Limites


limites.jpg          

Seus Limites.

 

Esse é o melhor termo que encontrei para descrever o que ocorre com muitas pessoas, sem mesmo que elas percebam, complicado que muitas pessoas se culpam por não serem “boas o bastante” para um eterno agrado familiar. 

Em geral chamo da “Síndrome do Patinho Feio”, quem possui essa Síndrome se culpa, se culpa e se culpa o tempo todo, por não ser nunca o suficiente. As boas notas da escola, o esforço na faculdade, depois o desdobramento no emprego, tentando sempre “o melhor”, a pessoa fica fadigada, entra em depressões terríveis, crises existenciais, chora se pergunta:- Será que não fiz algo direito. 

Cobranças familiares que nunca são satisfeitas, em geral os próprios pais que por quererem o melhor acabam dominando a vida dos filhos, às vezes até mesmo depois de casados, dando palpites de como ser, fazer, viver, andar, respirar, se comportar. Muitas vezes até por ameaças financeiras como, por exemplo: – Sem nós você não é ninguém! Você depende de mim para tudo! Você não é boa mãe ou bom pai! Você não é como imaginei! Você é ruim! 

Sabe aquela sensação de não conseguir agradar nunca? Ela mesma. Não se coloque culpas e culpas, afinal sempre os pais fazem o que podem, mas também podem exagerar sem perceber nas exigências e nos excessos de cuidados. 

Todos os seres humanos possuem limites! Sendo assim para que exista crescimento é necessário limites, principalmente após a vida adulta e depois de casamento, sendo necessário entender que os pais serão sempre seres maravilhosos, porem você também tem que ser um ser maravilhoso. 

Será que tem se cobrado além dos seus limites para agradar? E a sensação de nunca conseguir? 

Estamos dentro de um mundo onde todos estão em aprendizado, ou seja, todos possuem suas imperfeições, então uma pessoa imperfeita não deve cobrar perfeição da outra. 

Você possui limites que devem ser respeitados, principalmente por você mesmo! 

Saiba o seu limite e veja se está fazendo o que pode, e não o que é impossível. Esse tipo de atitude costuma fazer com que a pessoa faça dez atividades ao mesmo tempo, e nunca nada fica bom, por mais perfeito que esteja a satisfação não existe e as cobranças externas se intensificam. 

Não chore por ser imperfeito, ainda somos humanos. 

O cordão umbilical cai nos primeiros dias de vida, e ele deve cair conforme a maturidade chega. 

Muitos casamentos são destruídos por interferências maternas e paternas, e as vezes sem que a pessoa perceba, exigências demais para um ser só. 

Veja se cresceu se pode andar com suas pernas e principalmente ser feliz consigo, com a pessoa que você se tornou. 

Tome o controle de sua vida sem medos, coloque seus limites sem medo de magoar as pessoas, senão quem fica magoado é você. 

Tente se agradar mais. 

E lembre que, sem delimitação de limites, pode existir uma guerra. 

Sorte sempre!!!! 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s