O Que se Passa No Planeta Terra? Integrando o Feminino Enquanto Nos Preparamos Para O Que Esta À Frente


 

O Que se Passa No Planeta Terra?

Integrando o Feminino Enquanto Nos Preparamos Para O Que Esta À Frente

26 de Agosto  de  2007

Por Karen Bishop

Saudações!

(Uma breve nota: A minha nova equipe da web esteve trabalhando diligentemente no web site “O Que Se Passa No Planeta Terra?”. A fim de ter cada página absolutamente clara sem erros de programação, no formato php, de modo que possa ser visualizado facilmente por todos e por cada um dos navegadores, assim como para ter o mais recente alerta disponível para ser visto imediatamente quando for publicado, eles tiveram que redigitar todas e cada página, incluindo todos os arquivos. Isto foi um empreendimento massivo. Além do mais, eles me aconselharam a adquirir um novo laptop, de modo que quando eu publicar novos artigos, eles estarão também absolutamente claros. Com três tentativas em encomendar um laptop para os dois web masters e para mim mesma, após várias confusões, ele ainda não está aqui! Mas, pelo menos, eu tive uma oportunidade de adquirir um cor-de-rosa desta vez, com o último pedido. Obrigada a todos vocês por sua infinita paciência, e pelo seu contínuo apoio. Vocês são intensamente apreciados.)

E agora, o último alerta de energia:

A integração do feminino está fortemente sobre nós agora, enquanto nos preparamos para o que está à frente. Mais sobre isto e como está nos afetando poderá ser encontrado mais adiante nesta publicação, mas primeiro, como alcançamos este espaço em primeiro lugar?

A partir deste texto, estamos nos aproximando do Eclipse Lunar do dia 28 de Agosto, Terça-Feira. Foi nos dado aproximadamente 3 meses para liberar, liberar, e liberar quaisquer das velhas idéias, sonhos, pontos de vista do ego e percepções sobre as coisas, e quem pensávamos que éramos. Março de 2007 trouxe certa energia inacreditável e de rápido movimento, fomos capazes de manifestar rápida e facilmente, o que nos conduziu até o Solstício do Verão. Com o advento do Solstício, começamos então um processo de nos aprofundarmos, purificarmos e liberarmos, e realmente esclarecermos sobre o que era verdadeiramente importante para nós.

Estas são fases comuns e contínuas da ascensão, ou de nosso processo evolutivo espiritual. E elas continuarão de um modo predominante por mais quatro ou cinco anos (ou até 2012). Mas naturalmente, há sempre espaço para a mudança e uma linha de tempo diferente! Quando chegarem as novas energias, sentiremos imediatamente o seu impacto e às vezes dramaticamente, mas então nos será dada a oportunidade de integrarmos. Isto poderá levar algum tempo, já que este processo espiritual oscila com o tempo, até que cada integração esteja completa. É por isto que pode parecer que as coisas estão ficando piores, quando realmente, elas estão realmente ficando melhores. O resíduo de quaisquer energias mais escuras e mais densas se afasta repetidas vezes, até que eventualmente haja muito pouca densidade. O livro O Manual da Ascensão explica este processo e como ele nos afeta com muito mais detalhes.

O Eclipse Lunar será o mesmo, mas ele chegará como um apoio maravilhoso que finalizará este processo para nós. Ele apoiará a energia de “nas sombras e permanecendo tranqüilo”.

Este foi um LONGO processo. E durante todo ele, nós estivemos retidos, impedidos de avançar. Fomos retidos a fim de sermos protegidos das energias mais escuras e densas que se moviam desenfreadamente “lá fora”. Não nos foi permitido – sob qualquer circunstância incerta ou indefinida – participarmos de tais energias… a não ser para… observar e perceber a chegada do momento em que ofereceríamos nosso serviço à humanidade, que dele necessitava.

Assim de que formas todas estas energias se manifestaram para nós e qual estágio estamos experienciando atualmente?

Quando estamos sendo retidos, pode parecer que não queremos ir a nenhum lugar, falarmos ao telefone, ser uma parte de quaisquer atividades das quais sejamos usualmente uma parte, e basicamente apenas querermos permanecer em casa. Nem mesmo colocar um dedo do pé para fora. Isto se deve a nossa profunda conexão com a Fonte e com a nossa missão como Trabalhadores da Luz. Todos nós somos partes da mesma programação e da mesma Fonte de energia, e ela sabe exatamente o que está fazendo.

Nossa energia então se trata de “ficar em casa”. Ela é recuada, contida. E as energias externas se referem ao mesmo. Elas então não estão avançando atualmente também.

Assim, enquanto vocês estiveram sendo retidos, identificaram o que real e verdadeiramente desejam? Vocês querem se afastar? Vocês querem auxiliar? Vocês querem cheirar as rosas? Vocês acham que têm que fazer as coisas? É disto que vem a sua motivação? Ou ela vem da inspiração e da alegria? Qual é a coisa mais importante para vocês? O que real e verdadeiramente importa e lhes traz mais paz?

Assim agora, chega a energia feminina. É onde estamos agora. Nós estamos realmente no meio dela. E ela é divinamente diferente do que temos conhecido neste planeta em nossas existências atuais.

Em que formas ela se manifesta? Vocês podem querer não fazer qualquer coisa. O feminino não se trata de fazer. Trata-se de ser. Se tentarmos e fizermos qualquer coisa acontecer agora, pode parecer como navegar em areia movediça. Mas há uma razão dupla para a energia da exaustão que podemos sentir agora quando tentamos e fazemos algo acontecer.

Quando as energias estão “fora”, como elas atualmente estão, nós não estamos nem de longe tão conectados com a Fonte. Quanto mais vibramos e evoluímos, mais existimos em uma realidade que esteja muito conectada com a Fonte. Mas durante o processo de ascensão, as energias têm períodos de se moverem para dentro e para fora. Elas estão fora quando estão construindo… como uma onda de maré. E enquanto elas estão fora, estamos sempre realinhando e redefinindo.

Nos reinos mais elevados, a Fonte é o Criador, assim então, criamos facilmente e sem esforço. As coisas apenas parecem cair em nosso colo, cada pensamento nosso parece se manifestar imediatamente, e tudo isto é sem esforço e sem luta. Isto vem de uma forte conexão com a Fonte sem muitos bloqueios de densidade. É quando as energias estão “dentro”, e elas estão “dentro” agora na maior parte do tempo, conquanto fizemos muito progresso.

Devido às energias estarem se desvanecendo agora, ou “fora”, isto está criando uma conexão mais distante com a Fonte. Nós teríamos então que criar das próprias mentes dos nossos egos, ou de nossos próprios eus individuais. Este não é o modo dos reinos mais elevados, e é por isto que ficamos exaustos ao tentarmos, ou porque até simplesmente não temos desejo de fazer uma coisa. Nós não podemos fazer tudo. Não é possível. Precisamos da energia da Fonte como nossa parceira, assim como de nossos companheiros e grupos de alma no plano físico.

Assim há uma situação dual ocorrendo aqui durante esta fase. Estamos sendo retidos e estamos também integrando o feminino. Deste modo, estamos sendo verdadeiramente apoiados em todo e cada nível. Estamos sendo protegidos e estamos sendo preparados.

Outras manifestações da integração do feminino? Podemos ter tido gripe recentemente. Nossas células estão transmutando a níveis profundos, e isto causa exaustão, dor e pressão muscular, muito desconforto no pescoço, vertigem e fraqueza e náusea. Mas a principal manifestação física de uma profunda integração das energias mais elevadas femininas é dor abdominal e angústia. Cólicas, fluxos menstruais incomuns, e apenas dor evidente! Nossos corpos podem realmente sofrer com o processo de ascensão. Podemos tentar embarcar com um regime regular de exercícios físicos, e perceber que às vezes quando ocorre um processo de integração, temos então que suspender o nosso programa de exercícios. Simplesmente não temos as reservas de energia para prosseguir com ele. Ahhhhhh… este processo de ascensão! Para cima e para baixo, para frente e para trás.

O feminino se trata também de deleitar-se e permitir. Durante este período, poderá ajudar intensamente não fazer simplesmente nada. Descansar. Ser. Dar-se permissão de dar uma pausa. E se vocês têm um trabalho regular de 3D? Vocês podem desligar a sua secretária eletrônica, não atender ao seu telefone, permanecer afastado da internet, não assistir à TV, e remover-se simplesmente do mundo exterior uma vez que cheguem em casa, ou uma vez que terminem o seu trabalho de 3D para o dia. Isto pode realizar milagres e realmente entrar em contato com as energias atuais que estão se manifestando para nós. Desliguem-se do outro mundo tanto quanto possam durante este tempo ao ficarem retidos.

Vocês poderão então fazer algo criativo, ou simplesmente nada fazer. Nas últimas duas semanas (meu marido está distante combatendo um incêndio florestal… a última estação dele), eu percebi que o meio mais poderoso de estar em alinhamento com as energias atuais é simplesmente ficar tranqüila. Sem ler, criar, ou até me movimentar. Apenas permanecer lá repousando serenamente. Parece surpreendente.

Estas energias femininas de vibração mais elevada estão afetando muito. O ocidente será o mais afetado, pois ele tem possuído muito das velhas energias masculinas do poder e da agressividade. Estas velhas energias masculinas estão sendo derrubadas agora de um modo muito severo. Interiormente e exteriormente. Como sempre, estamos evoluindo interiormente e exteriormente. E é isto o que está criando a grande queda para grande parte de nosso planeta.

O Eclipse Solar de 11 de Setembro traz um cenário diferente. Ele marca o verdadeiro final deste período de aprofundar-se e liberar, mas não da queda. Tudo basicamente pára e se restaura, enquanto o Sol se revela novamente para avançar com os nossos eus novos e de vibração intensificada. E contribuindo a isto o Equinócio do dia 23, que traz sempre o novo, e temos muito no modo dos apoios energéticos do cosmos, conquanto somos todos um certamente, usando todas as nossas energias para apoiar o processo de ascensão.

A partir de Setembro, nossos novos planos começarão a se manifestar novamente. Após termos lançado fora muito do velho, em relação a limpar os nossos armários (literalmente!), realinharmos os nossos propósitos e desejos com a nova realidade de vibração mais elevada, ou até real e verdadeiramente nos ajustarmos ao nosso propósito de alma neste ponto particular no tempo, e especialmente libertando-nos das nossas partes que não mais se adaptam com o que está por vir, nós então estaremos preparados para avançar para o novo.

Nós então estaremos mais plenamente fortificados dentro da nova realidade que criamos para nós mesmos. Nossos próprios santuários especiais que residem como uma realidade dentro de uma realidade estarão seguros e salvos . O mundo velho ou exterior continuará a cair, enquanto observaremos e auxiliaremos às vezes, mas os nossos próprios mundos especiais serão dramaticamente diferentes do que as notícias estão nos revelando. Nós não seremos uma parte da queda. Nós estaremos em um mundo totalmente diferente.

Aqueles que ainda estão evoluindo em níveis diferentes podem escolher se apegar e tentar salvar o velho, mas isto não pode ser assim. Com o tempo, aqueles que desejam liberar e deixar ir farão isto, e haverá aqueles que os receberão com braços abertos no mundo do novo, pois lhes será mostrado um novo modo de ser e de viver.

Uma separação que é mais severa do que antes nos envolverá agora, mas é somente uma separação que resulta de uma disposição da parte daqueles que escolheram outro modo ou realidade. Entregar-se é verdadeiramente a chave. Isto soa como um dogma religioso, não é? Mas basicamente, trata-se de deixar ir tanto quanto for possível, os nossos eus do ego, e permitir tanto quanto possível que a Fonte se incorpore dentro de nós. Eu suponho que estamos todos sempre dizendo a mesma coisa. A separação vem somente de uma diferença nos níveis de vibração, e às vezes de uma diferença no propósito da alma.

Enquanto mais desastres naturais ocorrem, e mais começam a cair, a união será o resultado, e isto também criará mais uma disposição dentro das massas para admitir algo novo e diferente. Estes desastres naturais apoiarão a união de cada área, pois cada área vibrará de forma diferente de acordo com o seu próprio propósito especial. “Local” será a nova frase. Eu falo muito disto em Permanecer em Alinhamento, quando utiliza tanto o local quanto nos coloca tanto quanto possível em alinhamento com as nossas próprias áreas de residência e de propósito de vibração mais elevada… assim, embora comecemos a nos separar intensamente como um planeta, começaremos a nos ajustar ao nosso “local”, e então eventualmente associaremos todas as energias especiais de todo e cada propósito “local” em relação ao todo. Grande parte de tudo e de algo que esteja entre estas vibrações específicas e mais elevadas deixarão de existir.

Integrar o feminino agora, nos capacitará a incorporar mais compaixão nos momentos que chegam em relação à queda. O modo de sobreviver em um mundo decadente, durante breves visitas, é ficar em um estado de amor, de compreensão e de compaixão. Eu acredito que isto seja uma obrigação difícil em uma base contínua, já que não há muitos que poderiam conquistar esta proeza em um modo contínuo, mas ao permanecermos em nossos espaços sagrados da realidade elevada, e “voltarmos” apenas esporadicamente, poderemos então manter estes estados com muito mais facilidade, se por um tempo limitado. Pode ser difícil manter os estados de amor e compaixão contínuos, quando se está residindo na energia da decadência, quando poderá parecer como se estivéssemos sendo espancados, atacados, empurrados, ou até nos campos de energia de grande angústia. E além disto, estas energias de vibração menos elevada não se equiparam mais ao que estamos agora vibrando, e podem parecer evidentemente insuportáveis e velhas!

Haverá mais disto em futuros alertas de energia, já que o auxiliar exigirá uma necessidade de permanecermos em nosso centro, sem nos esforçarmos. Isto pode parecer estranho, mas ao permanecermos em nosso centro, ou em alinhamento, permitirá àqueles que estejam desejando, virem a nós, ou pelo menos estarem abertos a nós. Nós não precisamos deliberadamente sair e tentar ajudar, a menos que estejamos sendo chamados, e nós seremos . Tentar deliberadamente é a velha energia masculina, e é isto ao que estamos nos ajustando agora. Permanecermos tranqüilos, permitindo, estando presentes, e não “nos esforçando” é vitalmente importante. Isto cria o alinhamento perfeito que será necessário em tempos que virão.

Nós podemos agora praticar a “serenidade”. Podemos estar em nosso centro e em alinhamento. E quando as energias do avanço novamente reassumirem, estaremos novamente em posição perfeita com as nossas novas criações do céu na Terra.

http://www.novasenergias.net/oquesepassanoplanetaterra

http://www.whatsuponplanetearth.com

Desejo a vocês o Céu em seu coração, a luz das estrelas na sua alma e milagres em sua vida nestes tempos milagrosos.

Até a próxima vez, 

Karen

Tradução: Regina Drumond   reginamadrumond@yahoo.com.br

Fonte: http://www.novasenergias.net/oquesepassanoplanetaterra/alertas/ultimoalerta.htm

          

Site Oficial de todas as mensagens e alertas em Português do “What´s Up On Planet

Earth” com a devida autorização e aprovação de Karen Bishop.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s