Profecias Maias da quarta a sétima


A 4a PROFECIA: 

A 4a profecia diz que o aquecimento do planeta, causado pela condutaincoerente do sca8fetet.jpger humano e por uma maior atividade do sol, causará oderretimento do gelo dos pólos. Se o sol aumentar seus níveis de atividade acima do normal haverá uma maior produção de ventos solares, mais erupções maciças desde a coroa do sol, um aumento na irradiação e um incremento na temperatura do planeta. 

Os Maias se basearam no giro de 584 dias do planeta Vênus para efetuar seus cálculos solares. Vênus é um planeta facilmente visto no céu, pois sua órbita está entre a terra e o sol. 

Eles deixaram registrado em seu “Códice Drede” que a cada 117 giros de Vênus, marcado a cada vez que o planeta aparece no mesmo ponto no céu, o sol sofre fortes alterações e aparece grandes manchas ou erupções do vento solar, advertiram que a cada 1.872.000 kines, ou seja, 5.125 anos são produzidos alterações ainda maiores e que quando isto ocorrer o ser humano deve estar alerta, pois será o presságio de destruição e mudanças. 

No “Códice Drede” também figura o número 1.366.560 kines que tem a diferença de 1 katun (20 anos) como um número que aparece no Templo da Cruz. 

No Templo da Cruz, em Palenque está entalhado o número 1.359.540 kines, a diferença que ele tem anotado no “Códice Drede” é de 20 anos ou 1 katun, é um período de tempo que eles chamavam de “tempo do não tempo” e é o que estamos vivendo desde 1992. As mudanças da atividade do sol serão maiores posto que as proteções que temos em todo o planeta estão ficando mais fracas. 

O escudo eletromagnético que temos que nos protege está diminuindo em sua intensidade. A produção de ozônio na ionosfera que impedia a chegada dos raios ultravioleta à terra diminuiu e já apareceram alguns buracos enormes sobre os pólos permitindo a chegada dos raios do sol à superfície do planeta. 

 A atividade do ser humano está alterando a composição da atmosfera. O chamado “efeito estufa” que impede a saída do calor e aumenta a temperatura.Todos os fenômenos ao ocorrer simultaneamente produzirão modificações no clima e um aumento da temperatura nos mares e derreterá mais rapidamente o gelo nas calotas polares. Isso causará aumento do nível dos mares produzindo inundações nas terras costeiras, modificação morfológica dos continentes onde vivemos. 

Os Maias previram que esta seria a forma como o planeta se limparia e teria muitas áreas verdes por todas as partes, o aumentos da temperatura já começou, relatórios científicos de diversas fontes e partes do mundo confirmam, estudos realizados na Universidade de Colorado concluem que as geleiras e picos nevados de todo o mundo estão diminuindo seu volume notavelmente, como resultado do aumento geral da temperatura do planeta. 

O maior pico nevado na África, o monte Kenia, perdeu 92% de sua massa, os picos nevados do monte Quilimanjaro sofreram redução de 73%, na Espanha e, 1980 havia 27 picos nevados, esse número foi reduzido para 13. Nos Alpes europeus e no Cáucaso na Rússia diminuíram 50%. 

Na Nova Zelândia e nos montes entre a Rússia e a China houve redução de 26%, os cálculos preliminares dos estudos dizem que se as mudanças continuaram no mesmo ritmo em 50 anos não haverá picos nevados em nenhuma parte do mundo. 

Na Antártida a situação é ainda mais grave, o pico está se derretendo apartir do centro e não a partir das bordas. É sabido que quando um lago gelado começa a derreter ele sempre o faz a partir do seu centro. A temperatura na Antártida aumentou 2,5o C nos últimos 25 anos e está aparecendo vegetação em locais onde antes não havia nada mais do que gelo. 

Mais de 50% da população mundial vive perto do mar, por isso milhões de pessoas serão afetadas e deslocadas de seus lares. 1998 estabeleceu recordes de altas temperaturas, que ficaram dente as mais altas dos últimos 600 anos.No entanto um aumento da temperatura como este que vem ocorrendo não muda rapidamente os níveis de água em todo o planeta, será um processo que levará vários anos. 

A única coisa que poderia mudá-los seria uma mudança súbita na posição da crosta terrestre sobre seu núcleo central. Isso já ocorreu várias vezes no planeta ao mudar a posição dos pólos. 

Sabemos que muitas coisas que não queremos que aconteçam e que causam grandes tragédias, acabam acontecendo. 

Devemos nos concentrar em produzir resultados positivos de nossas ações e ao mesmo tempo crescer com as dificuldades que encontramos. Devemos assumir a vida e tomar as decisões de maneira consciente, devemos abrir os olhos às possibilidades que possam nos trazer o mundo em que todos culpam os outros pelo que acontece. 

Todas as profecias procuram uma mudança na mente humana, pois o universo esta gerando todos esses processos para que a humanidade se expanda pela galáxia compreendendo sua integridade fundamental com tudo o que existe. 

A 5a PROFECIA: 

A 5a profecia diz que todos os sistemas baseados no medo sob as quais está fundamentada a nossa civilização se transformarão simultaneamente com o planeta e com o ser humano, dando lugar a uma nova realidade de harmonia. (ver Protocolos Sábios do Sião e Ultimato Draconiano) 

O ser humano está convencido de que o universo existe só para ele, que a humanidade é única expressão de vida inteligente e por isso age como depredadora de tudo o que existe. 

Os sistemas falharão para que o ser humano enfrente a si mesmo, para que ele veja a necessidade de reorganizar a sociedade e continuar no caminho da evolução que nos levará a entender a criação. 

Neste momento, praticamente todas as economias do mundo estão em crise, e foi desencadeada uma onda especulativa em todas as partes. Em apenas 1 dia, 1 trilhão de dólares muda de mãos nos mercados financeiros internacionais. 15% de queda nos mercados fazem desaparecer o equivalente a uma riqueza de todas as fabricas dos EUA juntas. 

Desde 1995, a economia mundial não é mais dominada pelo intercâmbio de automóveis, aço, trigo e outros bens e artigos reais, mas pelo intercâmbio de dívidas, ações e títulos de crédito, isto quer dizer, de riqueza virtual com a qual é muito mais fácil especular. 

A síndrome do cartão de crédito tornou-se um mal comum, o ser humano assume uma dívida superior ao que ganha pondo sua economia pessoal na corda bamba, isso se reflete em todos os níveis. 

A especulação em torno do capital financeiro levou a uma situação econômica mais delicada que a de 1929, antes da queda da bolsa de valores em 1930. (época em que se iniciou os ditados de Saint German e dos Mestres Ascensos) 

Quase todas as economias do mundo estão com problemas, especulações financeiras e os salva-vidas do governo com dinheiro de bancos que estão à beira da falência, dificultam ainda mais todos esse processo. 

Existem então situações de alto risco no sistema econômico, e no sistema de controle de informações e se a isso se acrescentarmos o aumento na atividade do sol que pode causar danos irreparáveis nos satélites, a situação se complica. 

Com as labaredas solares, recebemos uma dose incomum de raios ultravioleta que espadem a atmosfera superior diminuindo a pressão que existe sobre os satélites que estão a baixas altitudes. Isso fará com que eles diminuam a sua órbita para outra muito mais rápida e perderemos assim o contato temporal com eles – na melhor das hipóteses – serão interrompidas todas as comunicações por satélite no planeta, também pode acontecer que os 19.000 objetos que transitam na órbita da terra ao receber a dose alta de eletromagnetismo do sol tenham seus componentes eletrônicos danificados edeixem de funcionar para sempre. 

Ao afetar-se a ionosfera, pela emissão de raios solares, produzem-sealterações em todas as comunicações de rádio e televisão, porque é nesta camada que são transmitidas e refletidas as diferentes freqüências. 

Portanto, a economia e a comunicação são sistemas frágeis e interconectados com todos os outros. A rede elétrica é especialmente sensível às labaredas solares, como ocorreu durante 9hs em todo o Kebeque em 1989. 

O sistema de eletricidade é a coluna vertebral de nossas sociedadescontemporâneas, se um falhar, falharão um atrás do outro como pedras de dominó derrubando consecutivamente todos os sistemas. Dizem que um sistema é tão forte quanto o mais fraco de seus componentes ou elos. 

Imaginemos como reagiria a nossa sociedade à todos esses acontecimentos simultâneos. A comida ficaria escassa; as comunicações seriam impossíveis; o tráfego enlouqueceria em todas as cidades, a economia ficaria paralisada, a maioria de nós perderia o juízo e teria início uma desordem civil que pela quantidade de pessoas envolvidas ultrapassaria as expectativas e os controles civis e militares do governo. Essa situação de descontrole total modificaria para sempre todos os sistemas da sociedade. 

Os sistemas religiosos baseados
em um Deus que infunde medo também entrariam

em crise. Surgiria um único caminho espiritual comum a toda a humanidade que
terminará com todos os limites estabelecidos entre as diferentes formas de ver Deus. 

O novo dia galáctico é anunciado por todas as religiões e cultos como uma época de luz, paz e harmonia para toda a humanidade. É claro então que tudo que não produza este resultado deve desaparecer ou transformar-se, a nova época de luz não pode Ter uma humanidade baseada na economia militar de imposição de verdade pela força. 

A 6a PROFECIA: 

A 6a profecia fala que nos próximos anos aparecerá um cometa cuja trajetória colocará em perigo a existência do ser humano. 

Os maias viam os cometas como agentes de mudanças que vinham para por em equilibrio o movimento existente para que certas estruturas se transformem permitindo a evolução da consciência coletiva. Todas as coisas tem um lugar que lhes corresponde, todas as circunstâncias, até mesmo as mais adversas,  são perfeitas para gerar compreensão sobre a vida, para desenvolver a consciência sobre a criação. Por isso o ser humano está constantemente enfrentando situações inesperadas que geram sofrimento a ele, é um modo de conseguir que ele reflita sobre sua relação com o mundo e com os outros.Assim ao longo de muitas experiências em muitas vidas ele entenderá as leis naturais da razão e da criação. 

Para os Maias, Deus é a presença da vida em todas as formas e sua presença é infinita. 

Os maias sempre estudaram e registraram os eventos do céu, seu alerta foi prevenir os seres humanos do perigo de não conhecerem as órbitas e os períodos de grandes resíduos que se cruzam com a trajetória da terra. Eles sabiam que para o homem moderno, descobrir com antecedência os asteróides tão grandes que pudessem causar sua extinção e então desviá-lo seria uma das maiores façanhas da história humana e o fato crucial que nos uniria como espécie. 

Antigamente a esfera celeste era o domínio dos deuses, com o aparecimento inesperado de um objeto desconhecido que dominava a noite era motivo de medo e misticismo, por isso os maias construíram observatórios dedicados a estudar os fenômenos, eles queriam entender seus movimentos imprevisíveis no céu especialmente depois de terem estabelecido as posições dos planetas e das estrelas. 

O perigo eminente nos obrigaria a construir um nível de cooperação mundial, a estabelecer um sistema de comando e controle acima dos paises e uma estrutura de comunicação mundial, seria a única maneira pela qual os paises abririam mão de sua soberania, dando origem a um governo mundial para o bem comum. 

Seria um caminho para aprender a transcender a separação que infelizmente é a base de nossa sociedade. 

A 7a PROFECIA: 

A 7a profecia nos fala do momento em que o sistema solar, em seu giro cíclico, sai da noite para entrar no amanhecer da galáxia. Ela nos fala que nos 13 anos que vão desde 1999 até 2012, a luz emitida desde o centro da galáxia sincroniza todos os seres vivos e permite a eles concordar voluntariamente, com uma transformação interna, produzindo novas realidades e que todos os seres humanos tem a oportunidade de mudar e romper suas limitações através do pensamento. 

Os seres humanos que voluntariamente encontrarem seu estado de paz interior, elevando sua energia vital, levando sua freqüência de vibração interior do medo para o amor, poderão captar e se expressar através do pensamento e com ele florescerá o novo sentido. 

A energia adicional do raio emitido por Runacku (centro da galáxia) ativa o código genético de origem divina nos seres humanos que estejam em alta freqüência de vibração, este sentido ampliará a consciência de todos os seres humanos gerando uma nova realidade individual, coletiva e universal. 

Uma das maiores transformações ocorrerá em nível planetário, porque todos os homens conectados entre si como um só todo, darão nascimento a um novo ser na ordem galáctica. A reintegração das consciências individuais de milhões de seres humanos despertará uma nova consciência, na qual todos entenderãoque fazem parte de um mesmo organismo gigantesco. 

A capacidade de ler o pensamento entre os humanos revolucionará totalmente a civilização, desaparecerão todos os limites, terminará a mentira para sempre porque ninguém poderá ocultar nada, começará uma época de transparência e de luz que não poderá ser ocultada por nenhuma violência ou emoção negativa. 

Desaparecerão as leis e controles externos como a polícia e o exércitoporque cada ser se fará responsável por seus atos, não será precisoimplementar nenhum direito ou dever pela força. 

Será formado um governo mundial e harmônico com os seres mais sábios e evoluídos do planeta, não existirão fronteiras nem nacionalidades, terminarão os limites impostos pela propriedade privada e não será necessário dinheiro como maneira de intercâmbio, serão implementadas tecnologias para o controle da luz e da energia e com elas se transformará a matéria produzindo de maneira simples tudo o que for necessário dando um basta à pobreza para sempre. A excelência e o desenvolvimento espiritualserão o resultado de seres em harmonia que reduzam a atividade com o que vibram mais alto, ao agir assim eles expandirão sua compreensão sobre a ordem universal. 

Com a comunicação através do pensamento haverá um supersistema imunológico que eliminará as baixas vibrações do medo produzido pelas enfermidades, prolongando cada vida dos humanos, a nova era não precisará da aprendizagem inversa, produzidas pelas doenças e sofrimento que caracterizaram os últimos milhares de anos da história. 

Os seres humanos que consciente e voluntariamente encontrarem a paz interior entrarão em uma nova época de aprendizagem harmônico, a comunicação e a reintegração farão com que as experiências e lembranças individuais e os conhecimentos adquiridos sejam disponíveis sem egoísmo para todos os outros, será como uma internet em nível mental que multiplicará exponencialmente a velocidade das descobertas e serão criadas sinergias nunca antes imaginadas,terminarão os julgamentos e os valores morais que mudam com o tempo, como a moda, entenderemos que todos os atos na vida são uma maneira de alcançar uma maior compreensão e harmonia. 

O respeito será o elemento fundamental da cultura, transformará o indivíduo e a comunidade e dará a humanidade a oportunidade de expandir-se pela galáxia. 

As manifestações artísticas, as ocupações estéticas e as atividadesrecreativas ocuparão a mente do ser humano. 

Milhares de anos fundamentados na separação entre os homens que adoraram um deus que julga e castiga irão se transformar para sempre. O ser humano viverá a primavera galáctica, o florescimento de uma nova realidade baseada na reintegração com o planeta e com todos os seres humanos. 

Neste momento compreenderemos que somos parte de um único organismo gigantesco e iremos nos conectar com a terra, uns com o s outros, com nosso sol, e com a galáxia inteira. Todos os seres humanos entenderão que os reinos mineral, vegetal e animal e em toda a matéria espalhada pelo universo em todas as escalas, desde um átomo até uma galáxia são seres vivos com uma consciência evolutiva. 

A partir do Sábado 22 de dezembro de 2012, todas as relações serão baseadas na tolerância e na flexibilidade, porque o homem sentirá os outros seres como parte de si mesmos. 

Anúncios

5 pensamentos sobre “Profecias Maias da quarta a sétima

  1. I would to explaned.one thinking: Everything has in your origin atoms. Each atoms see, feel, and hearing like us. THEREFOR, the men yet think he is only in the universo. Just is the time look out and see about our egoism, matherialism and our petulance.

  2. Profecias Maias ?!?

    Recebi as “7 Profecias Maias” por Email no início deste mês, como se fosse coisa para ser considerada seriamente. Não acredito em profecias, e a Ciência não aceita este conceito, isto é, a previsão do futuro tal como entendem os místicos. Quase apaguei o Email, mas acabei cedendo à curiosidade e dei uma olhada. Fiquei surpreso, pois o texto é grotesco, não dá para entender como alguém poderia levar a sério tal amontoado de baboseiras. Descartei a hipótese de ser uma daquelas brincadeiras ou gozações que circulam na Internet, pois o texto me pareceu muito “sincero” e os inúmeros erros, alguns dos quais comento abaixo, exigiriam um grande talento literário para serem imaginados com tanto realismo.

    Concluí que o autor havia inventado as tais profecias para divulgar suas bizarras idéias. Algo parecido com o que fizeram alguns ufologistas, que inventaram mensagens recebidas de ET’s apenas para justificar a divulgação de suas próprias idéias místicas.

    Vale a pena lembrar um caso notório : o de George Adamski com seu livro “Flying Saucers Have Landed” (junto com Desmond Leslie, 1953). Este livro foi um imediato sucesso de venda em todo o mundo, e sucessivas edições se esgotaram rapidamente. Adamski alegou ter encontrado venusianos pessoalmente, e “conversado” com um deles. Seus venusianos eram louros, pele levemente bronzeada, tinham aparência afeminada (!?) e eram imensamente mais sábios que nós. Naturalmente também eram telepatas, de modo que não houve maiores problemas em se estabelecer um diálogo. Estavam preocupados com nossas experiências nucleares e queriam nos advertir do perigo de uma possível autodestruição. Na época este assunto estava em moda, hoje é a poluição ambiental e o aquecimento global. Além de revelações de cunho místico, também informaram a Adamski que todos os planetas do sistema solar tinham vida inteligente, e que a forma humana era uma constante em todo o Universo, com pequenas variações. Deixaram com Adamski uma mensagem escrita em símbolos venusianos contendo revelações que mudariam os destinos da humanidade. O problema era decifrá-la ! A narrativa toda é tão ingênua e implausível que chega a ser até engraçada. Mas muitíssimas pessoas levaram-na a sério, e isso é que é perturbador. O grande público é vulnerável a esse tipo de fantasia, sem dúvida alguma.

    Uma rápida pesquisa na Internet pareceu confirmar que o(a) autor(a) simplesmente distorceu o conteúdo de textos autênticos e acrescentou o necessário para montar sua mensagem. O resultado foi desastroso, são espantosos a ignorância e o desprezo em relação ao conhecimento científico atual.

    Não é incomum que este tipo de mensagem venha acompanhado de belas ilustrações e música envolvente. No caso presente temos na abertura uma interessante ilustração de uma mulher com asas e depois uma série de fotos com exemplos da majestosa arquitetura maia; a música por sua vez é suave e embaladora. O efeito das ilustrações e música é despertar a emoção e amortecer o senso crítico. Aprecie as belas imagens e a boa música; na hora de analisar o conteúdo, esqueça as figuras somente decorativas e desligue o som.

    O povo maia habitou a península do Yucatán (México), e o período clássico de sua civilização se estendeu do século III ao início do século X, quando aconteceu um rápido declínio. O apogeu ocorreu no século VIII. Os grandes templos e outras construções tão admirados hoje em dia foram construídos neste período clássico. Quando os europeus chegaram às Américas, já encontraram somente o pouco que sobrara do colapso daquela civilização. Mesmo assim a conquista espanhola demorou de 1527 a 1697, quando o último foco de resistência foi eliminado.

    O famoso calendário maia, chamado “de conta larga”, tem seu início em 11 de agosto de 3114 a.C., que é o seu “dia primeiro”. Não há dúvida que os maias acumularam um grande acervo de observações astronômicas feitas a olho nu. Sabiam lidar com grandes números e chegaram a vislumbrar períodos de tempo superiores a um milhão de anos. Os europeus por outro lado, custaram a abandonar o conceito bíblico de que o Universo tinha uns poucos milhares de anos.

    Diversas causas que atuaram simultaneamente são apontadas para o colapso. Os modernos arqueólogos divergem apenas quanto ao peso relativo de cada uma delas :
    (1) Crescimento populacional superando os recursos disponíveis;
    (2) Dano ambiental representado pelo desmatamento progressivo e erosão de encostas;
    (3) Mudanças climáticas acarretando secas repetidas;
    (4) Fatores políticos e culturais, com a classe dirigente (reis e nobres) competindo por enriquecimento e prestígio. Os recursos disponíveis iam escasseando mas eram continuamente dilapidados em guerras e na construção de palácios e templos. Os maias não tinham um governo centralizado, e as guerras entre seus pequenos reinos e entre cidades eram intensas e crônicas. Os prisioneiros eram torturados de maneira brutal, com dedos, dentes e mandíbulas arrancados, lábios cortados, etc. Eram também usados em sacrifícios humanos.

    Para informações mais detalhadas veja o excelente livro “Colapso” (Jared Diamond, 2005), cuja leitura recomendo. Na Internet também há muito material que vale a pena ser visto. Passando aos comentários do estranho texto :

    Introdução aos maias e às profecias :

    “A primeira notícia que se tem dos Maias data do ano 600 a.C., tempo em que apareceram simbologias esculpidas em pedras. No ano 300 d.C. começa o desenvolvimento dos Maias, seres que dedicam sua vida a estudar e registrar a galáxia (1) .
    Os Maias construíram suas maravilhosas cidades, seus lugares cerimoniosos e suas pirâmides ao sul do México, na província de Yucatán, Honduras e Guatemala. Deixaram gravados na pedra suas mensagens sobre o tempo, o percurso do Sol, da Lua, de Vênus e sobre o caminho que a humanidade deveria seguir para chegar ao crescimento da Luz e à Nova Era , e não para o materialismo e a autodestruição (1) .
    Depois de quase 600 anos de intensa atividade construtora e de um assombroso desenvolvimento científico, no ano 830 d.C., todo o povo Maia desaparece de maneira voluntária e consciente (1) . Abandonaram tudo, ficando somente alguns guardiões do legado que eles nos deixaram.
    As 7 Profecias estão apoiadas em estudos científicos e religiosos sobre o funcionamento do universo (2) .”

    (1) Comentário :
    Pura fantasia, nenhuma conexão com o quadro apresentado atualmente pela Arqueologia.
    A propósito, o conceito de “galáxia” é recente (século XVIII), os maias não poderiam conhecê-lo. Os maias, como outros povos antigos que também desenvolveram calendários e fizeram registros das posições da Lua e de alguns planetas, dependiam de observações a olho nu, o que impõe sérias limitações.
    O grande avanço da Astronomia veio com o rápido aperfeiçoamento a partir do século XVI, dos instrumentos utilizados na observação dos céus, o que permitiu a obtenção de maior número de dados, também mais precisos. Estes bancos de dados pioneiros, pacientemente acumulados por astrônomos espalhados em toda a Europa possibilitaram pela primeira vez uma análise rigorosa da geometria das órbitas dos corpos celestes (Johannes Kepler e as três leis do movimento planetário), o que levou finalmente à dedução da lei física que governa estes movimentos (Isaac Newton e a lei da gravitação universal, 1687).
    E não esqueçamos da matemática necessária à análise dos dados astronômicos, sem essa ferramenta nada seria feito. O grande salto da matemática na Europa também começou no século XVI, e durante o século XVII houve avanços notáveis. Exemplos : John Napier (logaritmos), René Descartes (coordenadas cartesianas), Isaac Newton e Gottfried Leibnitz (séries infinitas, cálculo diferencial e integral).
    É a partir do século XVII que se impõe realmente a idéia de um Universo inteiramente governado por leis físicas imutáveis, sem qualquer necessidade da intervenção de caprichosas forças sobrenaturais. Não mais anjos impulsionando as “esferas de cristal” dos astros. Não mais eclipses e cometas pressagiando catástrofes. E o caminho para o conhecimento dessas leis é a investigação racional, isto é, a Ciência com seu poderoso método de trabalho.

    (2) Comentário :
    Quanto a “estudos religiosos”, nada a declarar, mas “estudos científicos” não faz sentido. A não ser que o(a) autor(a) se refira à “ciência” dos maias, e não à ciência como entendemos hoje.

    1ª. Profecia :

    “Esta profecia fala sobre o final do medo. Diz que o nosso mundo de ódio e materialismo terminará no sábado, 22 de dezembro de 2012 (3) . Nesse dia, a humanidade deverá escolher entre desaparecer como raça pensante que ameaça destruir o planeta, ou evoluir para a integração harmônica com todo o universo, compreendendo que tudo está vivo e consciente, que somos parte desse todo (4) e que podemos existir em uma era de luz.
    A 1ª. profecia diz que a partir de 1999, resta-nos apenas 13 anos para realizarmos as mudanças de consciência e atitude, a fim de que possamos nos desviar do caminho da destruição para o qual avançamos. Os maias sabiam que o nosso Sol (Kinich-Ahan), é um ser vivo que respira (5) e que a cada certo tempo se sincroniza com o enorme organismo no qual existe, a galáxia, e que ao receber uma labareda de luz do centro desta, brilha mais intensamente, produzindo em sua superfície as chamadas erupções solares (6) .
    Para os Maias, os processos de respiração da galáxia são cíclicos e nunca mudam, o que muda é a consciência do homem que passa por eles sempre em um processo para a perfeição. Eles predisseram que desde o ano 3013 a.C. a 5125 anos mais no futuro, ou seja, no sábado 22/12/2012, o Sol, ao receber um forte raio sincronizador do centro da galáxia, trocaria sua polaridade (7) e produziria uma gigantesca labareda radiante.”

    (3) Comentário :
    É curioso como os místicos adoram estabelecer datas para a redenção da humanidade. A mais recente foi a virada do milênio, quando entraríamos na Era de Aquário, uma era de paz, em que os homens se voltariam para a busca da iluminação espiritual.

    (4) Comentário :
    Não custa lembrar que o conceito de “ecossistema” se deve à nossa Ciência, e o próprio planeta pode ser visto como um gigantesco ecossistema, daí a expressão “espaçonave Terra”. A destruição da espaçonave significa a nossa própria destruição. Não precisamos que místicos venham nos dizer que fazemos parte de um todo.

    (5) Comentário :
    Pois é, então sabiam errado. O Sol é um gigantesco reator termonuclear que usa hidrogênio como combustível e o converte em hélio. A energia excedente desta transformação a nível atômico é que mantém as altas temperaturas observadas em nosso Sol. Outras estrelas, ainda mais quentes, são capazes de produzir elementos mais pesados que o hélio.

    (6) Comentário :
    Erupções solares produzidas por uma misteriosa labareda de luz vinda do centro da galáxia (mais de 30.000 anos-luz de distância) ? Puro absurdo !
    Não há dúvida que é bastante poética essa concepção da nossa galáxia como um enorme organismo vivo, no qual os sóis seriam as “células” vivas. Pode ser uma bela imagem, mas é só isso. E a visão da Ciência também é grandiosa : uma espiral com 100.000 anos-luz de diâmetro, formada por bilhões de sóis, girando majestosamente e completando uma volta a cada 200 milhões de anos. E todo este espaço onde se encontram a nossa galáxia e outras não é “silencioso”, está repleto de radiações eletromagnéticas provenientes de milhões de fontes diferentes, e nós só percebemos diretamente com nossos sentidos o que sentimos como calor e enxergamos como luz (uma estreita faixa de freqüências).

    (7) Comentário :
    Desde quando o Sol tem polaridade ? Temos então uma polaridade que não existe, trocada por um raio sincronizador que também não existe !

    2ª. Profecia :

    ”Neste Período a humanidade terá que estar preparada para atravessar as portas que nos deixaram os Maias, transformando a civilização atual, apoiada no medo, em uma vibração muito mais alta, de harmonia. Só de maneira individual se pode atravessar a porta que permite evitar o grande cataclismo que sofrerá o planeta (8) , para dar começo a uma nova era, um 6º. Ciclo do Sol, de 5125 anos.
    A 2ª. profecia anuncia que o comportamento de toda a humanidade mudaria rapidamente a partir do eclipse solar de 11/8/1999 (9) . Serão incrementados os acontecimentos que nos separam, mas também os que nos unem, criando uma instabilidade emocional : o medo, a agressão, o ódio, as famílias em dissolução, os enfrentamentos por ideologia, religião, modelos de moralidade e nacionalismo. Simultaneamente mais pessoas encontrarão a paz interior. Surgirão homens com altíssimos níveis de energia interna, mas também, farsantes que pretenderão obter lucro às custas do desespero alheio.
    A partir de 1999 começaria a era do “tempo do não tempo”, uma etapa de mudanças rápidas necessárias para renovar os processos geológicos, sociais e humanos. Ao final do ciclo cada um seria seu próprio juiz, será quando o ser humano entrará no grande salão dos espelhos para analisar tudo o que fez na vida. Ele será classificado pelas qualidades que conseguiu desenvolver, sua maneira de agir, seu comportamento com os outros e com o planeta.”

    (8) Comentário :
    Vamos ver se eu entendi : os “iluminados” poderiam atravessar “portas” deixadas pelos maias que os levariam a um outro mundo ou dimensão onde estariam a salvo da tal “gigantesca labareda radiante” que vai purificar a Terra. Depois é só atravessar a “porta” de volta. Parece que a labareda só vem para eliminar os maus, e não vai destruir o meio ambiente, o que impossibilitaria a volta dos “iluminados”. É isso mesmo ou entendi tudo errado ?

    (9) Comentário :
    A crença supersticiosa de que os eclipses solares afetam o destino das pessoas era comum antigamente. A passagem da Lua em frente ao Sol, interceptando sua luz, era motivo de pânico generalizado e sombrios presságios. Na Europa da Idade Média, a população corria a se abrigar nas igrejas, procurando a proteção divina. A frase citada reflete o mesmo tipo de superstição, um simples eclipse alterando o comportamento de toda a humanidade !

    3ª. Profecia :

    “O céu e o inferno se manifestarão ao mesmo tempo e cada ser humano viverá em um, ou outro, dependendo de seu próprio comportamento. No céu com a sabedoria para transcender o que acontecerá; no inferno para aprender com a dor e o sofrimento, duas forças inseparáveis.
    A 3ª. profecia diz que uma onda de calor aumentará a temperatura do planeta provocando mudanças climáticas, geológicas e sociais de magnitude sem precedentes e a uma velocidade assombrosa (10) .
    O homem contribuiu bastante para o aquecimento global : desflorestamos o planeta, contaminamos o ar com as emissões de nossos automóveis, transformamos o planeta num grande chiqueiro. As nossas fábricas mandam para a atmosfera toneladas de gases tóxicos; o solo e as águas estão envenenados. Teremos furacões, terremotos, estiagens e chuvas prolongadas (11) .
    Tudo isso causará um forte impacto na economia, porque haverá desabastecimento, falta de água, alimentos, energia elétrica. Os preços desses produtos se elevarão, o que irá gerar fome e descontentamento social. Aumentará o número de pragas, insetos e doenças tropicais como a malária.”

    (10) Comentário :
    Está na moda usar o aquecimento global como pretexto para mensagens místicas e apocalípticas de todo tipo, quanto a isso nenhuma novidade. Mas a frase está muito mal redigida.
    O aumento da temperatura (ou aquecimento global) já é uma mudança climática. Mais correto seria dizer que o aquecimento global provoca outras mudanças climáticas, numa espécie de efeito dominó.
    E as mudanças geológicas ? Como o aquecimento global pode causar este tipo de mudança ? Só se o(a) autor(a) quis se referir ao derretimento das calotas polares, com a conseqüente alteração das linhas costeiras em todo o globo. Mas o correto seria falar em mudanças geográficas, pois a geografia estuda a superfície terrestre, enquanto a geologia estuda a Terra como um todo, sua composição, estrutura, os processos que lhe dão forma, etc.

    (11) Comentário :
    Aquecimento global e poluição do meio ambiente não podem provocar terremotos.

    4ª. Profecia :

    ”Essa profecia diz que o aquecimento do planeta, causado pela conduta predadora do homem e por uma maior atividade do Sol, acelerará o derretimento do gelo nos pólos (12) .
    Os Maias se basearam no giro de 584 dias do planeta Vênus para efetuar seus cálculos solares. Eles deixaram registrados em seu Códice Drede que a cada 117 giros de Vênus, marcado a cada vez que o planeta aparece no mesmo ponto do céu, o Sol sofre alterações e aparecem grandes manchas ou erupções do vento solar (13) . Advertiram também, que a cada 1.872.000 kines, ou seja, 5.125 anos, acontecem alterações ainda maiores e que quando isso ocorrer, a humanidade deve estar preparada, pois, é um presságio de destruição e grandes mudanças.
    O efeito estufa, causado, principalmente pela ação danosa do homem, está provocando alterações no clima e aumentando a temperatura dos mares. O gelo das calotas polares está se derretendo rapidamente, elevando o nível dos mares, o que produzirá inundações nas terras costeiras, e modificações morfológicas dos continentes.
    Devemos nortear nossas ações de forma positiva e crescer com as dificuldades que encontramos. Todas as profecias se destinam a uma mudança de consciência, pois o universo está gerando todos esses processos, a fim de que nos expandamos pela galáxia (14) .

    (12) Comentário :
    Os maias não sabiam da existência das calotas polares. Assim, como iriam prever o seu derretimento ?

    (13) Comentário :
    As manchas e erupções solares nada tem a ver com o movimento do planeta Vênus. E o chamado “vento solar” existe sempre; de maneira simples pode ser entendido como um fluxo de partículas de baixa energia emitidas continuamente pelo Sol. As gigantescas rajadas de partículas carregadas emitidas pelo Sol durante erupções solares mais violentas são chamadas de “tempestades solares”. O(A) autor(a) confundiu “vento solar” com “tempestade solar”.
    As manchas solares foram descobertas pelo astrônomo alemão Johannes Fabricius em 1610, que para isso usou um telescópio refrator (ou luneta). O próprio Johannes pode ter notado antes as manchas a olho nu, e existe a possibilidade de antigos astrônomos chineses as terem observado também a olho nu. Se os antigos maias conheciam as manchas solares é outra história.

    (14) Comentário :
    O universo funciona com a intenção de nos beneficiar ? Fantástica pretensão !

    5ª. Profecia :

    “Diz que todos os sistemas, baseados no medo sob os quais está fundamentada a nossa civilização, se transformarão simultaneamente com o planeta e com o ser humano, dando lugar a uma nova realidade de harmonia.
    Os sistemas falharão para que o ser humano enfrente-se a si mesmo, a fim de que ele perceba a necessidade de reorganizar a sociedade e continuar no caminho da evolução que nos levará a entender a criação.
    Quase todas as economias do mundo estão em crise e o sistema de controle de informações pode sofrer um colapso, com o aumento da atividade solar, que poderá danificar os satélites (15).
    Com as labaredas solares, recebemos uma dose incomum de raios ultravioletas que expande a atmosfera superior, diminuindo a pressão que existe sobre os satélites que estão a baixas altitudes (16) .
    A economia e as comunicações são sistemas frágeis e interconectados com todos os outros. A rede elétrica é sensível às labaredas solares (17) . Ela é a coluna vertebral da nossa sociedade.
    Os sistemas religiosos baseados em um Deus que infunde medo, também entrariam em crise. Surgiria um único caminho espiritual comum a toda humanidade que terminará com todos os limites estabelecidos entre as diferentes formas de ver Deus.”

    (15) Comentário :
    Essa pelo menos faz algum sentido. Poderíamos imaginar que um grande aumento no nível de radiação eletromagnética e partículas carregadas, iria danificar chips nos satélites. Mas é claro que os fabricantes de satélites devem ter pensado nisso e tomado suas precauções. E estava bom demais, lendo o parágrafo seguinte vemos que o(a) autor(a) pensou numa causa de dano completamente absurda : diminuição da pressão sobre os satélites.

    (16) Comentário :
    Realmente as erupções solares aumentam o nível geral de radiação eletromagnética e partículas recebidas pela Terra, inclusive raios ultravioleta, o resto está errado. A espessura da atmosfera está sempre sofrendo flutuações, mas isso devido ao calor variável recebido do Sol.
    Quanto aos satélites, mesmo os de baixa altitude já estão numa região (acima de 600 km) em que a atmosfera é tão rarefeita que a pressão se torna desprezível. Acontece que sua velocidade é tão alta que são bastante afetados pelo atrito com o ar, mesmo muito rarefeito, e a órbita decai em pouco tempo. Este efeito é levado em conta quando se calcula a vida útil destes satélites.
    A pressão atmosférica dá uma medida indireta do número de moléculas de ar contido num dado volume : quanto maior a pressão, maior o número de moléculas. E quanto maior o número de moléculas, maior será o atrito atmosférico, esta é a conexão entre pressão atmosférica e atrito atmosférico. Mas são duas coisas completamente diferentes, e parece que confundiram pressão com atrito, o que não nos admira.

    (17) Comentário :
    Totalmente errado ! O que entendemos por “rede elétrica” são os sistemas de transmissão e distribuição de energia elétrica, que usam cabos condutores, operam a baixa freqüência (geralmente 60 Hz) e não sofrem qualquer influência das manchas solares. O(A) autor(a) queria dizer “rede de comunicações” e confundiu tudo. Ou talvez ele(a) pense que essas duas redes sejam uma coisa só.

    6ª. Profecia :

    “A 6ª. profecia Maia fala que nos próximos anos aparecerá um cometa, cuja trajetória colocará em risco a própria existência do ser humano (18) .
    Os Maias viam os cometas como agentes de mudanças (19) , que vinham para por em equilíbrio o movimento existente, para que certas estruturas se transformem, permitindo a evolução da consciência coletiva.
    Todas as coisas tem um lugar que lhes corresponde, todas as circunstâncias, até mesmo as mais adversas, são perfeitas para gerar mais compreensão sobre a vida e para desenvolver a consciência sobre a criação. Por isso, o ser humano, está constantemente enfrentando situações inesperadas que geram sofrimento. Esse é um modo para que ele reflita sobre suas relações com o mundo e os outros. Assim, ao longo de muitas experiências em muitas vidas, ele entenderá as leis naturais da razão e da criação.
    Para os Maias, Deus é a presença da vida em todas as formas e sua presença é infinita.
    Os Maias sempre estudaram e registraram os eventos do céu e esse seu alerta, é para prevenir a humanidade, do perigo que corre, por não conhecer as órbitas e os períodos de grandes resíduos que se cruzam com a trajetória da terra. Para um homem moderno, descobrir com antecedência grandes asteróides, que possam causar sua extinção e então desviá-los, seria uma grande façanha e o fato crucial que nos uniria como espécie (20) .”

    (18) Comentário :
    A ameaça de colisão de um asteróide errante ou de um cometa com a Terra é constantemente usada pelos místicos como reforço de suas mensagens. Seria mais realista optarem por usar sempre a ameaça de um meteoro gigante. Hoje em dia se aceita por exemplo, que a queda de um grande meteoro causou a catástrofe ambiental que liquidou os dinossauros. Mas os místicos nem sempre acham importante dar atenção a tais detalhes técnicos e cansativos.

    (19) Comentário :
    Nada de mais. Os povos antigos achavam que a aparição de cometas tinha um significado sobrenatural. No Ocidente, a crença de que os cometas pressagiavam algum acontecimento, geralmente ruim, era fortíssima até a Idade Média e permaneceu mesmo depois do Renascimento. Atualmente sabemos que os cometas nada tem de sobrenatural ou prodigioso, são apenas fragmentos de tamanho variável capturados pelo campo gravitacional do nosso Sol. Os cometas periódicos tem uma órbita elíptica extremamente alongada, e os não periódicos, isto é, os que aparecem somente uma vez, seguem uma órbita hiperbólica, que é uma curva aberta.

    (20) Comentário :
    Porque a capacidade tecnológica de detectar grandes asteróides e desviá-los iria unir a espécie humana ? Todo o texto das 7 Profecias sugere que o(a) autor(a) não confia nem um pouco na nossa capacidade de bem usar a tecnologia. Segundo ele(a), usamos muito mal o conhecimento científico. Será que não lhe ocorreu que um hipotético dispositivo, poderoso o bastante para alterar a trajetória de massas tão grandes, daria uma formidável arma ?

    7ª. Profecia :

    “Ela nos fala do momento em que o sistema solar, em seu giro cíclico, sai da noite para entrar no amanhecer da galáxia (21) . Fala também, que nos 13 anos que vão desde 1999 até 2012, a luz emitida a partir do centro da galáxia, irá sincronizar todos os seres vivos (22) e permitir-lhes que concordem, voluntariamente, com sua transformação interna, produzindo novas realidades, que darão a todos a oportunidade de mudar e romper suas limitações, através do pensamento.
    A energia adicional do raio emitido por Runacku (centro da galáxia), ativa o código genético de origem divina, nos seres humanos que estejam em alta freqüência de vibração (23) .
    A capacidade de ler o pensamento entre os humanos, revolucionará totalmente a civilização (24) . Desaparecerão todos os limites, terminará a mentira para sempre, porque ninguém poderá ocultar nada, começará uma época de transparência e de luz que não poderá ser ocultada por nenhuma violência ou emoção negativa.
    Iremos compreender que somos parte de um único organismo gigantesco e iremos nos conectar com o planeta, uns com os outros, com o nosso Sol e com a galáxia inteira. Todos os seres humanos entenderão que os Reinos Mineral, Vegetal e Animal e toda matéria espalhada pelo universo, desde um átomo até uma galáxia, são seres vivos com uma consciência evolutiva.
    A partir do sábado 22/12/2012, todas as relações serão baseadas na tolerância e na flexibilidade, porque o homem sentirá os outros como parte de si mesmo.”

    (21) Comentário :
    Noite da galáxia ? Amanhecer da galáxia ? Isso não existe !

    (22) Comentário :
    Agora a luz do centro da galáxia além de atuar sobre o Sol, também vai sincronizar os seres vivos ? Ridículo !

    (23) Comentário :
    Novamente o tal raio mágico emitido pelo centro da galáxia ? Código genético de origem divina? Seres humanos vibrando em alta freqüência ? Um completo delírio ! Nada faz sentido nesta frase, total desligamento da realidade !

    (24) Comentário :
    A partir de 22/12/2012 todos os seres humanos se tornarão telepatas ? Essa é boa !

    Para terminar, o que pode ser dito ? Não quero dar uma de psicólogo, mas o texto aponta para um caso de profunda alienação. A impressão é que o(a) autor(a) não pode suportar as complexidades da vida moderna e as contradições do nosso mundo do século XXI. Assim, rejeitou tudo, até o racionalismo e a Ciência, e criou seu mundo de fantasia, onde soluções mágicas com data marcada podem acontecer.

    CCSF – Setembro/2009

    • Acho que pode ser verdade o que eles falam mas primeiramente que fez o mundo foi Deus .
      bom mas si for verdade fazer o que o homem faz tudo pra destruir o mundo .

    • Larisse,
      Ele não é destruido, mas sim sofrerá transformações climáticas entre outras, que por acaso já começaram.
      Continue sua vida apenas sabendo que a terra passará por coisas que ela passa sempre de 26.000 em 26.000 anos, ela se “arruma” de novo.
      Sorte!
      KK

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s