Alma Gêmea ou metade da laranja?


ca5bjiyh.jpg     E sua busca pela sua alma gêmea? Como anda?

Espero que tranquila!

Alma gêmea, tantas cobranças internas para a busca do par ideal, noites de sofrimento, pensamentos, lágrimas, e sentimentos de solidão. Tirando as expectativas; – Será ele ou ela? Será que agora acertei? Será que serei feliz!

Uma busca as vezes doida, as vezes cansativa, também excitante. O Duro é com passar do tempo entre tentativas e erros paramos para pensar, o que talvez erramos ou acertamos nos relacionamentos, você pode ter aprendido muito.

Pense, o que podemos ter a cada término é o aprendizado do que gostamos, não gostamos, suportamos e o que queremos, não queremos, ou, quem queremos ao nosso lado.

Falar de alma gêmea não é brincadeira, é um mito, que acaba virando padrão mental, ou seja, se a pessoa não for exatamente como pensamos ou imaginamos, não serve, não é alma gêmea.

Pergunte-se em relação as regras,  dizem o tempo todo na busca da metade da laranja, a questão é… Você nasceu uma laranja inteira ou uma metade? Sendo que você nasceu inteiro(a) não é possível ter uma metade sua rolando por aí.

Seria provável que além de nascermos inteiros, possamos ter a sorte de vivermos dentro de um saco de laranjas, ou seja, somos laranjas inteiras convivendo com outras laranjas inteiras.

Ufa! O mito da metade da laranja não é tão real assim. Por isso talvez seja interessante pensar em par complementar.

Pares complementares, em geral o relacionamento tende a dar certo. Quando além de sabermos que somos inteiros e completos entre nossas imperfeições e perfeições, quando estamos bem internamente buscamos apenas (ou tudo isso) alguém que nos complete e principalmente nos faça pensar. Não é possível relação sem complementação, o que é muito diferente de apoio em outra pessoa.

Se nos apoiamos no outro e uma hora ele(a) der um tropeço a nossa queda é inevitável. Não se apóie no outro, mas pense em complementar o outro e que para sua vida um par complementar talvez seja melhor.

Aproveite as diferenças, a alma gêmea pode não ser tão gêmea assim, a graça de viver a dois está em complementações, eu não sou assim, mas o outro é!

Nossos pares podem ser mais avoados, mais divertidos, inteligentes, bonitos, agradáveis, turrões, sonhadores. Essa é a graça das diferenças.

Gêmeos? Metades?

Acredite que complementar. A vida tem mais sentido em uma boa companhia apenas diferente.

Se apaixonar com a certeza de ser inteiro.

Sorte sempre!!

 Karin Klemm

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s