A ASCENSÃO DE 11 DE SETEMBRO


01 de Setembro de 2007

A ASCENSÃO DE 11 DE SETEMBRO

Saudações!

Nós temos sobre nós, em um futuro muito próximo, uma enorme, fundamental, surpreendente e inacreditável oportunidade para uma real e verdadeira ascensão! É surpreendente de ver, e difícil de colocar em palavras. É para isto que estivemos nos preparando, nos últimos três meses (ou realmente, vários anos). É isto o que muitos estiveram sentindo que estava ultimamente no horizonte, mas podem não ter sabido exatamente o que era.

Uma oportunidade como esta, eu somente vi uma vez antes, quando o processo de ascensão começou há aproximadamente 6 anos atrás. Este será um esforço enorme e um salto dramático dimensionalmente. Nós temos literalmente uma oportunidade de passar para outra realidade… para outro mundo… para outro lugar inteiramente. Nós seremos capazes de pular dimensões e chegar em um mundo diferente… um que nunca vimos antes enquanto nestes corpos em particular.

Nosso processo evolutivo espiritual envolve muita oscilação, enquanto evoluímos de uma escada vibracional para outra com o tempo. Nós mudamos, liberamos, integramos, e evoluímos, repetidas vezes. Mas esta mudança em particular em um horizonte muito próximo é muito diferente de todo o resto.

Por que é diferente? A mudança através do portal de 11 de Setembro, durante o período do Eclipse Solar, (MAS SAIBAM QUE HÁ UMA JANELA JUNTO A ESTE MOMENTO TAMBÉM, E JÁ ESTAMOS COMEÇANDO A EXPERIENCIAR ALGUMA MANIFESTAÇÃO RÁPIDA E MÁGICA), literalmente separará dois mundos. Ocorrerá uma abertura vasta e inacreditável, e muitos atravessarão este portal. Esta será uma ascensão dramática. Os céus se abrirão, e muitos fracassarão literalmente. E saibam que ao passarmos este portal, nós não iremos “para cima”. Nós “atravessaremos”, já que a ascensão envolve retornar às profundidades da própria Terra. Entendam, o céu está realmente na Terra. Tudo acontece aqui. É onde o céu e a Terra se encontram. Retornar à Terra é uma parte vital e crucial do processo de ascensão. Assim, é através da Terra que ascendemos. Ela é o nosso portal.

Nós estivemos nos conduzindo em direção a esta ascensão mais intensamente nas últimas semanas, quando estivemos retidos (e certamente protegidos) de reentrarmos, ou ficarmos envolvidos com o velho mundo. Isto foi porque o velho mundo começará a sua grande queda até mais intensamente após ocorrer a ascensão do dia 11. Nós fomos protegidos e retidos em preparação para a ascensão em Setembro. Estivemos na estação ferroviária, com as nossas malas arrumadas (ou desarrumadas), tendo deixado os nossos velhos lares e nossas velhas vidas, esperando pela chegada do trem (e esperando e esperando), e ele chegará… muito em breve. E isto será muito dramático realmente.

Eu estive relatando que as coisas começarão a avançar em Setembro, mas eu preciso esclarecer que será um tipo diferente de avanço. Será um momento muito mágico, e eu digo “novamente”, conquanto estivemos nesta energia mágica antes, por períodos limitados de tempo, enquanto ela “espreitava” através das nuvens. Desta vez, as energias não estarão chegando tanto para que as experienciemos, mas estaremos “prosseguindo” para outra realidade que as incorporem 24/7.

(Com o pensamento negativo e baseado no medo, além de adquirir as ilusões do velho mundo, podemos também pular para fora desta nova realidade, se não formos cuidadosos. Mas nós somos somente humanos, assim isto ocorrerá muito provavelmente, mas aprenderemos rapidamente como navegar nas dimensões pelo modo que estivermos sentindo e pelo que estivermos experienciando).

Do outro lado do portal, nossos pensamentos se manifestarão imediatamente, estaremos em uma energia instantânea, seremos apoiados como se uma mão poderosa, forte, mas gentil estivesse sob nós, guiando-nos de cada modo, e presenteando-nos com coisas e oportunidades inacreditáveis que virão diretamente da mente da Fonte, e nos sentiremos reverenciados e maravilhados regularmente. Será um tempo como nenhum outro. Todas as nossas necessidades serão encontradas, como se por mágica. Como crianças inconstantes apenas soltas em um playground de maravilhosos jardins, arco-íris, fadas, e varinhas mágicas, experienciaremos muita alegria e reverência, e apenas diversão manifesta! E “tranqüilidade” e “fluxo” serão as palavras do dia.

Às vezes, quando a energia da luz retorna após uma assim chamada ausência, ela pode chegar com grande força e movimento dramático. Desta vez, será diferente. Será muito mais mágico, brilhante, vibrante com a poeira encantadora da iluminação, e o amor e a gratidão estarão no ar a qualquer momento. Esta é a energia que existe no outro lado do portal. Deste lado, não há guerra, raiva, medo ou abuso. Deste lado, não há insegurança, dor ou sofrimento. Há somente uma existência fácil em um mundo que literalmente flutua com pouca ou nenhuma densidade.

Os três meses que nos conduziram a este ponto foram desafiadores certamente. Às vezes, podemos ter duvidado de nossa fé, podemos ter revisto toda e cada coisa uma dúzia de vezes, podemos ter feito uma revisão da vida e ponderado em como chegamos aqui, neste espaço de não energia e tanta dor no mundo a nossa volta, podemos ter imaginado se estávamos onde precisávamos estar, ou talvez se fôssemos dignos de algo sob qualquer condição. Podemos ter sentido desapontamento em como as coisas tinham se tornado… ou até surpresos em como as coisas tinham se tornado. Ou nos perguntado: “Qual foi o ponto de tudo isto de qualquer modo?” E podemos ter imaginado se as coisas seriam novamente boas, ou se mudariam algum dia.

Esta foi a energia da desconexão. Como corações que foram removidos de um corpo durante uma cirurgia de vascularização, nós mais uma vez seremos repostos e preparados para bater novamente.

Recentemente, foi revelado que a Madre Teresa teve uma crise de fé durante 50 anos. Nós últimos 50 anos de sua vida, ela tinha se sentido desconectada de Jesus e de Deus, não sentia a presença de Deus em sua vida, e descreveu a sua crise como se vivesse no inferno. E ela se sentiu deste modo por 50 anos, mas ainda continuou com o seu serviço.

“Jesus tem um amor muito especial por você. Mas quanto a mim — O silêncio e o vazio é tão grande — e eu olho e não vejo, — Escuto e não escuto.” MADRE TERESA AO VER. MICHAEL VAN DER PEET, SETEMBRO DE 1979.

Em nossos momentos de confusão e dúvida, pode ser desafiador manter viva a nossa fé. Mas é a isto que se refere a fé. É um conhecimento de que o invisível realmente existe… uma crença em um poder superior que sabe mais do que nós. É um conhecimento de que tudo está sempre em divina e perfeita ordem, porque no fim, parece que descobrimos que as coisas estavam sempre no caminho, e se revelando de acordo com um plano divino e perfeito.

E quanto àqueles que aparentemente foram deixados para trás? O que se tornarão aqueles que estejam ainda se agarrando às velhas energias, às velhas manifestações de poder e de segurança? E quanto àqueles que não vêem? As escolhas serão dadas repetidas vezes, pois há sempre oportunidade para uma nova chegada do outro lado, para todo e cada indivíduo neste planeta. Enquanto o velho mundo começa a se despedaçar, uma espontaneidade será criada… criada com o propósito de entregar-se ao que ocorrer. Aqueles então, que estiveram se mantendo no medo ou no poder baseado no ego, terão a oportunidade de deixar ir e concordar com os modos diferentes de viver e de ser. Quanto mais escolher em se manter, mais tempo será a sua permanência no “inferno”. O contraste serve sempre para criar uma espontaneidade e desejo por algo diferente.

Isto me lembra das experiências que tive ao auxiliar almas presas que não tinham atravessado após a morte. Entendam, tudo o que existe em qualquer realidade, existe aqui na Terra, pois criamos estas ilusões em nossas mentes. Nenhuma novidade aqui… o que acreditarmos e escolhermos ver ou procurar, se manifestará como nosso próprio mundo ou realidade individual. Não precisamos ficar presos.

Enquanto atravessarmos os portais de 11 de Setembro, despedindo-nos do velho, nos encontraremos em nosso próprio céu. Estaremos em nossas próprias versões do que acreditamos que seja o céu. Estaremos salvos e seguros em nossos próprios santuários que criamos da simplicidade da vida, sem a conexão com os velhos sistemas. E estaremos muito certamente e sempre no momento… no agora. Pois é onde o céu reside.

Assim como atravessamos o portal? Quanto mais nos deslocarmos e nos afastarmos do velho mundo, mais experienciaremos o novo mundo. Nossos apoios chegarão como por milagres e mágica. Haverá muito mais compaixão e unidade com nossos companheiros… uma realidade mais suave surgirá.

Entregar-se é a chave. Permitir é a chave. Eu me lembro quando comecei um grande salto da ascensão em 2001. Eu entrei em um total torpor. Disseram-me que se eu relaxasse e deixasse ir, e confiasse realmente, tudo ficaria bem. Semelhante ao processo de morte enquanto no mundo de 3D, quanto mais temermos e resistirmos, mais difícil será o processo. E como estamos continuamente morrendo enquanto estamos vivos, o mesmo é verdadeiro.

Há algumas semanas atrás, o meu ser estelar companheiro (ou guia, ou meu aspecto superior, o que lhe parecer melhor), me disse que eu estaria deixando este mundo e não retornaria. Eu imaginei que se tinha uma doença terminal, mas agora eu sei ao que ele estava se referindo.

Se pudermos ir simplesmente com o que nos está sendo revelado, confiem que seremos intensamente cuidados, e ao deixarmos ir, poderemos viajar em uma surpreendente onda que nos depositará no céu. Quando me casei com o meu marido em Maio, eu o conhecia somente por três meses. Eu estava aterrorizada, pois nunca estive casada. Mas foi um casamento arranjado por nossas famílias dos seres estelares, e eu tinha que confiar apenas… CONFIAR CEGAMENTE. Agora eu estou no céu com este homem, e é assim a ascensão. Sempre que eu tive medo, nós tínhamos um período instável. É o mesmo com a ascensão. CONFIEM, CONFIEM, E CONFIEM ALGO MAIS.

Quando sairmos de nosso próprio modo, ou mentes do ego, ou perspectivas de como pensamos que as coisas deveriam ser, um plano novo e muito mais maravilhoso chegará até nós. O meu marido não se parece nada com o que eu poderia ter imaginado para mim mesma. Eu resisti muito inicialmente, pois ele não se adequava ao meu ideal, mas apesar disto, eu sentia uma enorme atração por ele e sabia que era onde eu pertencia, mesmo que isto não fizesse sentido. Oprah Winfrey disse uma vez que apresentar um show pela TV não era algo que ela já tivesse pensado para ela mesma… e agora olhem para ela!

Se continuarmos a nos focalizarmos no que está sendo revelado nas notícias ou até no velho mundo das ilusões, permaneceremos onde aquelas manifestações estão ocorrendo. E é isto o que está caindo. Nós não queremos ficar lá. O céu está aqui agora. Se nos focalizarmos nisto, é onde estaremos. Nós continuamos a passar por ele, não o vemos, não compreendemos que ele está bem a nossa frente, e permanecemos conectados com as velhas ilusões. As velhas ilusões é o que precisamos deixar ir, a fim de atravessarmos o portal. Precisamos ver onde verdadeiramente estamos agora, não onde a mídia ou o mundo exterior gostaria que acreditássemos que estamos.

Atravessar o portal de 11 de Setembro nos transportará para um céu seguro, não importa onde estejamos. As vibrações mais elevadas não podem ser afetadas pelas menos elevadas. Se estamos desejando nos estabelecer em uma nova área geográfica, somos usualmente guiados por uma paixão, alegria e um forte desejo de experienciar algum lugar novo que se equipare mais intimamente com a nossa vibração nova e mais elevada. Esta é uma coincidência perfeitamente orquestrada para nos levar onde precisamos estar também. Irmos continuamente em direção ao que parecer melhor, seja geograficamente, com o nosso trabalho ou nossas paixões, ou com os indivíduos, é um guia bom e verdadeiro para atravessarmos o portal.

(Outro cenário está presente também. Meu marido Phil e eu descobrimos que a antiga cultura Mogollon partiu subitamente porque eles sabiam que uma facção de vibração menos elevada deveria chegar, e a sociedade de vibração mais elevada dos Mogollon não poderia compartilhar o espaço com esta energia que chegara recentemente. [N.R. Cultura Mogollon – Os Mogollon foram uma das quatro maiores tradições arqueológicas pré-históricas do sudoeste dos Estados Unidos. A cultura ameríndia conhecida como Mogollon viveu no sudoeste aproximadamente de 700 d.C até algo entre 1300 e 1400 d.C. O nome Mogollon vem das Montanhas Mogollon, batizadas com o nome de um oficial espanhol, Don Juan Ignacio Flores Mogollón]. Atualmente, o mesmo cenário está se revelando, mas de um modo oposto. Aqui, na pequena cidade onde eu atualmente resido ao norte do Arizona, há um movimento substancial prestes a ocorrer. Os indivíduos e a energia que reivindicaram ser os primeiros colonizadores deste vale estão se preparando para partir. Eles não podem mais residir aqui. Os negócios estão fechando em toda parte, e embora este processo possa levar algum tempo, ele está começando. Assim então, certas áreas, organizações, e conseqüentemente, partirão ou mudarão intensamente, de modo que as energias mais brilhantes e de vibração mais elevada possam substituí-las. Estes, então, tornar-se-ão nossos espaços do céu. E estes espaços chegarão para nós de acordo com onde acreditamos que o céu esteja para todos e cada um de nós).

Se pudermos ficar tranqüilos, sentarmo-nos tranqüilos, estarmos no agora, e permitirmos e aceitarmos que onde estamos é verdadeiramente o céu na Terra, instantaneamente seremos impulsionados através do portal. O céu está no silêncio… está “aqui”. Deslocarmo-nos e impulsionarmo-nos, tira-nos deste espaço e afastados do céu. Viver na simplicidade e na aceitação pura, leva-nos através do portal. A permissão nos leva através do portal. O céu está aqui agora, e estarmos tranqüilos nos permite conectar com o que está bem aos nossos pés. Move o nosso foco para onde estamos, que é verdadeiramente no céu.

Se abrirmos os nossos olhos, poderemos vê-lo bem a nossa frente. E o portal de 11 de Setembro abrirá a passagem para a nossa chegada. Vocês estão preparados para prosseguir?

http://www.whatsuponplanetearth.com

Desejo a vocês o Céu em seu coração, a luz das estrelas na sua alma e milagres em sua vida nestes tempos milagrosos.

Até a próxima vez,

Karen
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s