Eu Te Amo


Amor – Eu Te Amo!

namoro-trabalho-180208

Cada vez mais me assusto mais com a banalização da palavra amor.

Muitas pessoas me procuravam e diziam, perdi meu amor (pensava eu – O amor próprio?).

 A palavra amor se tornou alvo de mentiras constantes, onde se diz que se ama a outra pessoa como se estivesse dizendo – Me dê um copo de água.
 
 Relacionamentos onde se diz tanto o famoso “eu amo você”, e na primeira discussão uma das partes vira as costas para o outro e se vai, deixando o eu te amo no ar e um imenso vazio de sequer uma conversa.

 Homens e mulheres dizendo a quem conheceu há poucas horas o “eu te amo”, apenas para ver se com essa palavra o outro cai nos encantos e vira um jogo de vantagens, onde o amor passa longe e vira um jogo de palavras lindas e interesses próprios.

 O ser humano não sabe amar, nem demonstrar amor.

 A paixão por ser uma emoção é rápida, emoções são rápidas, mas amor é sentimento, é na alma.
 Deve-se pensar bem antes de um “eu te amo” momentâneo e ver se essa linda palavra em questão de dias ou meses pode tirar o chão de uma pessoa.

 Sei que para amor não se tem termômetro, mas pelo menos respeito.
 Muitos acrescentam ao “eu te amo” o vou “casar com você”, ou o mais doido “você é tudo para mim”, “sem você não sei viver” (não sabe viver sem outra pessoa, quanta incompetência).

 Amar acima de tudo e amar a si em primeiro lugar, pois aprendendo isso qualquer pessoa seria incapaz de machucar outra.

 Essa loucura de falta de amor, respeito, consideração ao próximo é pela total falta ou banalização do amor, é tanta falta de amor que aí estão essas guerras horrorosas, e as guerras entre namorados, casais, pais e filhos. Na verdade amor se foi o que sobrou é um orgulho grande e um egoísmo enorme, para que a manipulação com o amor dê certo.

 Quando você pensar, acho que estou amando, pare e pense bem.
O amor não deve ser mais banalizado.

Sorte Sempre!
Karin Klemm

Anúncios

4 pensamentos sobre “Eu Te Amo

  1. Acredito que você escreveu muito com poucas (mas sábias) palavras.
    Acontece que o amor, pelo menos o amor que eu acredito que não exista na terra é aquele onde não esperamos nada do outro. Ou seja, quem ama, deixa o outro livre. Quem está livre, pode até voltar, quem está preso não pode nem amar. E mais, quem ama mesmo, de verdade, não significa que nãi irá magoar o outro, significa que deixará o outro livre para decidir. E mais e finalizando, amor, o verdaeiro amor é aquele que não coloca condições, ou seja; não coloca expectativas, ou seja; amo você, porém, vc não pode sair vestida assim, amo você, porém quero que faça isso e mais aquilo outro, amo você, desde que , isso e mais aquilo outro. Isso tudo é condição e se me amem com certas condições, isso não é amor incondicional e se não é amor incondicional é o amor carnal apenas e deste tipo de amor é que se constroem as guerras.

    Coitado dos humanos…. risos, que racinha mais infeliz em seus corpinhos mortais e murchos.

  2. AMIGA, ESTE FOI UM DOS TEXTOS MAIS CONSCIENTES E COM A VISÃO MAIS REALISTA SOBRE O QUE SE TRANSFORMOU A PALAVRA “AMOR” NOS DIAS DE HOJE.
    NÃO É A TÔA QUE O MUNDO ESTÁ TÃO CARENTE DE SENTIMENTOS VERDADEIROS.
    VOCÊ REALMENTE CONSEGUIU EXPRESSAR O QUE TODOS NOS SENTIMOS MAS MUITAS VEZES NÃO TEMOS CORAGEM DE FALAR.
    COMO SEMPRE VOCÊ ARRASOU, PARABÉNS.
    FIQUE NA LUZ.
    BEIJOS EM SEU CORAÇÃO.

  3. quem ama com puresa de alma, aceita a outra pessoa como ela é, sem cobranças ou querendo fazer dela sua imagem e semelhança, o amor que escravisa na minha opinião é o amor louco, o amor incondissional é saudável, paciênte, sereno, deferente do amor egoísta, ciumento, e controlador, esse ficou louco de paixão tem que se curar

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s