olha vi uma materia na internet que diz que isso e causado por essexo de adrenalina.depressao,ansiedade,sindrome do panico,e varias outras explicassoens,
    foi muito dificil pra min escrever para vc estou desesperado.por favor me ajude ten hora que o desespero e tanto que quase suicido,mais eu nao conssigo.olha sera que isso pode ser exesso de adrenlina?
    envie a respostapara min por imail(danone62@hotmail.com)o mais rapido possivel,pois nao sei quanto tempo mais vou aguentar.
    obrigado.nao esquesse de min ao ta

  6. ola Karin Klem, meu nome é Marluce, moro em Recife e venho sofrendo muito com depressão ansiedade e sindrome do pânico. a minha ressão arterial por muitas vezers chega a subei quando me dar aquele enorme medo de passar mal. Não entendo o por que que issso só me ataca mas na parte da manhã. Quando começoi a lavar um prato ou mesmo fazr outro movimento é como se eu não suportasse sentir o meu coração bater mais forte que tenho panico e tudo começa por aí. Sinto tambném um nervoso encontrolável e ficop desesperada. a minha cabeça perde os sentidos, chego a não me sentir, e só peço que o meu esposo me ajudo que eu não sei mais o que fazer. Tenho 2 filhos, um de 15 anos e outra se 10 anos. Já cheguei a perder um emprego, aliáis foi nesse emprego que as crises aumentarão. Me ajude de alguma forma que eu possa encontrar uma saída ou mesmo uma terapia. Só quero poder ser mais forte que todos esses pensamentos ruins.

  7. Marluce,
    Esse sintoma que está é muito típico da Sindrôme do Pânico, você precisa urgente de terapia e um médico, pois esse irá lhe passar medicamentos adequados para o alívio total das suas crises e sua vida voltar ao normal. A aceleração cardiaca provém do excesso de adrenalina desnecessário que está na corrente sanguinea, mas isso pode passar.
    Faça terapia, procure o médico e também faça alguma das terapias alternativas como florais que juntas lhe tirarão disso mais rápido.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  8. Boa Noite Dra.
    O meu nome é Filipa e sou portuguesa.
    Andei a pesquisar na internet sobre o sindrome de pânico
    E achei o seu site muito interessante e adorei as suas palavras.
    Há um ano para cá que me aconteceu um episódio embaraçoso no trabalho e que desde ai se tem agravado cada vez mais.
    Eu sempre fui muito ansiosa desde criança. Já na escola se uma professora me fazia uma pergunta ficava logo ansiosa. e o meu pior sintoma da ansiedade é a transpiração.
    Eu penso que o facto de ter sido sempre muito ansiosa é derivado á minha estatura.Como sou muito pequena as pessoas gozavam na escola.E dai não gostar de estar ao pé de muitas pessoas.e o que me aconteceu no trabalho foi isso.
    Eu estava no sala de café com vários colegas meus e como fico logo ansiosa comecei a transpirar bastante, e só dei conta do mau cheiro quando uma colega disse que cheirava a suor e quando reparei era eu.fiquei logo em pânico fui logo á casa de banho tentar fazer alguma coisa e vesti um casaco de malha em pleno verão.
    A partir desse dia não consegui mais usar t-shirts de alças que ficava logo com medo de transpirar e os meus colegas gozavam comigo por estar de casaco de malha em pleno verão.
    A situação agravou-se de tal forma que me despedi, afastei-me dos meus amigos, não consigo estar perto das pessoas que começo com a crise de pânico só de pensar que vou começar a suar e que as pessoas vão sentir.Já tentei inumeros desodorantes e nada faz efeito.
    Eu já tinha crises devido á estatura e agora ganhei outra crise devido á transpiração.
    Estou desesperada não sei o que fazer pois assim que acordo começo logo a pensar que estou a transpirar.e últimamente tenho tido palpitações e as minhas mãos estão sempre a tremer.AJUDE-ME por favor!

  9. Querida Letícia,

    Não tenho dúvidas que precisa de um psicólogo(a) e um médico, e as terapias alternativas junto, os florais que mais são indicados, faça isso é logo estará muito bem.
    Espero notícias.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  10. Filipa,

    Aconselho para você um psicólogo, e sei que já existe uma operação simples para diminuir essa transpiração, mas acredito que se tratar sua ansiedade, prender a se amar a se gostar do jeito que você é, pois você é unica e especial e merece saber disso e se gostar. Sua qualidade de vida será maravilhosa, trate-se, vá ao psicólogo e ao médico cuidar da sua ansiedade, em pouco tempo sei que estará feliz onde quer que esteja.
    Cuide-se acima de qualquer coisa.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  11. Chamo-me” Lica”, tenho 29 anos e sofro de transtorno de pânico á mais de 6 anos.
    A primeira crise que tive, foi no shopping, senti-me tão mal que pensei que fosse desmaiar, foi horrível. Depois desse dia comecei a ter medo de estar sozinha, medo de desencadear mais crises, medo de morrer…. Decidi ir a um psiquiatra, ele deu – me soloft para tomar, andei drogada mais de 2 dias, não sabia qual era pior , tomar a medicação ou ter a crises. Com a continuação , a medicação começou a fazer efeito, e comecei a sentir-me melhor. Já tomava a medicação á relativamente á uns meses, quando descobri que estava grávida, chorei da minha alma, alem de não tar á espera de ser mãe naquele momento, estava a tomar medicação comecei logo a pensar que poderia fazer mal ao bebé. Deixei logo de tomar a medição e de fumar , já que ia ser mãe queria que o meu bebé nascesse saudável. Tive uma gravidez santa e 1 filho lindo !!!!!!!!!!!!Graças a Deus tenho 1 rico filho, é tudo para mim, por ele luto todos os dias contra esta maldita doença……………..à dias que me apetece desistir , deixar lutar contra estas sensações , angustias , que me atormentam, mas não , não vou desistir, não só pelo meu filho mas também por mim e por todos aqueles que e amam. Passado uns meses do meu filho nascer, comecei a desencadear novas crises de pânico, pensava que nunca mais iria sofrer desta patologia, nunca tinha tido crises tão fortes, estava a enlouquecer. Durante 5 anos tomei paroxtina , não adiantou de nada, pois continuei com crises, não tão fortes, mas continuavam lá, a atormentar a minha vida, acondiciona-la, não ficava sozinha em casa, não andava sozinha na rua, não andava de comboio, não podia ir para muito longe de casa, com medo de novas crises. Decidi procurar um psicólogo, fiz 1 ano de psicoterapia, ajudou-me muito, mas não me curou……………………… aprendi a controlar a minhas crises, graça a Deus, mas as sensações de angustia , medo de enlouquecer, de morrer, que vou desmaiar, entre outras, essas não passaram, mas só o facto de não ir para ao hospital com crises acho que já é bom. Em Dezembro fiz o desmame da medicação, o que custou um bocadito, essa etapa já consegui ultrapassar . Neste momento tomo homeopatia e florais de bach, faço terapia sacrocraniana, e até já fiz Reiki. Estou me a dar bem, pelo menos não estou pior. Rezo todos os dias a Deus , para me ajudar a ultrapassar esta má fase da minha vida, só queria acabar de vez com estas sensações ,estes medos, estes pensamentos e voltar a ser a pessoa que era.

  12. Lica,

    Você fez tudo absolutamente correto, parabéns.
    Infelizmente “cura” depende do caso e dos tipos de crises, o que está fazendo como as terapias alternativas é totalmente válido, porém não pode deixar de fazer terapia (de preferência com alguém da área comportamental) e de ter seu psiquiatra (pois os medicamentos são fundamentais para as crises não voltarem).
    O acompanhamento médico é necessário e o psicológico também, pois uma determinada hora a crise irá parar e se caso ela quiser voltar, já sabe que tem que recorrer ao médico, as vezes as dosagens e o medicamento são acertados aos poucos de acordo com seu corpo.
    Faça Yoga, inicie-se em Reiki, tome os florais, mas não deixe a terapia e nem seu médico.
    Uma hora já terá controle sobre isso e saberá sentir em seu corpo.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  13. Ola, achava eu que “sofria ” deste trastorno, mas descobri esta semana que ainda sofro.
    estou em crise com medo de sentir o azul do céu derrepente escurecer, é aassim que sinto quando as sensações surgem.
    Tomava paroxetina mas engordei 2 kg mês, em 1 anos passei para 70 kg, reclamei ao médico que acabou por me receitar junto bupropirona que evitaria que elevasse o peso , não consegui me adaptar, achei que já estava melhor e cortei a medicaçao já a mais de 12 meses.
    derrepente começei a me sentir mal , desta vez juntos com as crises tenho disturbios intestinais tipo diarreia, no momento não tenho convenio médico, estou sem chão a unica coisa que posso fazer e recomeçar os florais pois não dependem de receita.. por que se tenho uma vida no momento feliz continuo em crise ???

  14. Doutora, fui a um neuro e a mesma me informo q tive um disturbio do panico, tive uma crise alergica e depois eu soube q nao tive edema de glote, porem mesmo depois de descoberto a alergia e tudo mais todo dia sinto como se minha garganta estivesse fechando, passei a usar rescue, melhorei hj nao me desespero quando sinto a falta de ar, mas sinto um incomodo intenso como se a amidala estivesse inchada, ou falta de ar como se estivesse colando ao respitar. A senhora me aconselha o uso de algum floral?
    obrigado

  15. todos os exames que fiz não acusaram nada, otorrino, gastro, cardiaco, pulmonar, todos estao otimos, falta um exame ainda que é o eletro q a neuro pediu. o gastro informa que estou com refluxo e isso causa as sensações a garganta, mas ja tenho quase 20 dias de remedio, não sinto a queimação do refluxo mais, unica coisa que continua sentindo é a sensação da garganta, as vezes acordo assustado, e raramente consigo parar de pensar na sensação da garganta, tem dias que fico muito tenso e nervoso.

  16. Faz tempo que sinto muitas coisas estranhas… começou com a falta de ar, medo de morrer, chorar, tremor, suor… agora mais que me aflige é medo de outras doenças… pensamentos estranhos, como medo de ventilador, medo de faca… aí cada pensamento doido… medo de enlouquecer… o que é isso?

  17. Durmo e acordo de madrugada e demoro muito para voltar dormir, pois fica os pensamentos ruins na minha cabeça, como medo, medo de outras doenças, li na internet sobre esquizofenia e surto… ai fiquei mais traumatizada com medo dessas doenças… por favor me ajude, quero a verdade? Obrigada.

  18. oi Karin
    A primeira vez que sentia algo estranho, foi logo após uma insônia, em que não dormi a noite toda…e quando levantei comecei a ter pensamentos de que iria enlouquecer por não ter dormido, tremedeira, formigamento das mãos e braços, frio na barriga (estômago), medo e pavor… Fui pra cama e comecei a rezar e tentar dormir. Qdo acordei tinha passado, mas agora tenho tido algumas vezes. O pior é que quando estou com alguém, eu não falo nada, porque não adianta, as pessoas não conseguem compreender, mas eu não consigo agir normal. Fico mais séria, quieta, não consigo conversar normalmente. Me retraio tentanto controlar o medo. O medo vem de qualquer coisa, noticia ruim na tv, lembranças ruins do passado ( principalmente), medo do futuro, etc…
    Fui no médico que me receitou um medicamento novo, mas depois de ler relatos de quem toma nã otive coragem e faz um mês que to tomando kava kava e erva de são joão. Melhorei um pouco, a kava kava realmente diminui a ansiedade, mas to pensando em aliar rescue e acumpuntura também, pq ainda tenho tido crises.
    O que mais posso fazer sem tomar remédio, e sendo que não tenho recurso para terapia? Ainda vou pesquisar se terei condições de fazer acumpuntura, pois nem sei o custo!
    obrigada
    abraços jasmim

  19. Olá doutora. tive 2 crises de pânico em um mês e resolvi ir a um psiquiatra. ele me receitou uns remédios antidepressivos q estavam me deixando muito mal.. como se eu estivesse drogada! me sentia zonza.. confusa… parei de tomar! ontem tive outra crise, e gostaria de saber se existe um tratamento sem o uso de medicamentos, pois nao quero mais usa-los, mas também nao quero mais ter crises… o tratamento é simples? já estou cansada de ir à médicos… se eu nao for, o q pode acontecer comigo, além dessas poucas crises por mês?

  20. Minha esposa de tempos em tempos qdo esta dormindo acorda com taquicardia e não consegue se controlar, as vezes entrando debaixo de agua fria, ou comigo acalmando ela, ela volta ao normal, isso pode ser considerado sindrome do panico ou seria uma doença relacionada ao sono? Obrigado pela ajuda

    • Mammoth,
      Me parece sim crise de ansiedade, mas ela deve ter mais sintomas, vá ao médico psiquiatra para a verificação e ver se necessário psicologo(a).
      Corra ao médico, esse quadro é de risco.
      Aguardo a melhora dela,
      Sorte Sempre!
      Karin Klemm

  21. Boas

    padeço desse transtorno há já muitos anos. No entanto devido à falta de informação que tinha no início só recentemente procurei ajuda profissional.
    Já fui a um psiquiatra mas na verdade não gostei muito…

    Actualmente comecei a frequentar um psicólogo e estou a pensar complementar isso com medicação pois estou numa fase digamos menos boa. Será esta a melhor opção?

    • Bus
      O melhor caminho é o psicólogo e o psiquiatra, depois logo estará bem e não precisará mais de nós.
      Faça sim o melhor por você, se puder fazer homeopatia, reiki e florais como complemento também aconselho.
      Sorte Sempre!
      Karin Klemm

  22. Boa Tarde Doutora Karin.
    Eu tenho TAB, estou em tratamneto a 8 meses e me sentia muito melhor. Ontem tive uma crise e achei que era de euforia seguida de depressão pois a principio estava muito agitada e depois cai no choro desesperado. Mas não foi só isso, por iso hoje decedi pesquisar sobre as crises de pânico.
    Começou no meu caminho de volta para casa, um aperto no peito, uma angustia muito forte, estava escuro e eu fiquei muito assustada, quando cheguei em casa sentia fortes dores no estomago e na garganta, depois percebi que estava com os musculos rijos e por isso dores nas costas e nos pescoço. Em casa senti que estava num buraco escuro e que era muito pequena, parece loucura. Senti também muito frio e tremia muito. Nunca senti nada parecido. Gostaria de saber se isso pode ser caracterizado como uma crise de panico ou não.
    Obrigada pela atenção.
    Gabriela

  23. sinto todos esses sintomas descrito ai ,sofro muito meu marido nao me compriende quando estou em crise ele dis que e frescura minha nao estou aguentando mais esse sofrimento ,começou quando tinha 18 anos pois perdi minha filha de 1 ano de idade preciso de uma palavra amiga pois as vezes me sinto muito sozinha mesmo estando com meu nmarido pois ele nao me compriende e nao me ajuda com carinhos nem palavras de carinho me vida sexual esta pessima pois meu marido me cobra muioto ja pensei ate em me separar por favor me ajude

  24. Oi Dr Karin,sou muito ansiosa,qdo tenho algum compromisso importante,viagem ou algum problema q depende de mim pra resolver,tenho dor de cabeça como se tivesse um peso sobre ela,dor de barriga,gases,coração acelerado,suor e uma sensação de desespero,começo a pensar q vou ficar louka,q vou perder a razão,não ando de elevador,lugares fechados,multidão e o q acho pior tenho isso na cadeira do dentista,uma coisa que não vou poder fugir. Já passei por psicologa,e ela pedia pra eu enfrentar o medo pq essas sensações passariam em 15min,não fui feliz com essa psicologa e tbm me disse q não era síndrome de panico e sim um transtorno de ansiedade.Sonho em me livrar desses sintomas ,peço uma palavra sua….grata

  25. oi,sou regina e moro em Fortaleza.A tres meses atrás eu tiver um problema de saúde e fiquei internada e tomei duas bolsas de sangue .E pricisei tomar um remedio chamado zoladex 1,3,que o mesmo causa sitomas da menopausa,e la pra cá eu tenho tido todos os sintomas da sindrome do panico, e o efeito do remedio já passou que ele so vale por um més,eu estou muito ruim o que eu faço não aguento mas.

  26. estou lendo as respostas, e, li o seu belo artigo. tenho 68anos, e, uma sudorese, que, basta eu me levantar, e, andar que desencadeia o suor. sinto-me mal, e, alijada de todos. Não aceito tratamento com psicologos, já tentei vários, e, não deu ceerto o que fazer? sou extremamente ansiosa, pairando para neurotica. oque posso fazer?peço ajuda. marlene

  27. Oi,, a todos que sofrem deste desturbio da ansiedade, tentar manter a calma no momento da crise, seje lá onde vc estiver , em um lugar agitado como: numa fila de banco ou num metro, manter a calma. E uma das alternativas é tomar medicamentos que diminuem a ansiedade, e procurar encarar seu medo, e desabafar seus problemas com pessoas de confianças. E procurar fazer exercicios aerobicos como caminhada, boxe, caso não queira ir na academia compre un aparelhos ou um saco de boxe, faça com cuidado os exercicios em casa, procure caminhar, procurar a paz junto com a natureza e os animais, se não tiver companhia para caminhar leve seu cachorro junto é uma otima companhia . E aos poucos vc diminuem com os remedios e controla sua ansiedade, lembre se sempre na hora da crise mantenha a calma, vc não vai morrer , é apenas um disturbio emocional , vc é mais forte,,, e tenha fé em Deus , e ore por ele sempre, que ele te ajudará tambem… abraços a todos…

  28. Olá Dra..tenho 21 anos e desde dezembro do ano passado venho tendo essas crises..muit medo de morrer parece q sempre estou com alguma dor.N sei o pq de tudo isso,vejo minha pupila dilatar,sinto enjoo,uma moleza no corpo e a sensação de morte que é o pior.Será então sindrome do panico mesmo?Queria saber que tipo de florais são esses e onde posso encontrar.
    Muito Obrigada

    • Michelle,
      Pelos sintomas é crise de ansiedade sim, mas mesmo assim passe no médico e faça exames, está com excesso de adrenalina (que dilata as pupilas) típico de quem tem pânico e está com excesso de adrenalinda no sangue, dores são comuns pela contração dos musculos.
      Precisa de terapia sim e de medicações, florais ajudam e até tiram sim o paciente do pânico, mas no começo, e sempre peço avaliação médica, nada de fugir de terapeutas agora, se quer ter qualidade de vida agora é a hora de lutar por você e seu bem estar.
      Sorte!
      Karin

  29. Olá.
    A uma semana estava tomando remedios para vermes,quando comecei dom dores no ombro ,então tomei dorflex.Acordei de manhã sentindo um mal estar horrível,onde sentia enjoo,dor de barriga que cheguei a evacuar quatro vezes,suor nas mãos e pés gelados,com tremores e sensação que ia morrer.Depois desse dia passei a fiar totalmente sem fome,me sentindo esquisita,como se tudo é estranho e sem graça,o tempo todo com os pés e mãos suando frio,enjoo.A noite não conseguia dormir,pois meu estoamgo e barriga ficava mal,e uma zueira que subia para minha cabeça.Estou uma semana sem dormir e me sinto fraça,não consigo conversar muito e sinto muita agonia.Será que foi a junção dos remedios que atacou algum orgão que me faz sentir assim ou será depressão.Muito obrigada pela atenção.

    • Erica,
      Um quadro que apenas o médico poderá investigar por exames clínicos.
      Claro que pode ser sim dos medicamentos, mas tomou eles porque? Vá ao médico urgente, você teve alguma reação nada legal que parece ter dado uma afetada em seu sistema nervoso central.
      Clinico geral, ok? Ou o médico que te deu esse remédio.
      Sorte Sempre!

  30. Olá! doutora Karin!
    Olha a minha situação é a seguinte.
    Fui diagnosticada com a Sindrome do pânico a uns 2 anos atrás, fiz tratamento com medicamentos e a 1 ano já não usava mais nenhum remédio.
    Agora estou grávida de algumas semanas ainda, e desde quando descobri já tive 3 crises! E em uma delas, infelismente tive que tomar o APRAZ (ansiolítico).
    Semana que vem tengo GO marcada, mas como vou fazer neste caso?
    O pior é que além dos sintomas da Síndrome do Pânico, também tenho sintomas da arrtimia e se eu não tomar nada, não passa!
    Estou muito preoculpada!

    Obrigada

    • Elaine,
      A GO vai saber os medicamentos que pode tomar para cada um dos casos.
      Faça terapia URGENTE, por vocês, tome florais, faça reiki, use e abuse das terapias alternativas.
      Seus hormonios devem ter dado uma desrregulada (comum) quando gravida, mas deu adrenalina demais.
      Procure relaxar, e fazer tudo que puder para seu bem estar.
      Sorte para vocês!
      KK

  31. doutora há alguns anos comecei a sofrer de epilepsia, crises fortes, constantes e que deixavam cada sicatriz maior que a outra, aí tive que parar de trabalhar e de estudar, logo venho a depressão e as reações dos remédios, entre elas, o peso, engordei 18 kilos, hoje perdi 9 e uma certa fragilidade, me assustava com tudo, com cumprimentos, o menor barulho etc, não demorou e isso virou a sindrome do panico, eu ousso vozes e vejo pessoas me perseguindo a todo momento e mesmo que eu não veja, eu sinto quando estou na rua qualquer passo que ousso atras de mim sinto medo, como se estivesse sendo perseguida e varias vezes por esse motivo me surpreendi surtando na rua, gritando e depois que passa, vejo que a pessoa estava apenas andando e fico morrendo de vergonha, a psiquiatra já me passou a dose maxima de SERTRALINA,já tomei UODOL e tomo mais 4 remédios psiquiatricos, fora os anti-pileticos, abaixo da minha fé em DEUS, já não sei mais o que fazer tenho só 26 anos e já me encontro nesse estado, se puder me responda, desde já eu agradeço a atenção

    • Vanessa,
      Tenho algumas hipóteses, pode ser algum tipo de esquizofrenia (veja se existem casos em sua família), já fez ressonância cerebral? Eletroencefalo?
      Independente do que for, precisa de terapia, aconselho REIKI Urgente, faça o curso ou alguém que te aplique. Terá que investigar melhor pelo lado médico e também pelo lado das terapias alternativas.
      Não acho esses medicamentos muito eficazes, procure outro psiquiatra, mais uma opinião.
      Mas sem terapia não pode ficar.
      Sorte!
      KK

  32. Olá doutora!
    Sempre fui um rapaz ativo, feliz… mas de uns 2 meses pra cá começei a não ter apetite, na parte da manhã, já suava nas mãos desde pequeno, mas começei a suar frio…um gelado no peito e dores não muito fortes, dores de cabeça, molesa no corpo, enjou e sem vontade de fazer nada!! quando estou fazendo algo, esqueço e não sinto nada… o que pode ser?

    • Fabiano,
      Vá ao médico e peça uma ressonância de crânio, precisamos descartar algo físico.
      Se for emocional, o que não acho pois existe dor e quando está em atividade elas melhoram, pode ser crise de ansiedade.
      Sorte
      KK

  33. PARABENS PELO BLOG…
    DR.KARIN,EU VENHO SENTINDO ESSES SINTOMAS :
    RESPIRAÇÃO PESADA,VONTADE DE IR AO BANHEIRO,SUOR NAS MÃOS,PARECE QUE O CORAÇÃO ACELERA OU DIMINUE,FICO MEIO FORA DE SI,INQUIETAÇÃO,SENÇASSÃO DE MORTE,É HORRIVEL…
    MAS ISSO TUDO SÓ ME DA NO PERIODO EM QUE VOU TENTAR DORMIR. ONDE ACABO FICANDO COM INSÔNIA( OBS:NÃO SINTO NENHUMA DOR,SÓ SENÇASSÕES)
    DÚVIDA ESTES SINTOMAS MECHEM COM A PRESSÃO ARTERIAL ?
    OBRIGADO,SUCESSO!!!

    • Marcio,
      Me parece crise de ansiedade, ou pânico. Pelo excesso de adrenalina que vai para corrente sanguinea é comum as taquicardias. Seria interessante ir ao cariologista tirar qualquer hipóte clínica e também procurar um terapeuta, não sabemos os que está disparando isso em você.
      Sorte
      KK

  34. Ola. isso deu em min tambm quando estava numa balada no japao , de pois de me intorpecer, com bebidas e, drugs
    bom acabei desincadio, esse sofrimento!
    tomei diversos remedio !! mais nao adiantava !
    pois comesei apensar,que se eu morrece por esse sofremento, que seria assim entao!! e tambm, comesei a ver que a sindrome , nao ia me matar !!bom tem horas me doi o peito , ai eu acho que vou morrer , mais ai que entra nossa parte contra esses sintomas, entender que pensamentos, negativos agrava o sintomas!!
    numca fiz tratamento pois gostaria de fazer !! sempre ia au hospital e eles ja dao qualquer remedio, foi uns dos motivos que fez com que pençase desta forma !

    hj tenho problemas com gasses isso percebi que quando estou com muito gasses me da falta de ar !! mais sinto umas paradas estranhas quando estou dormindo parece um susto uma desligada acordado!!

    DR.KARIN, me orienta oque posso fazer no meu caso
    onegai shimassu <<por favor rs…

  35. Ola doutora desde o começo do ano venho sentindo uns sintomas cuasado por pessoas que infelizmente queriam me ver fora da empresa onde trabalhava e isso acasionou em um forte stress e acabou aparecendo uns sintomas como, aceleramento do coração, suor frio, medo de morrer, moleza no corpo, dores no peito, mas o que mais me preocupa e o fato que da aceleramento do coração e fico nervoso com medo, penso muito no meu filho, e procuro forças pra poder resistir a esses sintomas e nao me deixar cair numa depressao, nao penso em suicidio, noa sou de ficar preso dentro de casa, saio pra me distrair ando de bicicleta, mas mesmo assim aparecem alguns sintomas para me tirar do serio. nao estou tomando remedios, tenho medo de dependencia, tomo sempre chas pra poder aliviar e descanso o maximo que posso, procuro ter 8 hs d sono diario, ja estive bem pior quando os ataques eram mais fortes, nao tenho apoio da familia, mas ainda sinto muita raiva das pessoas que me projudicaram e sinto que isso ainda me prejudica e fico pensando em coisas sem valor nenhum e quando isso acontece me da aceleramento e moleza no corpo
    Me de um direcionamento e agradeço a atenção
    Obg

  36. Ola Dra … estou com um ansiedade incontrolavel, parece q o mundo vai desabar eu morrerei afogada pela falta de ar q tenho, tenho sinusite entao dores de cabeça, cabça pesada, mal estar me deixam louca, fico nervosa e atacada .. queria saber se essa ansiedade esse stress com sessoes de acupuntura reolveriam um pouco, sendo q sei q o maior remedio é nos mesmo….obrigada

  37. Ola Dra … estou com um ansiedade incontrolavel, parece q o mundo vai desabar eu morrerei afogada pela falta de ar q tenho, tenho sinusite entao dores de cabeça, cabça pesada, mal estar, tonturas, vertigens,sufocamento, me deixam louca, fico nervosa e atacada .. queria saber se essa ansiedade esse stress com sessoes de acupuntura reolveriam um pouco, sendo q sei q o maior remedio é nos mesmo….obrigada

  38. Oi, Doutora, por favor me responda….estou desesperada, estou em Climaterio, mas ja venho a tempos me tratando de depressao, so q no momento nao estou medicada.Tenho horror quando chega a noite, pois sei q ao dormir eu tenho pesadelos horriveis, acordo com um susto, coracao acelerado, meu corpo parece que pula…q vou morrer, fico com medo de dormir novamente e sentir os mesmos sintomas…será q esses sintomas sao de sindrome do panico?Me ajude por favor, me de um conselho, pois os medicamentos q os psiquiatras nos receitam, dá muito sono, assim nao aguento me levantar para ir ao trabalho.Obrigada pela atencao, fico esperando sua resposta.Abracos.

  39. ola, tudo bem? me ajude querida, preciso muito!
    to sentindo creio eu q os sintomas do panico. eu sinto aceleramento do coração, suor friu nas mão e nos pes, tremura no corpo, e durante as crises fico inquieto, e com medo. ja fiz alguns exames, e o medico me passou um medicamento calmante. quero sua ajuda por favor!! grato!!!

  40. na realidade nao quero responder quero e perguntar.faz algum tempo que procurei o medico pois estava com uns sintomas de palpitacao visao meio que borrada e nao consigo dormir parece que vou sufocar e minha cabeça fica esquisita nao sei explicar direito disse que e sindrome do panico queria saber se realmente e panico pois nao tomei a medicaçao pois nao acredito que seja isso,meu medico passou alpazolan, fico com minhas maos dormente quando durmo e acordo todo instante achando que e problema de coraçao sera que e labirintiti por favor mande a resposta para meu imail agradeço desde ja

  41. ola dr eu ultimamente tambem estou sentindo coisas estranhas como cabeca pesada e a vista cansada e tambem penso muito em morte que me preocupa bastante e as vezes penso em fazer uma simples caminhada mas nao faco pois acho que nao vou dar conta penso que nao vou aguentar o que pode ser isso? estou muito preocupada..

  42. a sr deve estar cansada de ouvir a mesma coisa,mas por favor ouça-me.tenho sp ha 5 anos que nunca tratei,so que esse ultimo ano piorou,casei e temo ter filho pois dia tenho crises em dias alternados.eu li nesses relatos sobre um homem diz que sua esposa acorda no meio da noite com taquicardia passando mal ,e asr pede pra ele correr ao medico pois isso é um quadro de risco. como assim? ha exatos 1 ano eu acordo com taquicardia,tremedeira sensaçao que a pressao cai sens de morte bolo na garganta muita dor no peito. isso mata? eu vou pirar ou morrer? nao posso ter filho? isso ocorre na gravidez? tb nao posso fz ginastica ou correr nem ficar nervosa,nem chorar,nem preocupada,que tenho crise entre 1 e 2 da manha,responda logo antes que eu morra por favor.pq quando estou bem e so deitar que começa as palpitaçoes?o cardio falou que eu tinha prolapso mitral sem degeneraçao mas nao mata.socorre-me.tomei floral para sp mas nao funcionou,tomo cactus para coraçao ignatia para ansiedade mas nao serve.ajude-me.

  43. Doutora,

    há meses venho sofrendo com um imenso medo de morrer ou de perder meu filho ou marido… Este sentimento não é constante, vem do nada, sem motivo aparente e eu me sinto de mãos atadas, desesperada, sinto que algo ruim vai acontecer e que eu nao posso fazer nada, que nem se eu ficar em casa estarei protegida… de alguns dias pra cá lembranças de fatos negativos que acontecerem comigo no passado vem me assombrando, desta vez o tempo todo, mesmo enquanto trabalho ou me divirto… uma lembrança de um fato específico que me traumatizou bastante no passado nao me deixa nem dormir… choro o tempo todo… agora estou com muito medo de estar enlouquecendo ou de nao conseguir mais me livrar desses pensamentos ruins q nao me deixam nem nos sonhos… há tempos q eu nem lembrava mais disso e agora eu penso nisso o tempo todo! preciso saber oq é isso para q eu possa me tratar, quero voltar a me divivertir e nao pensar em coisas assim… estou com muito medo de nao conseguir mais viver assim e me da muito desespero… muito medo de morrer.. oq pode ser isso?

  44. Olá Doutora há quase 2 meses comecei sentindo alguma coisa estranha comigo, foi logo de madrugada quando acordei, dai para frente minha vida não foi a mesma, primeiro começou com umas sensações estranhas que alguma coisa iria acontecer, depois foi uma arritimia, que eu pensei que iria morrer, depois comessei a sentir molezas e medo de tudo, secura na boca e hoje em dia sinto sempre um aperto no coração e meu corpo tremulo, consigo sentir meu coração batendo na palma das minhas mãos e nos meus dedos, esse pensamento não sai da minha cabeça, melhorei muito depois que comecei a ir para a igreja, o que vc diz sobre mim, agradeço desde já de coração….

  45. Primeiramente gostaria de parabenizar pelo site. Estou com síndrome do pânico há 5 meses comecei a tomar o remédio (cloridrato de sertralina 50mg) uns 15 dias. Realmente ele faz efeito, ele parece não te deixar ter crises. Eu estava no trabalhando exatamente como você descreve no texto, não tinha nem tempo para pensar isso durante meses, depois veio à síndrome e até eu desconfiar o que poderia ser isso fiquei trabalhando até mais sobre estresse, mas agora eu nem estou trabalhando mais. Já sei bastante sobre o problema e mesmo sabendo que se trata de Síndrome do Pânico a própria natureza do problema é te confundir, no inicio sofria constantemente todos os dias ansioso e tremendo como louco tive um todos os sintomas físicos que sumiram sozinhos depois de um mês e meio com o tempo eu sentia que ela vinha enfraquecendo o ciclo de crise, sofrimento pós crise e alivio era cada vez mais fraco. Mas é muito penoso agüentar então procurei o psiquiatra que me receitou o remédio e ajudou a acelerar o processo de melhora. Mas a questão é o pânico me dava um medo tremendo de fazer mal a minha mãe de machucá-la de alguma forma dias em que os pensamentos não saia da minha cabeça, li e descobri que isso é TOC, eis que surge uma nova preocupação… Agora eu tenho duas doenças? O remédio também ajuda a diminuir os pensamentos. Gostaria de saber se ainda está cedo para curar do pânico? E a TOC vai embora junto com ele? Já que ela não estava antes, sei que não estava pq nem pensava esse tipo de coisa, é lógico que era um medo padrão de qualquer pessoa, mas nem vinha na minha cabeça, e não tinha nenhuma outra mania nem compulsão nem nada. Só para acrescentar ainda não passei pela psicoterapia.

  46. Sou a Sheilla Monique tenho 21 anos Bom minha crise começou quando eu vinha do velório da mãe da minha amiga e foi super ruim pois pensava que ia morrer, me deu um gelo, comecei a tremer, minha boca ficou seca, meu corpo durmente, vontade de vomitar, e meu coração parecia que ia pular de tão acelerado e doia muito, minha cabeça também , fui para vários médicos ( Cardiologista que o exame deu: taquicardia sinusal/ no neurologista: enxaqueca ) fiz uns exames de Hormônio pra saber se era a minha tiróide que estava desregulada mais estava tudo bem, de tanto remédio tomado tive ataque de gastrite nervosa, fui a um clinico geral e ele disse que meu quadro era de ansiedade e que eu estava com o ovário muito inflamado) eu fico boa alguns meses mais depois volta tudo e pior ate eu tomando medicamento as vezes eu tenho as crises, nem sei mais o que fazer por que cada crise piora mais e eu fico com mais medo e limitada, sempre fui muito nervosa e anciosa e tenho muito medo de morrer e de alguem da minha familia tbm o que faço me ajuda por favos o mais rapido possivel 😦

  47. Estou com todos esses sintomas e um pouco mais, comecei a tomar os remédios à uns 15 dias e não vejo melhora, gostaria que me ajudasse.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s