O Que se Passa no Planeta Terra?


12 de Setembro de 2008

A LUZ INTERIOR

Saudações!

 

As energias não mudaram muito nas últimas semanas, mesmo que não haja muito a contar, de um modo estranho, há.

Nós estamos ainda em um estágio onde nos desligamos de uma “tomada” e os nossos plugues estão suspensos no ar até que nos liguemos a uma nova “tomada”… mas os vislumbres estão chegando para esta saída muito nova, de modos estranhos e algumas vezes de modos sutis. Este é um momento excitante, realmente. Enquanto estamos no estágio de estar desligado da tomada, estamos nos preparando e nos re-alinhando em preparação. Estamos nos preparando para um nós inteiramente novo, com um papel muito novo, ou um novo aspecto com os nossos atuais papéis.

Assim então, estar desligado significa que as coisas estão tranqüilas, enquanto recomeçamos do zero antes de começar novamente. Quando as coisas estão tranqüilas, às vezes pode parecer que há mais partindo do que chegando, mas isto mudará quando nos ligarmos novamente. As coisas ainda podem estar calmas exteriormente, mas não interiormente!

Durante este período de preparação, nos foi dada a oportunidade de nos abrirmos e incorporarmos muito mais luz. Depois que este estágio estiver completo, então começaremos a sentir os vislumbres de uma conexão muito nova.

Subitamente vocês podem se sentir muito poderosos sem nenhuma razão em particular. Vocês podem se sentir como se tomassem uma posição. Vocês podem se sentir preparados para deixar ir algo do velho que se entrelaçasse ao redor de vocês ou com o qual interagissem sem polidez. Vocês podem sentir que fizeram a sua parte de um modo mais elevado, mas foram os únicos, e agora devem avançar… preparados para se desconectar completamente de quaisquer energias que estivessem em um espaço muito diferente de vocês. Pode parecer que é o momento de fazer o que querem.

Alguns estão tendo sonhos de auto-capacitação, de re-conexão com algo novo, sólido, e de uma ordem muito mais elevada, e outros estão encontrando nova força em estabelecer limites. O ano e meio passado foi desafiador para muitos, mas estamos prestes a nos re-conectar finalmente com algo que não sentíamos por muito tempo… e vai ser muito melhor do que aquilo que sabemos até agora.

Vocês podem estar sentindo os vislumbres de serem fortes, poderosos novamente, pois durante a desconexão, podemos ficar desconectados de nossos eus verdadeiros e autênticos, porque estamos nos movendo para uma versão nossa mais pura e de vibração mais elevada. Isto pode nos fazer sentir ineficazes, fragilizados, perdidos, chorosos, e assustados, mas isto é somente temporário. Isto me lembra uma cirurgia de transplante cardíaco, quando o velho coração é removido, e todo o sangue é drenado de um paciente antes que um novo coração seja então implantado.

Além disto, ocorreu uma grande mudança nos últimos meses, embora possa não ter parecido, de qualquer maneira muito estava acontecendo. Esta mudança está diretamente relacionada com o que está prestes a ocorrer, e tudo isto tem a ver com a re-conexão com uma energia nova e diferente. Nos últimos meses, nós fomos removidos do velho, proibidos de mantê-lo de toda e qualquer maneira, e agora podemos nos encontrar em um espaço muito novo. Nossos velhos papéis de manter a luz para todo o planeta terminaram abruptamente. Isto pode ter causado confusão para alguns, pois quem sempre fomos mudou subitamente, mas estamos, como sempre, evoluindo. Nós não mais precisávamos fazer isto, pois concluímos uma fase muito importante.

Em tempos passados, as energias mais elevadas bombardeariam o planeta, e assim, criariam mudanças freqüentes. Mas enquanto o tempo prossegue, e como progredimos muito em nosso processo espiritual evolutivo, as energias de vibração mais elevada que vêm do exterior, começaram a diminuir e se acalmaram na freqüência e na duração. Portanto, estas fases intermediárias de “tudo está indo tão bem!” e “há tanta luz!” se tornaram raras e distantes.

Mas há uma boa razão para esta aparente falta da luz e para a presença da “escuridão”. Nós estamos agora incorporando muito mais luz interiormente. E por causa disto, ela não precisa mais chegar do exterior. Assim então, podemos pensar que quaisquer grandes fases de luz repletas de tranqüilidade e de glória que experienciamos no passado podem nunca voltar novamente, já que não a vemos como costumávamos. Mas o que está realmente ocorrendo é que precisamos tocar a bola… nós mesmos. A balança pesou… nós somos a luz como nunca antes. Há ainda a mesma quantidade de luz, somente ela foi distribuída agora de uma forma um pouco diferente, e está dentro de nós a um grau muito maior.

Deste modo, nós estamos liberando muito estranhamente do todo… todo o ser das energias exteriores do universo ou da Fonte, assim como todo o ser das velhas energias de criações anteriores no planeta. E sim, naturalmente nós estamos tranqüilos e estaremos sempre conectados com a Fonte, somente agora estaremos movendo e controlando a nossa energia de modos mais elevados e diferentes. Nós estaremos percebendo que o modo com que utilizamos a energia será agora um pouco diferente. Nós precisaremos então controlar a energia através de nós mesmos de modos diferentes, e seremos guiados e conectados com estes modos diferentes sem que precisemos conscientemente saber como. Assim então, nos graduamos.

Deste modo, estamos sendo encorajados a fazer o que queremos fazer. Isto significa que as conexões com as energias exteriores da Fonte como podemos ter feito no passado, a fim de nos ligar ao “fluxo” para encontrar a nossa direção ou caminho, não são mais tão necessárias. “Do que você está falando, Karen?” Digamos que, por exemplo, que precisamos tomar uma decisão. Em tempos passados, podemos ter procurado “um sinal” ou podemos ter esperado que fôssemos guiados pelas energias mais elevadas da Fonte, ou que colocássemos a luz fora de nós. Agora podemos escolher o que queremos, e então fazê-lo funcionar. A responsabilidade é inteiramente nossa. Não há certo ou errado, ou até orientação de cima, pois a única orientação agora é que “a responsabilidade é nossa”. Nós a adquirimos. Nós estamos nos re-conectando então, mas estamos nos re-conectando conosco.. com os nossos eus verdadeiros, autênticos e repletos de luz.

Mas estamos também nos conectando com um todo novo, enquanto nos liberamos de um todo do passado mais velho e de vibração mais densa. O novo todo é formado de energias mais puras… e o mais importante, é formado de nós. Assim então, estamos nos conectando conosco e estamos nos conectando também uns com os outros. É portanto muito mais sobre nós agora.

Enquanto liberamos o “todo velho”, nós começamos a aprender sobre discernimento e limites. Embora possam ter ainda muitas energias diferentes querendo chegar dentro de nossos espaços, nós interagiremos agora com elas de modos novos e melhores. Isto é porque não estamos mais conectados com elas dos modos do passado. Nós estamos agora mais desligados e podemos ver simplesmente o amor em cada situação, pois agora sabemos que a situação toda não tem a ver conosco. Nós não precisamos mais “trabalhar com elas”, ou até tentar e ser uma parte delas. Não estamos mais conectados, assim podemos agora observá-las, saber que elas agora não tem nada a ver conosco, e confiantemente vê-las de um modo amoroso.

Coisas maravilhosas estão prestes a acontecer, mas estas coisas maravilhosas estão todas em relação a como escolhemos lidar ou interpretar o que ocorre conosco em uma base diária. Nós não precisamos estar “esperando” que chegue um dia melhor, pois cada dia tem, como sempre, seus próprios presentes e beleza se assim escolhermos enxergar. O melhor dia, então, vem através de nós. Deste modo, somos agora mais poderosos do que nunca. Sim, podemos ter utilizado este conhecimento e estes princípios em tempos passados, mas tem ocorrido uma mudança monumental agora, assim as coisas estão diferentes sob este aspecto.

Enquanto o equinócio do dia 22 de Setembro se aproxima, assim se aproxima a nossa mudança e a nossa conexão com as coisas novas. Coisas mais brilhantes e melhores dependerão de todos e de cada um de nós agora, mais do que nunca, pois somos os criadores principais. Conectarmo-nos com a nossa paixão, com os nossos verdadeiros e autênticos eus, com o que nos faz nos sentirmos ótimos, e com amigos agradáveis e especiais são os modos fundamentais de nos conectarmos com mais luz. E saber quem real e verdadeiramente somos, enquanto trazemos esta dádiva ao planeta, nos colocará automaticamente em um grande e surpreendente alinhamento.

Eu estarei na Carolina do Norte passando o tempo com os meus netos de 15 até 25 de Setembro. Eu não tenho acesso à Internet lá, que me permita publicar os novos alertas de energia no web site, assim não haverá um novo alerta antes de 25 de Setembro, só após esta data. (a menos, naturalmente, que haja novidades inacreditavelmente excitantes para relatar, antes que eu parta no dia 15!)

Como sempre, muito amor a todos vocês…

http://www.whatsuponplanetearth.com

Desejo a vocês o Céu em seu coração, a luz das estrelas na sua alma e milagres em sua vida nestes tempos milagrosos.

Até a próxima vez,

Karen
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s