Sair da depressão, ato de coragem


cae64iam.jpg    Tenho visto muitos casos de depressão, e neles pude observar alguns padrões mentais prejudiciais e em geral não perceptíveis para o deprimido.

Poder mudar o que pensa é uma dádiva que nós seres únicos podemos ter, se pensamos uma coisa qualquer, a qualquer momento podemos pensar nela de forma diferente.

Na depressão a sensação de não conseguir tomar nenhuma atitude é constante, desistir de idéias que façam melhorar, na hora que consegue ter forçar para ir ao terapeuta, dar uma saída com amigos, fazer algo bom por si, essa vontade na hora”H” se esvai, e com ela todas as possibilidades de sentir-se melhor e sair de um padrão mental ruim.

Se estiver muito triste procure sempre fazer algo que goste, lembre-se das coisas que gosta (porque até elas podem ter sumido).

Não deixe a tristeza perdurar demais, veja o que você pode fazer para sair dessa situação (e não vale dizer “nada dá para ser feito”) afinal seres humanos podem tomar atitudes.

Procure ajuda se estiver além das tristezas, terapias e médicos existem justamente para ajudar a superar crises.

Medite, tire uns minutos para ativar suas forças internas, fazer uma oração, meditação, respirar e pensar que isso tudo vai passar.

Atos de coragem são necessários, investimos em tudo e em todos e na hora que precisamos abrimos mão de nossa vida e nossos sonhos? De forma alguma abra mão de você e da vida que tem, ela pode melhorar a partir do momento que você decidir que isso será feito, que você está no comando das suas ações e ninguém mais.

Tome seus bons pensamentos para você, coloque seus planos em ação, começe a sonhar novamente.

Sonhar é necessário para todos, através deles que costruimos metas e planos. Se viu que parou de sonhar, tente começar de novo, nem que seja com um sonho pequeno.

Viver é um ato de coragem, viver bem ou mal está em nossas mãos. 

Aprenda que experiências ruins todos tem, mas tenha dignidade de pensar nelas como aprendizado.

Saber pedir ajuda também é necessário quando as forças se esvaem, Investir em sua melhora, em sua qualidade de vida, em seus sonhos, em suas meditações.

Viva bem!!!

Sorte sempre!

Karin Klemm

About these ads

237 pensamentos sobre “Sair da depressão, ato de coragem

  1. Li várias vezes este post e cada vez mais fico impressionado com a clareza e com a acertividade com que escreve.

    Você é uma grande psicóloga, artista plástica, mulher, mãe e esposa.

    Sucesso Sempre.

  2. Acho que estou em depressão há mais de 5 anos e não consigo tratamento aqui onde moro, venho sofrendo muito e tendo diversos problemas em virtude disto, as vezes fico melhor, ae pioro e fico muito tempo assim, sio e volto e asim em sido os meus dias, uma luta diária, sem remedios ou tratamento! o que posso fazer pra tentar melhorar comigo mesmo….e existe possibilidade de mantermos algum contato de conversas em que eu possa me aconselhar com vc, ou alguem

  3. Marcel,

    Olá

    Infelizmente não tem como sair de uma depressão severa sem um auxílio adequado. Por esse motivo nós terapeutas e médicos estamos aqui, para ajudar nesse momento ruim que muitos passam.
    Gostaria de saber em que cidade está. Para ver se posso atendê-lo ou ver um profissional em sua região.
    Você não precisa viver mal, busque ajuda sim, a vida é muito curta para ser ruim.

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

    • tenho uma dor de cadeprebeça muito forte e depressãobipolar tomo quase 2 mg de rivotril trileptal 300mg lexapro 5mg , tenho um filho de 3 anos queria ter outro mas como se pra ter esse ja quase mori agora tomando todos esses remedio não posso engravidar estou querendo a morte por favor me ajede não queria tomar remedio o que faço

  4. olá!!!
    gostaria muito de ajudar uma pessoa, que está com depressão, não sei como ajudar.
    Ele se sente muito triste e com desânimo não tem vontande de fazer mais nada, só tristeza e muita pressão no trabalho é o que está fazendo ele ficar assim , preciso de tua ajuda para me orientar obrigado.
    espero resposta bju

  5. OI na verdade não sei o que estou fazendo aui lhe enviando esse email..
    Perdi totalmente a vontade de viver no sentido se me relacionar com as pessoas,eu sei que todo mundo tem divida, marido, familia doente,mais infelizmente no dia de hoje não consigo achar um motivo real para viver bem.
    Tenho 28anos, 2filhas(Maria Eduarda 4 e Janaína 10) sou casada a 5 anos (o Pai da Janaína morreu quando eu ainda estava gravida de 3 meses. Foi baleado pela policia era traficante de drogas. Hoje meu marido é uma pessoa boa, trabalahadora mas tem o vicío da bebida.Ele tambem é uma pessoa bastante carente de família (a sua mãe nunca lhe deu muita atenção). Faço faculdade de Markting e tenho bom emprego. No momento estou totalmente atolada em contas. Ocilo monento de muitas alegrias com monentos de imensã solidão. Choro dou rizada, brigo e muitos momentos tento ser alguém moralmente não sou. Estou infeliz , depressiva e não sei mais o que fazer para sair dessa mania de perseguição que estou vivendo. Passo tempo todo achando que ningém me ama, que não sou uma mal profissional, e até que não sou uma boa mãe……….Me oriente estou cansada de mim e com mania de perseguição

    abraçõs obrigado

    • Olá, querida, tb li seu depoimento e fiquei triste. Quero dizer que já me senti muito pra baixo também e a terapia me ajudou muito. Ler é muito bom, por isso gostaria de te indicar um livro maravilhoso que acabei de ler e que também me ajudou muito, é o EU IMORTAL da Ed Novo Século. Me ajudou a ver a vida um pouco diferente. Leia! Foi bom para mim. grande abraço Cris

  6. Olá Elaine

    Fiquei triste em ver seu depoimento, você passou por muitas turbulências emocionais e agora está sofrendo toda carga de uma vez só.
    Estamos em um mundo que temos que ser “super mulheres” , mas nem sempre é possível ser assim todo tempo.
    O que posso lhe ajudar é dizer para resgatar sua auto-estima, ter um tempo para realizar o que gosta (qualquer coisa que lhe de prazer, com caminhar, um exercício, enfim… fica com voce).
    Resgatar você para que todos fiquem bem e para que essa crise (que parece já estar grande possa passar).
    Sem dúvidas você precisa de um auxílio, e com certeza o melhor nesse momento é um terapeuta, estamos aqui para isso, trabalhar todas as questões que você relatou e você poder voltar a se sentir bem.
    Busque um terapeuta, não crie resistência nesse momento de crise, estamos aqui para os problemas emocionais, como os médicos estão para as doenças.

    Karin Klemm
    Sorte Sempre!

    • ola !!!estou presizando muito de ajuda. vim para portugal a 6 anos deijei meus 2 filhos des de entao sinto me muito vazia.entre tanto conhecir uma pessoa e tenho agora outra filha ,pensando eu que ia amenizar a falta dos outros dois mas nao e bem asim ,ela mim distrai muito mas a falta que eles mim faz nada pode curar,.sinto sem saida dividida com meu marido e minha filha aqui e meus dois filhos la bem longe de mim, sinto me completamente impotente sem sada.obrigada espero que possa me ajudar em alguma coisa..

  7. ola!! os medico falam que tenho depressão devido algo que aconteceu comigo, mas minha depressão não é de querer morrer de ficar triste eu me sinto mal fisicamente parece que vai me dar um treco, ai fico com medo pensando mil e uma coisa, fico de cama não consigo me movimentar muito me da tontura ai melhora depiouis volta sera que isso é depressão mesmo? o que eu faço?

  8. Carolina,

    São poucos os dados, mas está me parecendo mais uma crise de ansiedade do que depressão, ou um quadro misto.
    Não se trate apenas com médico, você precisa de um psicologo (a), não sei em que cidade está, mas busque mais ajuda.
    Você não merece viver assim.Se já está afetando seu físico corra atrás de um psicólogo e um psiquiatra.
    Se estiver em SP capital estou aqui.

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  9. OI

    ESTOU ME SENTINDO TRISTE POIS MEU AMOR FOI EMBORA PARA ESPANHA E NÃO ME LIGOU AINDA E ESTOU SOFRENDO DEMAIS, POIS NÃO SEI O NÚMERO DELE,SÓ TENHO VONTADE DE CHORAR MAIS NADA, ESTOU CHEIA DE CONTA E UMA FILHA PARA CRIAR. E ESTOU PEDINDO SOCORRO TENHO VONTADE DE MORRER

  10. Olá Itatiara,

    Sei que perder um grande amor não é fácil, mas você nunca deve esquecer de amar você também.
    Tente imaginar que você existe e vive.
    Quando nos apoiamos demais em um grande amor, é como se fosse uma muleta nossa, se caso ela cair, nós caimos junto, por isso agora é hora de levantar.
    Levante-se, retome suas forças, que tudo acaba se resolvendo.
    Leia nesse site “Programando o futuro” e tente se animar em buscar novos planos.
    Se estiver deprimida demais por favor busque ajuda de um profissional em sua cidade.

    Sorte … muita sorte
    Karin Klemm

  11. olá

    sou um jovem de 21 anos que se encontra actualmente num estado depressivo.Nao sei dizer qual a altura em que isto começou mas sei que já dura à tempo demais.
    Para perceber o que estou a passar vou referir alguns sintomas e pensamentos que tenho. A apatia é algo que se apoderou do meu corpo chegando mesmo a por em causa a minha propria existencia.Tenho dificuldade em ter consciencia do meu corpo e da minha alma.As vezes dou por mim a olhar para algum sitio e nem ter consciencia do que estou a ver.
    A falta de pensamento tambem faz parte dos meus dias.A constante permanencia em frente a televisao leva-me a ficar horas sem ter um pensamento.Algum pensamento que me surja nesse momento são sempre negativo e muito relativos à morte.
    Nos ultimos tempos afastei-me dos meus amigos por nao saber e nao conseguir estar com eles.Ja tive momentos em que fugi mesmo deles ao velos em qualquer sitio. Mesmo quando vou à faculdade tento sempre nao falar com ninguém. como pode perceber isto só faz com que eu me sinta ainda mais depressivo, triste e inseguro. Tenho mesmo a sensaçao de que ninguem gosta de mim embora saiba que isso nao é verdade.
    Já tentei a ajuda de alguns profissionais mas nenhum consegui resolver meu problema talvez por falta de interesse.
    Inflizmente sou uma pessoa muito carente e fria com os outros.talvez pelo facto de nao ter tido a presença de um pai na minha vida.Isto faz com que nunca me abra com ninguem aumentando o meu sentimento de tristeza e solidão.
    Muitos outros sintomas deveriam ser escritos mas penso que já percebou o que estou a passar.
    Gostaria que me desse algum conselho para sair deste estado que me esta a roubar a vida e os melhores anos da minha vida.
    Abracos

  12. Olá Itatiara,

    Na verdade não é um site, mas está nesse Blog mesmo, na parte da Lei da Atração.
    Coloque na busca dentro desse blog mesmo com o nome “Progamando o futuro”, fui eu que escrevi.

    Sorte Sempre!

  13. Olá Ribeiro,

    Li seu caso com atenção e vi o quanto deve estar sendo difícil para você estar vivendo assim.
    Sinto que esteja com um grau de depressão acentuado, por isso vou insistir que procure um profissional, no caso um psicologo(a) e um médico, você precisa dos dois para sair rápido desse estado.
    Técnicas alternativas como Reiki, Florais, acupultura, Homeopatia, massagens, tendem a ajudar no processo como um todo.
    Realmente temos que pensar em como você sair rápido desse estado, você não precisa ficar assim por muito tempo em extremo sofrimento.
    No caso eu daria a sugestão de buscar um psicologo(a) que atendesse na linha Comportamental, essa linha é mais rápida para tratar seu caso.
    Uma outra sugestão é começar a buscar a sua força que existe dentro de você, ela está aí, não pense que ela foi embora, apenas não está no momento. Resgate sua auto-estima, goste de você, busque fazer alguma atividade que saiba que gosta, pode ser música, pintura, academia, enfim…não se esqueça de resgatar você.
    Lembre-se que com o passado a gente aprende, mas é hoje no presente que podemos melhorar tudo, inclusive o nosso futuro.
    Programe por escrito coisas boas para você. E quando vierem os pensamentos ruins que te jogam para baixo, troque esses pensamentos por pensamentos bons… já é uma técnica que você pode começar a fazer hoje.
    Goste de você acima de qualquer coisa,faça o que gosta, ame você mesmo com seus defeitos e qualidades.
    Seja forte e perseverante, faça os tratamentos que citei, vai dar certo.

    Desejo sorte e espero boas notícias em breve.

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

    obs: Quando se sentir melhor leia o post que está em meu blog chamado “programando o futuro” (na parte da lei da atração).

  14. Gostaria que voce me informasse se possível o e-mail ou celular da Itatiara Souza, citada nos comentarios. Conheci uma pessoa a muito tempo com este nome e gostaria de entrar em contato para saber se é a pessoa que procuro.

  15. estou passando um momento muito dificil no meu ralacionamento com meu marido,sou 27 anos mais nova que ele,estamos juntos a 2 anos,so que eu tive um dessentedimento com o pai dele,e agora nossa vida e so discutir,e voltar ao passando,fica o tempo todo me lembrando,eu estou ficando sem saber como ajir ,para voltar a viver bem com ele e com seus familiares,nós nos amamos muito mais a cada dia estamos mais distante um do outro,e acaba que toda discusao acaba em muito sofrimento para nos dois..

    alguen pode me dar uma ajuda?

    rafaela

  16. Olá Rafaela,

    Diante do que relatou, uma das hipóteses é realmente tentar se reaproximar da família dele (se isso é tão importante para ele assim), sempre digo que vivemos em comunidade, e saber lidar com família, marido entre todas as pessoas é um aprendizando diário.
    Mas façam isso juntos, afinal juntos estão.
    Terntar viver bem na terra é realmente um grande jogo de cintura, mas tudo para que possamos viver mais feliz.

    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  17. sabe eu desde pequeno que sofro uma depreçao terrivel..nao sei se foi porque eu perdi minha mae cedo.. mais desde quando eu perdi ela que sofro muito sau uma pesso muito carente de tudo.. na verdade me cinto revoltado eu me cinto muito emcapaz de tudo ja tentei me matr tres veses mais nao consegui mais sempre tenho um pouco de e esse pouco de esperança que que faz eu esta ate h0je aqui..e o pior e que niguem me entede nao sei pra quem me abri cinto vontade de me abri com alguem que me faça muda mais e essa pessoa que eu ainda nao encontrei eu vivo eternamente com uma dor no meu peito uma dor que pareçe que vai viver comigo eternamente..o que eu queria mesmo era pode pelo menos um dia viver sem essa dor que me tormenta essa tristesa que acada dia me sufoca por dentro fasendo eu chora em lagrimas. mais nao consigo encontra nimguem ou melhor a soluçao ..
    o que eu cinto é um amargo dentro de mim algo que me sufoca e nao me deixa eu vive.. sabe eu luto tento faço de tudo mais sempre ela me vençe e esse mal que nao faz com que eu viva feliz..ja cinto isso ha mais de 14 anos.é isso mesmo ha mais de 14 anos com esse amrgo dentro de mim.. o pior e que nunca nunca nimguem entede você, sempre que estou sozinho começo a pensa muitas bobagens a minha cabeça fica cheia de besteira ate chega a doer e eu luto pra pensa outras coisas mais nao consigo poxa o que eu faço.. mais ainda tenho uma esperança e como se de 100% so tivesse 5%de chançe, mais e esses 5 por sento que me faz pen sa que no final do tunel ainda ha uma saida.. sabe eu nunca pude brinca com meus amigo feliz.. sempre disfaçei meu olhar meu sorrisso meus gesto tentado esconder a dor que se econtra dentro de mim. sabe nem tudo que agente falamos e os gesto que praticamos siguinifica o que sentimos. eu sou muito solitario por dentro, pareçe que eu estou vivendo nesse mundo sozinho solitaria sem nenhuma pespequitiva de nada.
    por favor me mostre uma saida so quero pode sorri e nesse sorriso mostra que realmente e um sorriso de felicidade.
    so quero me encontra com migo mesmo e sabe quem eu sou, porque até agora ainda nao sei realemnte quem eu sou. sabe quero tira essa dor que corrope minha alegria .
    me ajuda!!

  18. Olá Emanuel,

    Vi seu relato e imagino a quanto tempo sofre, mas você tem uma vida para viver, e tem que viver bem.
    Estamos na terra de passagem, sendo assim temos que viver da melhor forma possível, e sem dúvida alguma passamos todos os dias por bons e maus momentos.
    Temos que superar, ser fortes, para os eventos ruins, porque depois coisas boas também acontecem.
    Abra-se para o novo, busque uma ajuda em sua cidade de um psicologo(a), estamos aqui para que em terapia tudo seja revisto e você possa viver bem, superando os problemas e tristezas.

    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  19. Olá,
    Estou passando por um momento díficil na relaçao com minha namorada..
    tenho 25 anos e ela 21, ja estamos completando quase 7 anos de namoro, e de uns 2 meses pra trás, a relaçao esfriou muito.. éramos mais amigos que um casal mesmo!! Conversamos e decidimos afastar um pouco pra ver se dava saudade e sentir falta um do outro.. tem 3 semanas que estamos afastado, e eu estou sofrendo demais… È dificil pra dormir, falta animo pra tudo..
    Conversamos e sentimos que ainda nos amamos, mas pra ela ainda é cedo para voltar.. ta muito díficil essa situaçao para mim… dar esse tempo sem ligar, sem ver… ta insurpotável..
    Gostaria muito de um conselho para tentar sair dessa situaçao..

  20. Olá Fábio,

    Diante da situação que colocou imagino que as incertezas são piores que um não.
    No momento aconselharia a você se focar mais em você e menos no problema.
    Precisa recuperar a sua auto-estima, os relacionamentos são complementos em nossas vidas, mas por muitas vezes tratamos o relacionamento como se fosse “a nossa vida”, a vida é cheia de coisas importantes, as quais esquecemos, faça coisas que gosta de fazer, tenha mais amigos, um esporte, enfim, quando aprendemos a gostar de nós, todos também gostarão, ou seja, se valorize, assim será valorizado.
    Não se esqueça de você!
    Avalie a situação, pesar prós e contras, e veja se tudo tende a realmente dar certo, sendo que vocês sejam um par complementar e não par de apoio (quando apoiamos nosso relacionamento em alguém, se esse alguém sái o nosso chão vái junto), entende o porque é importante você se valorizar?

    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  21. Procurar fazer oq gosta… Nao sei mais oq gosto, acho q nao gosto mais de nada!Quando se perde algo q julgamos indispensavel, é como se perdessemos uma parte do corpo e nao sabemos como fazer sem ela.Tô assim.Sei q preciso de ajuda, mas ate isso nao consigo procurar.Vou tentar seguir os conselhos q li aqui.Mudar a rotina talvez… De qualquer forma, muito obrigada.Vi q nao sou a unica q sofre…

  22. Bem….es tava por aqui nessa imensa tristeza que me acompanha diariamente e resolvi perdir ajuda fui em um site de pesquisa e li todos os comentarios.. em fim me senti com mais esperanaça e ao mesmo tempo me identifiquei, embora meu caso seja diferencial.
    Tenho 18 anos e nao sou nada normal, ao contrario de todas as pessoas da minha idade, eu nao saio se marco de sair na hora nao tenho muito animo e acabo nao indo, sou filha de pais separados e com 12 anos de idade minha melhor amiga me deu um beijo na boca que por fim nossa historia se estendeu por 2 anos e meio, nao sei como ficar tranquila mediante a tantos acontecimentos em minha vida fico muito perturbada com as combranças que recebo todos os dias de pais, vizinhos, e amigos perguntando de namorados e festas. Nao tenho nenhum tipo de vicio e sempre me dediquei aos estudos embusca de uma perfeiçao que talvez esteja longe mas sempre dei o melhor de mim em tudo. Sinto que nao sou má pessoa vivo ajudando os outros e raramente choro se ver por esse lado sou uma pessoa qu e nao tem problemas, mas choro todos os dias, e nao consigo achar uma explicaçao se sempre fui tao determinada em minha vida e hoje me encontro assim. Tenho receio de ser lesbica a final percebo que atrai mulheres e nao homens isso me dificulta e muito porque já tenho alguns recentementos com homens devido a separaçao de minha mae com meu pai que realmente nao foi muito agradavel. Hoje tenho medo de me envolver, medo ser lesbica mesmo já tento conversado com minha mae sobre esse assunto e ter procurado ajuda os dias passam e vejo que nao consigo mais me controlar e nao consigo mais entender a mim mesma hoje em dia nao me reconheço mais, a pouco tempo começei a fumar algo nojento que meu inconsiente diz mas aos poucos estou perdendo o controle de mim mesma e de meus pricipios!
    obrigada pela atençao!

  23. Sinto que estou travada e nao sei como expressar…vi inumeras coisas acontecerem e por ser mais pacifica de nao sair… e tentar sempre passar uma imagem boa, calma as pessoas elas me pedem conselhos, conselhos que eu nao posso dar e acabo envolvida no problema nao aguento mais isso em certa hora desabo em um pranto sem fim. Minha relaçao com meu pai nao é nada boa sempre procurei ele depois da separaçao de meu pai e minha mas ele simplesmente nao se preocupa com nada e na ultima vez que nos vimos me falou coisas horriveis nada agradavel para uma filha ouvir de um pai devido ele já ter outra uma outra esposa ele simplesmente esqueceu da familia que antes tinha de mim que sou filha digo a tds que isso nao importa mas na verdade doi muito…procuro sorrir sempre estou vivendo de mentira de demonstrar algo que nao sou e nao sei, nao sei realmente mais o que faço é um nó na garganta que nao tem explicaçao.
    Eu escrevo muito quando estou chorando me paro a escrever td que aconteceu e pareço melhorar um pouco depois disso…mas nada me faz feliz i essa duvida me acompanha temo muito muito em ser lesbica muito mesmo…….
    Muito obrigada de coraçao por poder falar tudo isso aqui, e espero respostas muito obrigada!

  24. Olá Liliane,

    Se está sem forças para pedir ajuda, você tem que começar então bem do começo, imaginando dentro de sua mente você tendo forças, procurando ajuda e imagine-se bem, a vida realmente é feita de dias bons, outros ruins, dias estamos felizes, outros não, mas temos que acima de qualquer coisa primeiro nos conhecer, saber que se não gostarmos de nós em primeiro lugar, e aprender sobre nós (auto-conhecimento) é a base para superar as dificuldades.Um psicólogo lhe ajudará nisso.
    Estou torçendo por você.
    Seja forte, busque ajuda, busque você dentro de você mesma, você é capaz!

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  25. Olá A.L.N.G

    Acredito que suas dúvidas sobre você mesma podem ser muito bem resolvidas com um psicologo(a), pois essa questão que você me trás é uma questão de auto-conhecimento, e a psicologia lhe ajudaria imensamente a se conhecer.
    A questão que levantei é que você pode ter medo de ser relacionar com homens por ter vivido com sua mãe uma fase ruim de separação, ou realmente ter que se conhecer para não sofrer em relação as suas opções.
    Busque sem medo seu auto-conhecimento, pois se protelar suas indefinições, medos, dúvidas só tendem a aumentar.
    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  26. Muito Obrigada pela sua atençao!
    Espero realmente me auto-conhecer afinal, acho que temo a isso mesmo, mas buscarei isso até realmente poder dizer que me sinto segura e feliz.
    OBRIGADA!

  27. Olá A.L.N.G

    Tenha força, busque seu auto-conhecimento, através dele que sua vida se tornará feliz.
    Logo verá que o passado serve de aprendizado, e com esse aprendizado você fará seu dia presente e seu futuro.
    Através do auto-conhecimento, depois poderá ajudar muitas pessoas, nos auto-conhecendo temos base para isso.
    Fique tranquila, força, começe hoje a gostar de si, busque sempre o melhor para sua vida.

    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  28. Karin, hoje, como nos últimos tempos, não foi um dia bom… na verdade foi mais um dia ruim de uma sequencia que insiste em continuar…
    tenho 24 anos, nao trabalho, me formei ano passado e não tenho motivação de arrumar emprego, e isso me incomoda muito. atualmente estudo pra concurso, mas minto pra mim mesma e nao estudo o suficiente.
    além disso, meus pais são divorciados e minha mãe nao aceita, o clima em casa nao é dos melhores…
    meu pai me rejeitou e agora, 3 anos depois, qdo consegui retomar contato com ele tive que interromper, pois minha mae nao aceita o fato dele ter outra mulher e eu conversar com ele…
    outra coisa é o meu namorado, ele é magro, trabalha e estuda, tudo que eu nao sou ou faço, e em alguns momentos eu acho que ele me ama como me fala, em mtos outros acho que estou sendo enganada…
    resumindo, nao me amo, nao amo os outros e nao amo nada… nada me motiva, nada me dá forças, nada, absolutamente nada. perdi meus amigos, e as duas pessoas que me restaram, minha mae e meu namorado, já nao consigo me relacionar positivamente…
    fiz terapia com 2 profissionais diferentes, nao consegui continuar, larguei no meio do tratamento pois nao achei que estivesse resolvendo, ou melhor, me sentia ainda pior após as sessões.
    o que fazer Karin? procurar um psicologo novamente? ou um psiquiatra?

    muito obrigada pela atenção e pela oportunidade!

  29. Olá Mô,

    Acredito que suas tristezas tenham um foco sim, que seria ótimo você ser ajudada por um profissional da área para que isso se transforme e você viva feliz, psicólogos são sempre bem vindos, ainda mais se estamos mal, os psiquiatras também, depende se precisa de medicamentos e se já está deprimida, por via das dúvidas procure um profissional que você se identifique e que a sua terapia flua bem e resolva suas questões.
    Veja se está na área de atuação que gosta, isso é importante também para sua motivação.
    Sei que sempre queremos agradar nossos pais, mas temos nossa vida própria e as pessoas que amamos, não aconselho cortar um laço de amor, isso faz com que fiquemos infelizes, afinal, como sempre digo cada um com sua missão e sua vida.
    Veja o que te deixa infeliz, reavalie, e faça o que quer, ame-se acima de tudo.
    Se não estiver feliz e não se amar, o que você terá dentro de você?
    A sua felicidade é a base de todas as suas conquistas.
    Sorte Sempre
    Karin Klemm

  30. Oi desde pequena sofro de depressão,acho que pela situação.Desde pequena fui rejeitada pelos colegas de escola,nunca tive colegas,era praticamente eu e Deus e por sinal minha familia achava que eu era louca,e ficou assim dos meus 8 anos aos meus 18 anos. Agora estou com 24 anos e toda hora eu lenbro do meu passado,não consigo me relacionar com ninguem,nem amizade,namoro,nada.
    Não sei mais o que fazer,porque cada dia eu me sinto pior…
    E ultimamente,só ouço que fulano morreu que ciclano esta com cancer,já estou com trauma disto,é só morte e doença.
    E morro de medo de perder alguem querido.
    Por favor me dê um conselho.
    muito obrigada

  31. Erica,

    O melhor conselho que posso lhe dar é a dica que talvez você não esteja feliz com você mesma já por algum tempo, sua auto-estima e felicidade é a base de tudo.
    Se você não gostar de você que imagem passa para outra pessoa?, a energia é “goste de você em primeiro lugar” se valorize com seus defeitos e qualidades.
    O medo de perdas dessa forma parece um início de crise de ansiedade, muito comum depois de grandes períodos de depressão.
    Sem dúvida procure um profissional(Psicólogo, para acompanhamento) para lhe ajudar a dar força para você, assim verá um mundo melhor com novos horizontes e sonhos.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  32. Olá, estou passando por um momento desses, acabei de terminar um relacionamento, e gosto muito dela, não sinto fome, pouco sono, e penso nela o tempo todo, é quase impossível isso não acontecer… Qual seria o melhor a fazer?

    Obrigado!

  33. Olá Eric,

    Isso é muito comum de acontecer quando depositamos nossa felicidade toda em um relacionamento e não sabemos que a felicidade tem que primeiro estar em nós para que desta forma o relacionamento seja complementar (um par complementar) e não uma muleta emocional.
    Se nos apoiamos em uma muleta emocional, se ela cái, caimos também.
    Sendo assim busque uma ajuda para recuperar sua auto-estima, com ela recuperada sua vida estará indo no caminho que deseja.
    A felicidade é o caminho para todas as conquistas.
    Os relacionamentos tem que ser complementares, pois dentro de nós a felicidade já tem que existir, independente do que aconteça em qualquer sertor da nossa vida.
    Sugiro uma terapia breve para você logo estar forte internamente e ter felicidade e suas conquistas.
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  34. Boa Tarde,
    Bom, nem sei se você irá responder esse meu recado, mas tudo bem. Já é uma forma de desabafo.
    Sofro de depressão há muitos anos, sinto que à vezes, mesmo quando me sinto um pouco melhor, eu estou na mesma crise. Passo alguns dias acreditando que sou capaz de mudar e meses em depressão, com vontade apenas de ficar deitado e chorar. Não tenho tido vontade mais nem de trabalhar, tenho faltado no meu serviço, inventado mil desculpas. Perdi um ano e meio da faculdade que eu tanto lutei para entrar. Perdi minha fé nos homens, em Deus e em mim. Já não acredito em muita coisa.
    Sou gay e por mais que hoje eu me sinta um pouco mais à vontade com isso, sei que ainda tenho problemas. Me sinto um lixo na maioria das vezes, incapaz de ser amado por alguém. Tenho 26 anos e nunca tive nenhum relacionamento. Acabei me refugiando no sexo fácil que posso conseguir pela própria internet. Quando não consigo uma relação sexual com alguém, sou capaz de passar o dia me masturbando, como se fosse uma válvula de escape. Sinto como se meu desprezo por mim, me deixasse disponível para qualquer coisa. Sair com caras que nunca vi na vida e me sentir cada vez pior. Sou covarde para me matar de maneira direta, mas acho que estou buscando a morte de maneira indireta, pois já tive problemas com HPV, Herpes e outras coisas chatas. Até cirurgia já tive que fazer. Nessas minhas crises de solidão me afasto dos meus poucos amigos, fujo do mundo mesmo. Sou capaz de passar dias e dias no meu quarto curtindo minha amargura. Me esqueci dos meus sonhos, perdi o tesão pelo meu curso (letras) que eu tanto quis fazer. Perdi o tesão pela vida. Tenho me notado um pouco frio com o sofrimento das pessoas, acho que estou com o coração tão amargurado que aos poucos fui me tornando uma pessoa egoísta. Hoje não tenho mais religião nenhuma (frequentei muito tempo um centro kardecista, mas cansei de usá-lo como muleta).
    Sempre tive um relacionamento dificil com meu pai e depois da separação dos meus pais, nos distanciamos ainda mais. Muitas vezes tenho medo da multidão, medo de gente. O problema é que estou chegando em um ponto em que minha vida está parando. Num ponto crítico em que faço sexo com mais de um cara desconhecido no mesmo dia. Passo o fim de semana deitado, com vontade de chorar. Já tentei algumas vezes melhorar por conta própria, mas não consigo. Fiz um tempo de terapia, mas acabei parando, achando que conseguiria, que já estava bom. Agora estou pior ainda. Não sei que tipo de psicólogo procurar, nem nisso tenho acreditado. Vai chegar uma hora em perderei meu emprego, onde estou infeliz, mas que é onde consigo meu sustento. Vou me afastar ainda mais do amigos e me sentir mais só do que já estou. Tenho muito medo de não conseguir levantar mais da cama. De perder a minha vida. Eu já perdi tantos anos….anos que não voltam mais, já estão no passado. Daqui uns anos eu farei 30, sem um rumo, perdido. triste e frustrado.
    Não sei o que fazer. Que tipo de psicólogo eu devo procurar? Tenho medo de ficar dependente de medicações. Sei que poderia ser mais feliz, fazer algo de bom da minha vida. Mas tudo o que vejo é a minha vida passar, minha tristeza e amargura aumentarem. Uma Apatia. Falta de sentido.
    Se possível, me dê uma luz. Estou em São Paulo, capital.
    Grato

  35. Estou casado a mais de 11 anos temos um filho de 7 anos, devido a varios problemas que aconteceram no decorrer do ano de 2007 acabamos nos separando so que eu continuo super apaixonado por ela comecei a fazer de tudo pra voltar, mais ela me pediu um tempo, por causa deste tempo que ela me pediu comecei a cair em depressao ja estou fazendo tratamento com psicologa e com psiquiatra e continuo sofrendo o que eu faço.

  36. Vanderson,
    Tem que continuar com a terapia e os medicamentos, se ver que não sestão fazendo efeito mude de terapia ou medicamentos.
    Faça sua programações , leia no Blog programando o futuro que irá te ajudar.
    Força!
    Sorte sempre!
    Karin Klemm

  37. Oi Karin,

    Veja se pode me ajudar. Tenho 19 anos e já faz algum tempo que venho me sentindo depressivo, estou bem apático, é difícil para mim ordenar direito os pensamentos pois só tem me vindo negatividades na cabeça. Para me concentrar nas minhas coisas está difícil, estou também com uma insônia que em alguns dias chega a ser desesperadora, mas ao mesmo tempo tenho a oposta sensação de querer ficar dormindo, venho tendo várias crises de choro e pensamentos ruins. E é horrível a sensação de estar lutando contra isso, dá um sentimento de “sobrevivência” o qual não estava acostumado. Minha vida era feliz e estável, pelo menos acredito eu, gostava de sair, tocar violão e guitarra, cantar, estar com meus amigos, de alegrar as pessoas e tinha uma postura mais leve e descontraída com relação à vida. Aí comecei a namorar. Sinto que quando ela entrou na minha vida as coisas mudaram. Dediquei muito amor e atenção à ela e depois de quatro meses quis terminar pois achava que não gostava mais dela. Parece bobo, eu sei, bem coisa de criança, mas me sinto muito culpado por ter terminado, muito mesmo, é um misto de culpa, com saudade, com ansiedade, é estranho. E muito medo, medo de não sei o que. Agora quando penso em resgatar meus antigos hábitos, meu “velho eu”, me sinto falso. Parece que ela está me vigiando e que todos sabem o que eu fiz, é horrível. Em alguns dias pensei em suicídio e até em ser homossexual, pois fiquei com outra menina nesse meio tempo e não senti absolutamente nada. Mas agora olhando um pouco mais lúcido, sei que é besteira, só tenho medo desses pensamentos continuarem voltando e afetando meu cotidiano já bastante comprometido. Já comecei um tratamento com uma boa psicóloga, mas estou um pouco temeroso com relação a medicamentos, o que fazer?

  38. Karin

    Estou muito triste, creio que estou com depressão.
    Sempre tive seios pequenos, porém bonitos. Nunca fui complexada com eles. No entanto, por quere-los maiores, fiz implante de protese mamaria.
    Desde que coloquei a protese a 23 dias atrás não tenho tido mais paz.
    Primeiro q tive um pós super doloroso, depois q as dores pararam, comecei a ter problemas com a cicatrização (problemas q perduram até hoje), mas desde q coloquei a protese estranhei pois dsd o 1° dia ao inves de eu sentir AQUELA alegria por ter realizado um sonho, apesar dos pesares, me senti triste e concluí que havia cometido um erro grande, que eu gostaria de voltar no tempo e nunca ter feito isso, pois sempre fui perfeita e muito feliz, nunca experimentei a tristeza q estou sentindo hoje.
    Tenho tido insona e estou tomando passiflora pra dormir umas 4-6 horas por dia, tem momentos q perco o apetite, estou insegura, pensamentos absurdos ficam passando pela minha cabeça.
    Eu quero mto tirar as proteses e por isso meu médico pediu uma avaliação psicologica q vou fazer esta semana para garantir q eu não me arrependa d tira-las, pois afinal ng entende, nem eu mesma, pq reagi desta maneira visto q era um sonho.
    Fico com medo q dps q eu tirá-las eu não volte a ser a mesma pessoa q era antes, feliz e confiante q sempre fui….minha mãe tem muita fé q dps q eu tira-las aos poucos voltarei a ser a pessoa d antes, mas estou mto temerosa, já decidi q não quero a protese e q nao é ela q me trará felicidade na vida.
    Fora q agora estou começando a duvidar do meu bom senso, visto q tomei essa decisão e me arrependi amargamente.
    O médico disse q para tirar é simples, uma anestesia local+pontos, q minha mama voltaria a ser q nem era antes, mas morro de medo de ficar com a mama flacida e feia, pq elas eram perfeitas, mas por outro lado tenho ctz q não quero ser obrigada a conviver com essas proteses.
    Poderia me dizer o que acha?
    PS: mesmo procurando o psiquiatra, não gostaria de tomar antidepressivos, tenho mto medo de medicamentos e serias costipações intestinais, então sempre q tomo algum medicamento, sofro neste outro aspecto.
    Att

  39. Olá Isabell,

    Pelo que li, diria para não se arrepender das próteses, pois se você não gostava dos seus seios antes, não será agora que gostará. O que pode acontecer é que a própria depressão está lhe causando dificuldades de cicatrização.
    Aceite você como você é, independente de protese ou não.
    O quadro depressivo causa insatisfação de forma geral.
    Por esse motivo lhe aconselho passar com um psicólogo(a) para lhe ajudar nesse momento.
    Tem outras alternativas sim, os tratamentos alternativos, reiki, florais, acupultura, EMF, entre tantos outros que podem ser complementares ao tratamento médico.
    Mas não deixe de passar pelos profissionais e cuidar da sua auto-estima, ela é tudo nesse momento, ame-se muito, acorde todos os dias e diga “me aceito e me amo” todos temos defeitos e imperfeições, mas temos que nos amar independente disso.

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  40. Karin,
    Bem, estou escrevendo para pedir algum auxilio. Tenho 24 anos e tive uma dengue grave no ano passado, me deixando de cama por um mes, e acabei entrando em depressao, chorava muito, medo de ficar sozinha, pensei em desistir da faculdade, medo de pessoas queridas morrerem e eu ficar sozinha. mas nao desisti da faculdade, ao voltar as aulas entrei em panico de ficar sozinha, pois eu morava sozinha. Entao comecei a me tratar com um psiquiatra tomando antidepressivos, e fiquei de abril a agosto tomando remedios. Estava ate bem, parei de tomar o remedio com o falecimento da minha avo. Sem orientacao medica. Entao consegui terminar a faculdade, agora em março. Porem me sinto perdida, deslocada, sem motivação, as vezes tenho vontade de chorar, um medo enorme de que a depressao vai voltar, que vou pegar dengue denovo. E fico em casa o dia todo, e nao aguento mais ver tv. E eu namoro a 5 anos, e sei que amo meu namorado, mas parece q meu interesse; desejo, diminuiu, mas quando estou perto dele me sinto bem. Entao nao sei o que fazer, se o fato de ter parado de tomar os remedios estao causando esses problemas. Quero q minha vida volte a ser o que era antes, sempre fui muito alegre e positiva, agora me sinto incapaz. Entao nao sei o q preciso fazer, so nao quero voltar a tomar remedios antidepressivos, nao quero ficar dependente. Nao sei se florais e homeopatia ajuda.
    Desde já obrigada
    Vanessa

  41. olá,
    tenho 20 anos e acho que tenho depressão desde os treze, quando tive um ano meio turbulento.
    enfrentei a pior fase dela entre meus 14 e 16 anos, pq me sentia um lixo e não conseguia superar isso. Até que então reslvi ocupar a minha cabeça, reslvi trabalhar mas mesmo assim ia mtu mal na escola pq não conseguia aprender mais e cheiguei a rodar tres vezes no ensino médio.
    ultimamente estava tudo bem mas recentemente pedri um amigo e tudo ficou horrível de novo e a memida que me recuperava conheci uma minina que eu me apaixonei só que eu me sentia tão inseguro por me sentir mal que ela acabou e agora não consigo falar com ela sem ficar nervoso e a gente briga toda hora. queria que isso parasse!!!
    não sei o que posso dizer pra ela, sinceramente.

  42. ELA É UMA PESSOA MTU DIFÍCIL DE LIDAR NÃO SEI COMO CHEGAR NELA SEM QUE ISSO GERE TRANSTORNOS PRA NÓS DOIS
    O QUE DEVO FALAR PRA ELA E COMO POSSO PASSAR SEGURANÇA DE QUE A GENTE PODE CONTINUAR, EU QUERO CONVERSAR COM ELA MAS PRECISO SABE O QUE DIZER, ELA NÃO FALA MAIS COMIGO E EU QUE TENHO QUE PROCURAR ELA. QUERIA PODER TRANSMITIR SEGURANÇA PRA ELA
    COMO FAÇO?

  43. Oi Lucas,
    O que posso te aconselhar e um terapeuta e um tratamento floral e médico para medicação se necessário, é bom sempre ter esse acompanhamento para não ter recaidas.
    Quanto ao seu relacionamento, quanto mais seguro estiver com você mesmo, mais chances de tudo dar certo, pois sempre saberá o que deseja (o que quer ouo que não quer para você).

    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  44. Vanessa,
    Sinto por todos os acontecimentos ocorridos, mas é possível você voltar a ser feliz como era, afinal você sabe o que é ser feliz e se sentir bem.
    Para isso terá que ir por um tempo a sua terapia e voltar ao médico até as crises passarem, terá que investir em seu tratamento,
    Claro que florais e homeopatia ajudam muito, mas o tratamento convencional junto.
    Não espere para se cuidar, os medicamentos não são eternos, não tenha medo deles, são por um tempo até melhorar. Não se esqueça de ter seu psicologo (a).
    Sorte Sempre!
    Karin Klemm

  45. Oi Karim,

    Estou passando por uma fase complicada da minha vida, término de um namoro de 5 anos, uma relação muito complicada, de brigas e muito ciúme e cobranças por minha parte. Jamais confiei nele, e sempre deixei isso muito claro, com isso houve um desgaste e o fim foi inevitável.
    Já tentei me comunicar com ele, para voltarmos, mas ele diz que cansou e que não volta.
    Tenho consciência de que errei e de que não há mais volta, porém ando muito triste e perdi a alegria de viver, nada para mim tem graça como antes…ando meio perdida e desestimulada.
    O que devo fazer para reverter essa situação de tristeza e dor?
    Obrigada pela atenção e aguardo a resposta.

  46. Boa tarde ,
    Sou casado á 9 anos faço 10 anos no dia 26/09/2008 meu casamento foi bastante turvo por causa que minha esposa ter ficado gravida com seis meses de namoro eu tinha 17 anos minha esposa é mais velha 3 anos mais este não é o problema tivemos outro que degastor nós ela morou com a mãe dela 2 anos para poder eu poder estabilizar nossas vidas pouca ajuda muito trabalho mais a gente continuamos pedalando para não para e com isso me tornei um homem de pouco amor com meu filho e mulher ate mesmo falando besteiras e ofenças e ela devolvendo na mesma moeda cada dia destroindo minha vida ,dela e de nosso lindo filho neste mês de julho ela entrou em estado de depressão profunda tentado se suicidio por milimitros ela não caiu do segundo andar de nosso anda foi coisa de deus , sou grandemente apaixonado por minha esposa e me dei conta quando vi aquela cena sinto um amor por minha esposa como estivece acabado de conhecer ela me cinto culpado por tudo isso gostaria de poder recosquistar ela fazer ela se apaixonar de novo fazer ela acorda de manhã e olhar para mim e dizer bom dia meu amor poder envolver ela em meu abraços e dar um forte feiro em seu pescoço e fala em seu ouvido te amo mais que tudo chori sim não me emporto com quem fale o que fale , só só o que me emporta é a felicidade da minha esposa com quem quero ficar junto por muito tempo se posivel o resto da vida .Quem hoje esta quase entrado em depressão sou eu ,mais eu não vou deixar isso acontecer por que quero esta bem muito bem para quando ela ficar boa eu poder gritar para todos EU TE AMO e fazer de minha e da minha familia a melhor vida deste planeta .pode me ajudar em alguns cuidaos que devo tomar para não estragar tudo e fazer da vida de minha esposa a melhor vida que ela já viu .

  47. bem meu marido esta com depressao acabamos de casr nao faz nem 3 mes estou sem força para aguentar me sinto desgastada queria saber como faço para ajudalo e mim ajudar

  48. Oi Karin…

    Ja tive depressao na adolescencia por conta de um medicamento para acne que me influenciou a isso. Acho que nao consegui superar algumas coisas, por assim dizer, ficaram sequelas.
    Tenho 24 anos e ainda nao consegui deslanchar em minha vida academica e profissional. Estagnei! Por medos, traumas… nao sei bem.
    Recentemente, terminei um relacionamento de 5 anos com uma pessoa em que fiz tudo para agradar! Me submeti a diversas coisas tao absurdas quanto inaceitaveis, mas as fiz! Dei as costas para amigos, nao fazia mais o que gostava pq ela nao gostava… enfim, morri no lado social. Depois de passar por isso td, ela simplesmente olhou pra mim e disse q iria terminar comigo pq eu nao havia “conquistado nada em minha vida… q eu nao era nada e q nao dava seguir assim”. Foi um “baque” muito grande… estou em prefunda tristeza, sem vontade de ver ngm, de sair… nada! Qnd vejo q td oq fiz nao valeu de nada… minha mente se fecha e meu coracao dói!
    Bem.. isso foi mais um desabafo doq um coentario ou uma questao.

    Nao sei mais oq fzr…

    Abraco.

  49. Eu me chamo meriane ,tenho 17 anos sofro de depressaõ a um ano e meio,começei quando tinha 15 anos me sinto muito triste,desanimada.não tenho concentração em nada,perdi a metade das minhas amigas por falta de compreensão da minha parte po opção minha quiz me afastar,eu trabalho estudo,a maioria do meu tempo no fim de semana,fico deitada assistindo tv.eu ia na igreja perdi a vontade,a maioria das vezes que estou preucupda é por algum problema de alguma pessoa esses dois ultimos 2 meses foi muito difícil para mim,pois tenho muitos problemas em casa,minha mãe sofre de depressão então passo a maioria do tempo com ela acho que isso me trasmite um pouco de negatividade,vou dormir chorando acordo chorando não tenho vontade de sair,passo a mairia do tempo afastada das minhas amigas,vou para a aula não gosto de falar com ningém,eu quero saber o porque dessa crise sempre voltar e eu sem querer acbo magoando as pessoas que me amam,eu não sei o que fazer me ajude!obrigado

  50. Oi Karin
    Pois é, sou casada a 16 anos, tenho duas filhas (11 e 15 anos), e sem mais nem menos, meu marido diz que quer se separar, que não gosta mais de mim… Ele sempre foi muito fechado, tendente a crises, mas nunca quis me deixar… e eu sei que não é falta de amor, nem outra pessoa… A gente casou muito cedo, e como só ele trabalhava em casa, eu que resolvia tudo em nossa vida, desde a educação das filhas até sobre como e onde gastar dinheiro, sabor da pizza, aonde ir no final de semana, etc… Com o passar dos anos, a situação só se agravou, eu passei a decidir tudo em casa e ele ficou cada vez mais “fechado” e sem opinião. Hoje eu trabalho e faço faculdade, e ele contunua na mesma profissão, sem metas, pelo menos que eu tenha conhecimento. As conversas foram ficando cada vez mais raras, por parte dele, já que eu falo até demais. Nossas conversas, assim como nossas brigas são um monólogo. Esse ano ele começou a trabalhar em uma empresa distante 70 Km de casa, e faz esse trajeto todos os dias. Depois de alguns meses, mais precisamente de uns 5 meses pra cá, ele começou a ficar mais irritado, principalmente durante a semana. Começou a não querer mais dar satisfação da sua vida, não quer conversar, ou se conversa geralmente acaba com brigas. Têm dias que não consegue dormir e outros que dorme cedo demais. Ele não aceita ir ao médico e quando toco no assunto, se irrita e diz que não é louco.
    Agora veio com esse papo de separação, diz que não quer mais ter que conviver com ninguém, que quer morar sozinho para não ser obrigado a fazer coisas que não quer?!?!?!? Que eu mando demais nele… que não tem mais vontade de vir pra casa… que se morresse seria melhor…
    Me ajude, não sei o que faço, gosto muito dele e não quero me separar, mas não consigo conversar com ele sobre isso, pois ele se irrita. Não quer falar sobre o assunto e não me deu nenhum motivo concreto. Não sei como proceder, até fingi aceitar a separação, mas pedi um prazo pra poder organizar nossas vidas para isso (até final do ano). Na realidade, quero mesmo é fazer ele mudar de opinião, mas não sei como agir… Ele não quer carinho nem papo sobre nós dois, mas às vezes fazemos amor (quando ele me procura, eu aceito) e ele até me faz algum carinho depois… mas continua firme na decisão de ir embora. Não sei o que fazer… Por favor, me ajude!!!!

  51. Eu me sinto sozinha sem direção sem rumo, sei que preciso luta, porém estou sem forças, não tem coragem para enfrentar os meus próprios desafios, eu cheguei em um ponto de não compre minha obrigações, me encontro desanimada para tudo até para sair e estuda, eu não estou me encontrando isso é horrível! Eu preciso me encontrar eu preciso tira essa tristeza dentro de mim as pessoas olha para mim e ver tristeza. Eu nunca me senti assim de uns 3 meses para cá, estou dessa forma, eu confesso não tenho motivos para essa tristeza, nunca fiquei nesse estado de uma pessoa sem ação, sou uma jovem de 21 anos. Preciso da sua ajuda, me sinto sem amigos, sinto que ninguém gosta de mim, sou muito fechada pouco falo da minha vida e quando falo digo que está tudo ótimo, na verdade estou sentindo um vazio imenso, me sinto um patinho feio, é muito estranho até parecer que eu não sei quem eu sou, talvez eu não saiba mesmo.
    Os meus sentimentos vão além desses, mais eu vou fica por aqui mesmo.
    Obrigada…!!! Desde já pela sua ajuda

  52. Ola Karin!!

    tava lendo seu blog e gostei muito!! vc realmente ajuda as pessoas com a sua sabedoria!

    quero que me ajude!

    Tenho um problema desde de criança, quando passo por mudanças na minha vida fico deprimido, principalmente quando as mudanças não dependem de mim!!
    Hoje tenho 20 anos eu tenho uma namorada que estou muito apaixonado! agente namoro todo dia.
    Sinto que estou meio dependente dela pra ser feliz (coisa que eu não queria) agora ela arrumou um emprego e agente não pode ficar tão junto assim, por causa dessa simples mudança fiquei com muito medo e inseguro que ela com essa nova distração pare de gostar de mim! não queria ser dependente dela assim!! estou mal..
    parece que a qualquer momento ela pode largar de mim e eu ficar mais mal ainda!!

    agradeço a ajuda…ja que meu problema é simples mas que estou sofrendo muito!

    obrigado!

  53. Parabéns pelas palavras de coragem,acontece comigo que alguns dias da semana eu amanheço sem força para sair da cama,converso com deus pela minha saúde,e poder levantar,estou em tratamento de ler/dort que são varias doenças juntas,vou citar duas, hipertensão arterial e ocular,nesses dias acima citados deixo de resolver assunto por que não tenho força para sair de casa e também na medida que caminho suo de mais de ficar molhada,no outro dia parece que nada aconteceu,preciso de informações mais profundas neste sentido,um abraço.

  54. oi karem boa noite sou do sexo masculino tenho 15 anos e estou muito deprimido com minha alto estima muito baixa o problema começou logo esse ano eu ja era timido mais no inicio desse ano m aconteceu um fato que não posso conta praminha familia e por isso tenho um sentimento de culpa mi sinto o lixo, no inicio desse ano eu tive uma tranzar homosexual com outro homem só que tenho suspeita que esse meu paceiro contou nossa tranza pra conhecidos meus e agora tou comedo de chega ai aos ouvidos de meus pais e irmãos eu sempre fui muito timido desde criança tenho dificuldade pra conseguir amigos vivo mas em casa agora e pertubado me arenpendi de ter feito aquilo foi uma tranza que tirou minha vingidade eu era virgem e agora não sei como faço nun sei da minha sexualidade se sou bisexual hetero ou gay as vezes gosto de mulher as vezes gosto de homem meu desejo é por dia tou indeciso e com muito medo de meus pais souber pois acho que algumas pessoas a mais tão sabendo m der um conselho não sou afemininado não gosto de todo homem nem seiu esplica direito as vezes choro demais num consigo tento esquecer mais nun consigo com a possibilidade de minha familia saber o que vc acha que eu façar que eu converse com o rapaz com quem eu tranzei e perça pra ele desmintir a historia? desde perqueno sou timido tenho dificudades pra conseguir amigos e essa indesição.
    tenho vergonha de sair na rua vivo mais em casa com penso que todos sabem da minha tranzar na rua e acham que eu sou gay antes disso acho que as pesoas acham isso de mim mais as vezes não é isso só imaginação mais as vezes quem sabe moro em cidade perquena. pesulhe pelo amor de deus m der uma resposta penso com freqüencia em me mata em fugi de casa sei lá mais amo muito minha familia não quero que elas sofram por minha causa inclusivir meus pais m ajuda pelo amor de deus num sei o que faço tou sofrendo com essas culpa de exprementar sexo com homem.

  55. oi karem boa noite sou do sexo masculino tenho 15 anos e estou muito deprimido com minha alto estima muito baixa o problema começou logo esse ano eu ja era timido mais no inicio desse ano m aconteceu um fato que não posso conta praminha familia e por isso tenho um sentimento de culpa mi sinto o lixo, no inicio desse ano eu tive uma tranzar homosexual com outro homem só que tenho suspeita que esse meu paceiro contou nossa tranza pra conhecidos meus e agora tou comedo de chega ai aos ouvidos de meus pais e irmãos eu sempre fui muito timido desde criança tenho dificuldade pra conseguir amigos vivo mas em casa agora e pertubado me arenpendi de ter feito aquilo foi uma tranza que tirou minha vingidade eu era virgem e agora não sei como faço nun sei da minha sexualidade se sou bisexual hetero ou gay as vezes gosto de mulher as vezes gosto de homem meu desejo é por dia tou indeciso e com muito medo de meus pais souber pois acho que algumas pessoas a mais tão sabendo m der um conselho não sou afemininado não gosto de todo homem nem seiu esplica direito as vezes choro demais num consigo tento esquecer mais nun consigo com a possibilidade de minha familia saber o que vc acha que eu façar que eu converse com o rapaz com quem eu tranzei e perça pra ele desmintir a historia? desde perqueno sou timido tenho dificudades pra conseguir amigos e essa indesição.
    tenho vergonha de sair na rua vivo mais em casa com penso que todos sabem da minha tranzar na rua e acham que eu sou gay antes disso acho que as pesoas acham isso de mim mais as vezes não é isso só imaginação mais as vezes quem sabe moro em cidade perquena. pesulhe pelo amor de deus m der uma resposta penso com freqüencia em me mata em fugi de casa sei lá mais amo muito minha familia não quero que elas sofram por minha causa inclusivir meus pais m ajuda pelo amor de deus num sei o que faço tou sofrendo com essas culpa de exprementar sexo com homem.obrigado

  56. oi gostei deste forum ,e gostaria de elogiar o trabalho da doutora ,pois ajuda muito quem esta ruim psicologicamente,estou com problemas a quase 2 anos e ja fui em varios medicos estou desanimado e com dores ,o diagnostico é ansiedade generalizada,agora vou procurar um psicologo para ajuda a manter minha mente tranquila e organizada obrigado.

  57. Não darei resposta e sim depoimento: estou a beira de cometer algo louco, tenho depressão a 17 anos desde que minha mãe faleceu, casada mãe de 2 filhos e com um marido extremanente indolente as dores da alma, não sei mais o que fazer. Moro numa região de difícil acesso a bons profissionais. Preciso de ajuda. Em cas não tenho diálogo, sou filha única de um segundo casamento do meu pai. Com a primeira esposa meu pai teve 12 filhos Sempre fui só e recentemente aconteceu minha formatura de 3º grau ninguém de minha famíla compareceu. Pode parecer que sou ruim. É inverdade não consigo maltratar um animal muito menos seres humanos. Meu segundo filho é adotivo amo-os demais ainda eu estou aqui escrevendo por eles.

  58. ola,minha mae faz um ano que esta com depressao,minha irma ja levou ela a um medico ela começo um tratamento mais parou,agora esta fazendo outro maiseu nao vejo resultado as veses acho ate que nao seja depressao,ela so tem vontade de fica deitada,nao sai mais de casa,diz que nao dorme,mais eu vejo ela durmi,mais ela que colocou na cabeça que nao dorme..o que posso fazer pra ajudala??
    um forte abraço

    • Camila,
      O melhor caminho é um bom médico psiquiatra e um excelente psicólogo (a) , só esses dois profissionais em conjunto poderão devolver a vitalidade de sua mãe, claro que peço que leve ela ao médico para exames, nunca se descarta a hipótese de alguma doença.
      Sorte Sempre!
      Karin Klemm

  59. Olá Karin!
    Antes de contar a minha história quero dar os parabens ao blog e ao seu talento eem ajudar os outros!

    Sou português, tenho 19 anos, tenho uns pais que me amam, carta de condução, uma boa casa, namorada, mas sempre vivi muito isolado da sociedade, sempre fui muito fechado e com alguma dificuldade em me relacionar. Terminei o 12º e consegui entrar num curso que me garante um futuro, mas é um curso de policia em regime de internato. passados alguns meses fui-me apercebendo que não conseguia mesmo lidar com as pessoas, comecei a sentir-me mt sozinho e deprimido pois parece que todos os relacionamentos que tenho são falsos, sinto um vazio cá dentro, parece que não tenho ideais, nada que me oriente. fiquei sem sentimentos, e passado um ano neste curso a minha namorada acabou cmg, pois diz que sou uma pessoa completamente diferente. Estou á um ano em depressão, sem vontade de me relacionar, sem sentimentos e custa-me ver que tenho gente que gosta de mim e me tenta apoiar e eu sou indiferente a isso. Eu nasci numa altura em que morreu a mãe da minha mãe, e a minha mãe esteve em depressão 20 anos, e a educação que tive sempre foi mt protectora, mal saia de casa. Agora no curso é só pensamentos negativos, sinto que sou incapaz de me relacionar, não me dá prazer fazer nada e já pensei em suicidio, sem aparentemente ter grandes motivos para isso!
    Ando numa psicologa e num psiquiatra, já exprimentei homeopatia, naturopatia, li mts livros de auto-ajuda, mas não há maneira de isto me largar! Ainda estas férias fui viajar a Madrid e foi-me indiferente, já não há sentimentos. A auto-estima está completamente em baixo apesar de aparentemente a vida me corer bem. Gostava de gostar das pessoas e de conviver, mas não consigo e isso faz-me sentir mt só!

  60. Karin, boa tarde!
    Eu namorei aprocimadamente a 7 anos, e a dois meses ela terminou comigo por um erro meu.
    Eu ainda gosto muito dela e da pra ver que ela tambem gosta de mim por ter muito ciumes quando ela me ver converssando com outra pessoa falta pouco a me bater ,mais parece que esta com medo de algo.
    ja chamei para converssarmos sobre nos dois e quando entro no assunto de voltar ela não gosta nem de ouvir comessa a si irritar.
    Eu não quero ver ela na pior por gosta muito dela ainda, como fasso para ganhar a confiança dela novamente.
    E ela comessou a ter algumas amizades que nunca teve na vida com lesbicas. Eu não sei mais me parece que e so para me irritar porque ela sabe que não gosto,não é preconsseito.

  61. OLÁ KARIN, ENCONTREI ESTE SITE, PROCURAVA ALGO ASSIM PARA PODER TER UMA AJUDA QUE FOSSE PARA A DEPRESSÃO QUE ME CARREGA JÁ ALGUM TEMPO…DEPOIS DE UM TERMINIO DE UM RELACIONAMENTO A 5 ANOS VIVIDOS, SINTO QUE MINHA DEPRESSÃO CHEGOU AO GRAU MAIS ALTO QUE ALGUÉM PODERIA SUPORTAR,PELA SEGUNDA VEZ TENTEI O SUICIDIO, MAIS DEUS NÃO PERMITIU QUE MEU ATO SE CONSUMACE…MAIS ESTOU ME SENTINDO IMPOTENTE PARA QUALQUER COISA QUE EU FAÇA…NÃO TENHO VONTADE DE VER SAIR OU ATÉ MESMO FAZER NADA EM CASA…FICO HORAS NO PC PARA ESQUECER A VIDA …NÃO SEI O QUE FAÇO, JÁ PASSEI POR UM PERIODO EM 2005 ONDE TIVE UM CANCER DE UTERO E DO QUAL ME TRATEI….LUTEI SIM PARA TER A VIDA MAIS HJ DEPOIS DE UM TERMINO DESSE RELACIONAMENTO PENSEI QUE A VIDA PARA MIM NÃO TINHA MAIS RAZÃO…TENHO DOIS FILHOS QUE AMO, MAIS NÃO PENSO NELES…SINTO-ME INFELIZ O TEMPO INTEIRO, NADA ME AGRADA E NADA QUERO FAZER…MARQUEI UMA CONSULTA A UM PSICOLOGO ONDE FIZ TRATAMENTO QUANDO ESTIVE DOENTE, MAIS GOSTARIA DE UMA AJUDA SUA A ORIETAR-ME O QUE FAZER…SERIA POSSIVEL MANTER UM CONTATO COM VC POR E-MAIL? AJUDE-ME POR FAVOR… TENHO MEDO QUE ISSO DURO MAIS TEMPO, NÃO SEI SE ESTOU MUITO DOENTE OU TALVEZ ISSO PASSE ALGUM DIA…HOJE FAZ UMA SEMANA QUE COMETI UM ATO SUICIDA…SINTO-ME BEM MAIS O QUE ME DÁ MEDO É QUE MESMO DEPOIS DO QUE FIZ, NÃO ME DÁ ARREPENDIMENTO E SIM UMA ANGUSTIA E MUITO VAZIO, ALÉM DO QUE NÃO TENHO CONSEGUIDO DORMIR MAIS…DESDE JÁ O MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS.

  62. não é uma resposta a minha…é tb um pedido desesperado de ajuda.
    tenho me sentido durante muito, muito tempo mesmo na mais completa agonia…e por muitas vezes em plena euforia,tento brincar e finjir q não estou triste , que estou bem.mas por dentro é uma agonia horrivel, meu corpo todo dói,meu coração, parece que dói…sempre choro sozinha e qnd não suporto mais, choro tb prá quem olhar prá mim…tentando conversar.perdir muitas coisas em minha vida…de filha preferida, inteligente e engraçada que todos se espelhavam, passei a ser a filha problematica…dramática, sem forças para ir aonde está os meus sonhos…sonhos esses que não ouso mais nem pensar, pois sei q não vou mais ser capaz de realizar nada na minha vida…tenho 37 anos [ faço em 16 de maio] os amigos pensam q sou o máximo, que sou legal…
    mal sabem que vivo num inferno de emoções conflitantes q não sei explicar,me sinto incapaz, inútil…humilhada por mendigar atenção [ eu, q sempre fui tão orgulhosa de mim…das minhas atitudes ]me sinto fraca e sózinha apesar da minha família me amar e se preocupar comigo, mas sinto q eles me veem como um problema embora não falem , pq sabem q sou extremamente emotiva…sinto vontade de morrer,passo horas e as vezes a noite inteira me imaginando morta e me perguntando como seria..como seria a reação da minha família, dos meus amigos…do MEU amor.TENHO UM relacionamento de 10 anos com outra mulher.UM dia lago aconteceu, ela me magoou demais, eu morri, mas não me separei, me envolvi com outra pessoa por mais de 1 ano…mas sempre procurei comparar com ela, nenhuma igual, hj reatamos,mas ela me olha sem amor, sem respeito,sem cuidados…tudo o q falo irrita, vejo a minha irmã de 26 anos construindo e realizando tudo o q sonhou…fez faculdade, comprou seu carro, é forte,batalhadora, otimista e vr a vida como um desafio constante devido asmudanças diárias…tá sempre pronta.EU era igual a ela, era em mim q ela se inspirava.mas hj qnd vejo ela me falando q tenho q lutar, correr atrás e qnd me vejo chorando nos braços dela vejo q TUDO acabou para mim.meu amor não me ADMIRA mais, diz q vive num inferno devido as minhas muitas cobranças…não queria estar assim.sinto votade de me isolar para sempre, no trabalho sei tudo q devo fazer, as minhas obrigações, mas nunca consigo terminar o q começo…me sinto incompreendida e um fardo para as pessoas q amo…me tornei uma sombra do que eu era…já pensei em acabar com tudo mas tenho medo de algo sair errado e eu acabar me tornando um fardo ainda maior…não SUPORTO PIEDADE.choro o tempo todo…e não consigo mais sonhar.sempre precisei do amor de alguém prá seguir em frente era isso q me tornava forte.quero sumir para sempre…nunca falei de mim dessa maneira com ninguém antes…mas hj qnd vi o seu blog , começei a chorar lendo agumas coisas e aí resolvi tb falar um pouco de mim e desse vazio imenso e profundo q há anos tomou conta de mim…
    karen, se vc tiver algo a me dizer por favor me diga!
    obrigada.
    anne.

    • Saliane,
      Sua qualidade de vida está péssima, sabe por que? Falta se amar em primeiro lugar independente do amor dos outros, afinal você não merece migalhas de amor.
      Precisa de terapia, medicação e um tratamento alternativo, reiki, florais, homeopatia.
      Não podemos deixar na mãe dos outros nossa felicidade interna, só nós mesmas construimos nossos sonhos.
      E o mais difícil, sempre quando estamos mal procuramos uma “muleta” emocional, porém se essa muleta cái, caimos junto.
      Muuuito autoconhecimento é necessário, aprender a gostar de você com seus defeitos e qualidades, e quando estiver bem, fará bem a todos ao seu redor.
      Me parece um quadro misto onde deve estar com crises bipolares (tratáveis fácilmente).
      Busque sua alma, busque terapia, e uma medicina alternativa atmbém.
      Sorte Sempre!
      Karin Klemm

      • olhe aqui querida só uma coisa tenho para te falar..è real o q te digo….Para vc sair dessa! leia a palavra de Deus. Nada melhor q vc conversar com Deus na palavra. compre CD,s de musicas evangelicas, ajudam muito, nosso coração se dilata, a gente encontra com Deus através das palavras das boas musicas.
        eu tive alguns momentos tristes, mas quando busquei Deus através das musicas! hoje sou outra mudei minhas atitudes, amo as pessoas, a familia e tudo mais, não precisa ir a igreja, basta le a palavra e ouvir boas musicas evangelicas..espero ter te ajudado. Fico aqui anciosa por tua resposta de uam boa mudança! seja feliz.Porque eu sou feliz! Graças a Deus! Graças a Deus!

      • Gostaria de deixar claro de que não nada sobre religião em meus posts, simplesmente por serem assuntos pessoais tanto quanto política, coisas que não precisam ser ditas. Como ex evangélica posso te garantir que a bíblia não tira ninguém de depressões severas, isso é um critério médico, que requer medicações, psicólogos e psiquiatras se necessários, muitas depressões não “se curam como milagres”, muito pelo contrário levam até a morte se não tratadas adequadamente.
        Cada um com a sua religião e crenças pessoais, mas propagandas evangélicas ou qualquer outra não convem, pois tentar exorcisar um depressivo pode ser perigoso e levar uma pessoa a morte, doença é doença e é tratada com critérios médicos.
        E quanto a leituras e coisas similares, cada um lê o que bem entende e gosta.
        Grata pela participação, mas peço discrição nesses temas.

  63. Olá Karin,

    Estava procurando algum site que me indicasse uma solução para depressão, então pesquisando, encontrei o seu. Passei alguns minutos lendo relatórios de várias pessoas com problemas iguais e mesmo maiores que o meu. Minha depressão não seria curada por alguma mensagem, pois estou ciente que preciso mesmo de um profissional.
    Não suporto ver pessoas assim. Tenho membros de minha família com essa doença e por motivo financeiro não pode tomar maiores cuidados.
    Doutora, completarei 26 anos no mês que vem e não decidi meu futuro em todos aspéctos.
    Minha maior dúvida se refere a seguinte pergunta.
    _Uma pessoa que tem depressão num estágio médio pode se tornar em um grande profissional nessa área? ( Pscicólogo bem sucedido)
    Não tenho visão do meu futuro porque muita coisa relacionado à depressão me impede, no entanto a primeira vez que senti com toda força e com alegria foi recentemente em saber que poderia auxiliar, ajudar e se tornar realizado nessa área.

    Muito Obrigado,

    • Sandro,
      A depressão faz parte da vida de todos os seres humanos, mas se persistente torna a vida de péssima qualidade.
      O certo é terapia e medicação e sempre aconselho as terapias alternativas junto.
      Se tudo isso existe é para ser usado para melhorar a qualidade de vida das pessoas.
      Claro que pode se tornar um grande profissional, mas busque o que te disse, sei que a psicologia é um primeiro passo para o autoconhecimento, e esse é o que faz com que tenhamos consciência de quem somos, e não ter recaidas de depressão.
      Se precisar de mais dicas me avise, se estiver em SP capital.
      Sorte Sempre!
      Karin Klemm

  64. Boa tarde Karin,

    Infelismente onde resido fica distante de São Paulo, pois é Porto Alegre a capital que escolhi para morar.
    Quero saber onde e com que tipo de profissonal posso estar me recorrendo às terapias alternativas.
    Acompanhe meu raciocínio:
    Não sei se existe algum cirurgião plástico bem sucedido que tenha medo de sangue ou um eletricista que tenha medo de altura. Então, para que tu possas ver tenho dúvida até mesmo nas minhas próprias decisões.
    O que pretendo é curar ou mesmo aminizar esse sentimento e dar continuidade e uma vida mais sadia.
    Doutora tu podes resumir a palavra Pscicologia expressando de modo a 1º pessoa. Quero entender melhor e nada mais viavel de poder receber informações de uma profissional de sua altura.

    Obrigado,

  65. Pois é ! muita gente aqui com depressão, ou melhor confusas com a vida, eu acho, eu entendo tudo isso como problemas externos, falta de dinheiro, sem pespectiva de vida (emprego, amigos, festas…) a maioria tem namorada (o), mulher, marido, FILHOS NÉ…. se isso é considerado depressão o que eu tenho então ? Hoje tenho 32 anos, solteiro desempregado (por opção, já testei meus conhecimentos, minha força de vontade e capacidade de adquirir as coisas). Nada disso tem valor para mim, tudo que faço destruo em seguida só para me ferra, sinto que estou do lado de fora do meu corpo me puxando pelo cabelo e dando na minha cara dizendo-me SEU OTÁRIO, VOCÊ TEM QUE SE FERRA ! VOCÊ NÃO VAI TER NADA NA VIDA! isso é o tempo todo, desde pequeno adoro ficar no meu quarto com tudo fechado, escuro e sozinho durmo ouvindo música, a imaginação vai a milhão os sonhos desparam, tenho tudo o que sempre desejei, quando acorda a porrada começa denovo tudo vem ao chão (isso é nogento). tem mais ou menos uns 16 anos que sou assim, me relaciono com todos (hoje não me relaciono com ninguém com medo de rejeição)e já me disseram que sou muito carismático, o engraçado é que quando me olho no espelho eu detono com qualquer iniciativa de mudança, eu me arrebento, pensei que pudesse estar possuido,mas eu não acredito em nada e muito menos em DEUS (religião é folclore !) eu nem sei como estou conseguindo me expressar aqui. me sinto como se tivesse uma costela quebrada na altura do coração. já tentei suicídio 4 vezes e até sufocamento já tentei, (não dá em nada você dorme,desmaia e acorda com a mente limpinha meia hora depois você percebe o porque da sacola na cabeça) já sai pela BR afora andando debaixo de chuva à noite como um andarilho (engraçado que nunca me senti tão bem quando estava lá dormindo no chão e na chuva) achei que fazendo isso eu poderia me assustar de uma certa fora e acordar para a vida e dar valor o que tenho(como aquelas pessoas que não ligam para nada e derepente tomam um tiro ou são atropeladas na rua e quase morrem, elas se assustam pelo o que passou e até afirmam que viram DEUS e acordam para a vida.). Já fiz tratamento psicológico e tive o previlégio de conversar com uma analista,mas nada, sinto que tenho sequelas (por causa dos envenenamentos e gás de cozinhaque cheirei até cançar nem doido agente fica). não uso drogas e nunca usei, não sou alcólatra, não sei o que faço para me sentir como qualque pessoa, daria tudo para ter depressão por falta de dinheiro ou por não saber o que quer da vida. eu não sei o que tenho, mas de uma coisa tenho certeza, eu não desejo isso para ninguém. Obrigado pelo espaço Karin. espero que se alguém ler esse depoimento, que tire proveito dele e aliás para os perdidos na vida FAZER CONCURSOS PÚBLICOS É A SOLUÇÃO !
    Obrigado.

  66. Me sinto muito mal…cansei de tanta dor…ja fiz de tudo e ela não passa prefiro a dor do parto do que a dor que sinto durante esses 6 últimos meses…nada vale a pena pra mim…e como quero sair disso so não sei como…tudo por causa do fim de um relacionamento conjugal..era casada desde os 17 anos estou com 29 e nunca imaginei que fosse acabar como acabou….tudo perdeu o sentindo pra mim…até mesmo estar com ele…quero ajuda…nem sei como falar…não tenho condiçoes financeiras para pagar um especialista…parece que so resta morrer nada da prazer…ja tentei o suicidio…mais não aconteceu…pensei no meu filho…parece que estou estou em uma bolha…clamando por socorro e ninguem consegue me ajudar…minha familia tenta ja sinto pena deles por me ver sofrendo tando…emagreci 8 kl em durante 6 meses…não quero comer não quero dormir so quero chorar… pra ver se a dor passa….mais ela não passa…..

  67. Olá Karin,

    Bom , eu estava olhando este site e achei legal, gostaria que a senhora me ajudasse pois sofro disso também.
    meu caso é , tive uma crise de rins em novembro que cheguei a desmaia mas tratei , tava fazendo curso de informática e o professor não me passou por causa de um ponto,cheguei em casa muito triste”magoada” , depois veio as provas da escola que tive que estudar que nem uma louca e depois veio a pertubação da minha irmã pra cima de mim , dizendo o que tenho que fazer.
    passou um tempo , um vizinho meu desmaiou , aí ficou aquela coisa na minha cabeça , que ía acontecer tudo denovo comigo,
    passou um tempo fui ficando deprimida, muito tonta , parecia que eu estava com labirintite, fiz muitos exames e não deu em nada.
    Hoje tomo remédios, mas fico com aqueles pensamentos ainda que alguma coisa vai acontecer comigo ,quero esquecer esses pensamentos , quero voltar a ser a pessoa de antes sem pensar em bobagens.
    não vejo a hora de começar fazer tratamento com psicologos.

  68. Bom dia Karin,

    Encontrei seu site fazendo algumas buscas na Internet e gostaria de fazer algumas perguntas: minha namorada está com depressão, há alguns anos atrás ela parou de tomar os remédios e teve uma recaída, após alguns meses voltou ao normal, porém no começo desse ano ela voltou a ter outra recaída, dessa vez muito mais forte que a anterior, pois ela não sente mais vontade de nada, pediu demissão do trabalho, não tem vontade de sair de casa e dificilmente conversa. Ela passa com um psicólogo e um psiquiatra (toma medicamentos todos os dias), mas até o momento as melhoras não foram grandes. Atualmente nosso relacionamento está abalado, pois ela não consegue sentir o que sentia antes e isso a perturba muito, constantemente ela chora e diz que quer que tudo isso passe e que consiga sentir a felicidade novamente. Li muito na Internet que esses são sintomas da depressão (não conseguir ter prazer até mesmo nos relacionamentos pessoais). Isso é normal? Como posso agir para que ela melhore? Existe algum tempo para que seja possível verificar a melhora dela? Estou muito preocupado com a situação em que estamos passando e o que possa acontecer…

  69. Bom tenho 15 anos e percebo que estou nova demais para está em depressão.. Mas infelizmente
    Acho que estou.. Últimamente estou tão desanimada sem vontade de fazer nada.. Sensação de que ninguém se importa comigo, de que não vivo, não tenho animo pra sair, estudar.. Sóh tenho vontade de dormir e fica sozinha sumir e não ver ninguém..
    Sinto um aperto enorme em meu coração tenho vontade de Larga tudo e desaparecer..
    Não ligo para mais nadaa… Nada me importaa..
    Preciso tanto de uma ajudaa!
    De uma Luz.. Pois tá ficando cada vez pior e isso tá acabando comigo!

    BeijO Obrigada!

    Adriane Kempfer!

  70. Estou passando por um momento difícil da minha vida…tenho 17 anos…estudando para tentar vestibular no final do ano mas,estou mto nervosa…chorando a toa…não sei o que tentar na faculdade…além de ter muitas brigas em casa por causa de um namorado meu.Quase ngm da família gosta dle…ele bebe mto…não estuda…não pensa no futuro…e eu…burra como sempre só pensando nos outros e em ajudar…gosto dle de mais e gostaria que ele mudasse!Mas…nem tudo é como a gente quer…as vezes fico triste por pensar que ngm vai apoiar…que eu nunca poderei ficar com ele.Relmente…antes ele nem ligava pra mim…e eu fazia tudo por ele…só que uns dias pra trás decidi dar um basta…e acabei ficando com outro na frente dele…aí ele ficou triste…pedindo os amigos dle pra vir conversar comigo pra gente voltar…acredito que ele possa ter mudado porque a maioria das pessoas só dão valor qdo perdem…mas…msm assim não tenho certeza se é isso que quero pra mim! vc poderia me ajudar?? obrigadaa…adoro seu trabalho e acompanho sempre!

  71. pscologa tenho depre e tenho 16 anos minha mente esta fechada se sabe como é uma depressão não tenho sentimentos minha vida acabo não pensso em quase nada o que devo fazer qual terapia voçe mi indicaria meu pai minaha mãe tamem estão ruins com isso mas só que eu mi acostumei um poco com isso se eu fosse fazer só o que eu queria não ia fazer nada eo meu ouvido tamém parece que eu to meio surdo isso é simtoma da depressão

  72. Boa tarde, querida dra. Karin.
    Sou uma moça de 28 anos que não se sente confiante o suficiente para encontrar um namorado e um futuro marido, devido a um complexo que me acompanha desde a adolescência de ter seios pequenos. Foi nessa época também que muitos “colegas” de escola e vizinhos, tanto homens como mulheres, contribuíram para que eu ficasse mais complexada, fazendo sempre piadas e comentários humilhantes sobre isto, chegando alguns a serem escandalosos e indiscretos, fazendo-me passar vexame público.
    No meu caso, tudo se resolveria com uma plástica, mas esta não é possível no momento, pois a minha mente se encontra em um grave dilema ético e religioso.
    Eu não sei se um psicólogo comum me ajudaria, pois sou evangélica e encontrei em pesquisas a alguns sites que um verdadeiro cristão não deve se submeter a certos procedimentos cirúrgicos por vaidade e sensualidade (concupiscência no olhar, como diz a carta do Apóstolo João). A vaidade e a sensualidade são condenadas pela bíblia e por Jesus Cristo por ser um pecado, e pecados não permitem a nossa comunhão com Deus. Apesar disso, eu cheguei a encontrar em um site evangélico que existem algumas passagens no Antigo Testamento que relatam que as mulheres faziam tratamento de beleza e que, por essa razão, tal artigo não se posicionou nem contra nem a favor das cirugias plásticas de um modo geral.
    Eu creio nas palavras de Jesus, mas não consigo viver em paz com a minha aparência. Tenho medo de não conseguir encontrar um marido que me ame do jeito que eu sou, se nem mesmo eu me amo assim.
    Para piorar a situação, há muito tempo, uso sutiãs de enchimento e já me acostumei a me enxergar com esses enchimentos, porém, se eu encontrar uma pessoa para namorar e casar, não sei como eu vou fazer para contar a ela que eu uso esse artfício. Eu não vou saber se essa pessoa está comigo pela aparência (se isto é importante para ela) ou se está comigo porque eu represento mais do que isto para ela. Eu também não me imagino deixando de usar os enchimentos, porque as pessoas me conhecem com eles e seria uma vergonha para mim aparecer sem os mesmos, pois eu frequento muitos lugares, conheço muitas pessoas e muitos deles são evangélicos como eu. Eu não suportaria a dor da reprovação e do vexame se eu viesse a tirar os enchimentos ou se eu colocasse próteses, e, nesse último caso, eu não poderia esconder do meu namorado e marido, já que eu estaria sendo desonesta com ele e mais ainda com Deus. Eu não queria ter que contar isto para o pastor da minha Igreja, porque, além de sentir muita vergonha, temo que ele possa se decepcionar comigo, pois ele acredita que eu sou uma pessoa muito boa, um ser humano com pecados, sim, mas de conserto fácil e pouco graves ao olhos, não de Deus, que não avalia pecadinhos e pecadões, mas de outros humanos. São tantas as dúvidas e preocupações que me deixam angustiada e muito infeliz.
    Talvez a sra. me fale que o que interessa é o que eu penso de mim mesma e que eu devo me amar antes dos outros me amarem e me valorizar para ser feliz, mas, acredite, eu já tentei fazer isto mas nunca funcionou comigo, até porque eu não gosto do que eu vejo no espelho, apesar de que o que mais me incomoda mesmo é a crítica dos outros e, mais ainda, a rejeição dos rapazes, que, não importa sejam eles evangélicos ou não, são homens, sentem atração, e também são capazes de cometer pecados, futilidades e condutas indiferentes ou ignorantes sobre as mulheres, de forma deliberada ou mesmo inconsciente. Para mim, me basta encontrar a pessoa certa para casar, pois eu não quero chamar a atenção de vários, mas apenas da pessoa amada. Entretanto, por mais tolo que possa parecer, esse complexo vem me atrapalhando muito desde a adolescência a conseguir esse objetivo, por mais dotes físicos e qualidades pessoais que eu possua.
    Fico imaginando, se nós cristãos temos que procurar parecer a cada dia com Jesus para agradar tanto o nosso Salvador como o nosso Pai celeste, o que faria Jesus na minha situação. Certamente Ele, que foi capaz de morrer na cruz por nós, sofrendo muito mais humilhação, acharia isto uma grande besteira, mas eu sou fraca e não sei o que fazer, só sei que eu não quero deixar para ser feliz só no céu, mas quero ir para este feliz.
    A quem eu devo pedir ajuda, dra.?

  73. Boa noite, querida dra. Karin.
    Eu estive navegando pelo seu site após escrever a minha outra mensagem e percebi que a sra. tem uma crença diferente da minha. Peço desculpas por ter me manifestado da forma como eu fiz na minha mensagem anterior, mas, se for possível, gostaria de saber a sua opinião para o meu problema, pois, como psicóloga, a sua opinião tem grande importância para mim.
    Muito obrigada pela compreensão.

  74. Tenho 5 anos namorando com um rapaz 7 anos mais jovem do que eu e esse relacionamento esta piorando o meu estado de eterna tristeza. Na verdade sempre sofri, venho vivendo dentro de oscilações de tristeza e alegrias, sendo mais momentos de tristeza. Sei que não mereço este tipo de relacionamento,mais nem me imagino ficar longe dele. Não consigo dar um ponto final… pois acho que não vou conseguir arrumar mais ninguem. Nada tem graça se não for ao lado dele.Tenho pavor da solidão, tenho insônias e agora tô ficando apavorada quando vai anoitecendo. Me dê uma orientação…me ajude pelo AMORDE DEUS!!!

  75. Olá karin, estou precisando de ajuda, estou com depressão e me sinto muito fraca e a tristeza me domina. sou casada a 8 anos tenho 2 filhas.
    Descubri a 3 meses q meu marido estava me traindo e estava com uma relação de 7 meses.
    Estou muito triste, não consegui me separar dele pq o amo e ele disse q se arrependeu do q vez. Ele disse q aconteceu isto por minha culpa, q eu não o compreendo e não conseguimos conversar sem discutir.
    Minha vida mudou e juro q não é drama!
    perdi a vontade de tudo, não vejo graça em nada, não tenho fome e emagreci muito.
    Tento me esforçare não consigo, ele diz q só depende de mim, o q faço?
    Porfavor me ajude!!!!!!

  76. DEPRESSÃO
    Me identifiquei com um artigo que dizia … “que entendemos que a pessoa que tem depressão, desenvolve a depressão “cultivando” crenças e um estilo de vida que a coloca nesta condição.” Começei a ter depressão depois do meu divórcio, não porque eu ainda o amava e não tinha certeza, eu não o queria mais e tinha certeza disso, mas por tudo que foi destruido do que eu tinha idealizado para minha vida. Namorei muitos anos, casei na igreja, queria construi uma familia sólida que a estupidez e grosseria dele se desfez, fiquei casada um ano e meio e quando minha filha nasceu depois de muito sofrimento por que as brigas me fizeram ter várias hemorragias e descolamento de placenta, quando ela nasceu linda e saudavel pela vontade Deus, eu tive certeza, não iria mais viver com esse homem.
    O problema é que o castelo se quebrou, vivo com meu próprio pre-conceito da mulher independente e bem sucedida mas divorciada. O sonho da famila se desmoronou.
    Já tomei fluoxetina, cetrarlina, ginkobilaba, e os pensamento não me deixam, me atormentam todos os dia.
    E o pior, esses pensamentos me deixam exausta e não consigo trabalhar, durmo muito, com ou sem medicamentos. Já cheguei a dormir por 48 horas e acordar cansada e com o corpo tremulo, e não estava mais tomando a fluoxetina.
    Sei que você não atende esse tipo de e-mail, mas me diga por favor, como acabar com o sono, meu corpo quer se desligar de tudo isso e dormir mas minha cabeça sabe que tenho que trabalhar e quer que eu levante a vá ao trabalho. Já fazem 4 anos, e minha disposição é só para dormir.
    Será que vc pode me ajudar de alguma forma?
    Muito obrigada pela atenção em ler esse desabafo.
    Obrigada mesmo.

  77. EU TO MUITO MAL ….
    eu nao tenho mais vontade de viver … nao sei pq … nao é culpa minha … sei que é pecado mais eu nao consigo ver mais o dom da vida …

    eu choro dia e noite é uma dor no meu coração …
    eu nao sei oq fazer

  78. Olá
    Bem , nuca senti isso ,mas estou triste demais , choro como nuca, meu mairdo tem bipolaridade , estou pasando por um processo judicial o qual os meus sogros moveram pra te o direito de ver a minha filha , meu marido nção se dá com eles , e tb não quer.
    Sempre tive muita paciência com o meu marido , nas suas interminaveis crises ,de “loucura” , gritos , mau humor , ameaças de ir embora , etc….
    Choro , choro , choro , peço atenção pra o meu marido , e ao ínves disso , ele fala que não aguenta mais “cobranças ” e vai embora .Ele está indo embora toda hora , me ameça com isso o tempo todo, eu sempre seguro todas as barras , sempre estou aqui pronta prao que der e vier , mas agora que preciso de ajuda , não tenho.
    Moramos com a minha mãem , tenho 2 filhos maravilhosos, mas já estive pensando em me matar , acho uqe só não fiz isso ainda por causa deles e pq acho que não tenho coragem sufuiciemte pra isso.
    Me cuido , apesar de ser gordinha, amo maquigem , estar na moda , dirijo,estou numa empresa á quase 20 anos , faço tudo em, casa , sou pau pra toda obra .
    Meu momento de “despencar” chegou.
    Preciso de ajuda
    Já marquei uma consulta com o psiquiatra , mas ainda demora , sinto dores no peito, nõa tem nada ao certo do que eu goste de fazer , entro numa rotina diária , sempre , serviço, escola, mescado, casa .
    NÃO AGUENTO MAIS

  79. Olá
    Bem , nuNca senti isso ,mas estou triste demais , choro como nuca, meu mairdo tem bipolaridade , estou passando por um processo judicial o qual os meus sogros moveram uma açõa absolutamente absurda pra te o direito de ver a minha filha (única neta , ) mas nós cortamos relações co eles , eles nuncam e aceitaram , e nem ao meu marido, meu marido não se dá com eles , e tb não quer que eles vejam a nossa filha. Sempre tive muita paciência com o meu marido , nas suas intermináveis crises ,de “loucura” , gritos , mau humor , ameaças de ir embora , etc….
    Choro , choro , choro , peço atenção pra o meu marido , e ao ínves disso , ele fala que não aguenta mais “cobranças ” e vai embora .Apenas pq eu peço mais carinho , atenção .Ele está indo embora toda hora , me ameça com isso o tempo todo, eu sempre seguro todas as barras , sempre estou aqui pronta pra o que der e vier , mas agora que preciso de ajuda , não tenho.
    Moramos com a minha mãe , tenho 2 filhos maravilhosos, mas já estive pensando em me matar , acho que só não fiz isso ainda por causa deles e pq acho que não tenho coragem sufuiciemte pra isso.
    Me cuido , apesar de ser gordinha, amo maquigem , estar na moda ,me arrumo sempre estou bem vestida , simpática , dirijo,estou numa empresa á quase 20 anos , faço tudo em, casa , sou pau pra toda obra .
    Meu momento de “despencar” chegou.
    Preciso de ajuda
    Já marquei uma consulta com o psiquiatra , mas ainda demora , sinto dores no peito, nõa tem nada ao certo do que eu goste de fazer , entro numa rotina diária , sempre , serviço, escola, mescado, casa .
    NÃO AGUENTO MAIS

  80. Olá preciso de ajuda , terminei um namoro de tres anos e estou sofrendo muito , parece que nao tenho mais vida só penso nele , e ele está com outra já , isso faz um mes , choro todos os dias estou desempregada e nao sei o que eu faço , nao sinto vontade de comer de nada apenas de chorar e pensa que eu quero me recupera , mas nao consigo , nao tenho mais vida , meus pensamentos sao só nele,preciso de um conselho por favor.

  81. estou numa das piores fazes da minha visa,sou casado a dois anos ,tenho gemeos e minha vida virou de cabeça para baixo,pedi afastamento do emprego,estou com depresao,todos me ajudam mas nao consigo sair dessa,volto a trabalhar no dia 04/05.me sinto inseguro no meu casamento e no meu emprego,para min tudo esta perdido.penso em suicidio todos os dias ja nao sei o que fazer dra karin ajude-me

    • Rafael,
      Importantíssimo estar em uma terapia com psicologo (a) e também acompanhamento médico, pois as medicações de hoje estão bem avançadas e irão te dar uma boa qualidade de vida, não tenha medo de fazer uso delas.
      Faça um hobbie, e use terapias alternativas também.
      Em pouco tempo se seguir as dicas estará bem.
      Boa sorte!

  82. Karin
    Quando uma pessoa senti que ela está alem da depressão e está mesmo!!! não é só ilusorio é no fisico no emocional no espiritual no dia a dia, se ela se sente 24 horas no escuro da tristeza por motivos rotineiros por motivos externos inevitaveis, por motivos fisicos e emocionais existentes e não existentes, e quando se trata de uma pessoa muito sabia e amavél que ja não consegue mais se lembrar dela mesma que ja não se senti mais com forças de seguir toda a imensa sabedoria que ela tem sobre como se deve levar a vida de uma maneira positiva… quando uma mente brilhante cansa de uma maneira que 3 anos de terapia e pisquiatria não resultam em nada???
    Sua visão por farvor.

    Namaste

    • Bom, minha visão é que o tratamento não foi com psicólogo adequado para situação, tem que ser comportamental.
      Existem depressões endógenas, onde o corpo para de fabricar serotonina, e ela tem que ser reposta com “em geral” divalproato de sódio entre outros tantos.
      Tem que ir a um psiquiatra que dê a medicação correta e reponha o que o corpo não esta fabricando.
      Sendo assim não é só psicológico, mas um caso médico também.
      Claro que bons pensamentos sempre ajudam, mas por eles que aparecem bons médicos e psicólogos.
      Não abra mão das terapias alternativas também.
      Boa sorte

  83. DEPRESSÃO
    Me identifiquei com um artigo que dizia … “que entendemos que a pessoa que tem depressão, desenvolve a depressão “cultivando” crenças e um estilo de vida que a coloca nesta condição.” Começei a ter depressão depois do meu divórcio, não porque eu ainda o amava e não tinha certeza, eu não o queria mais e tinha certeza disso, mas por tudo que foi destruido do que eu tinha idealizado para minha vida. Namorei muitos anos, casei na igreja, queria construi uma familia sólida que a estupidez e grosseria dele se desfez, fiquei casada um ano e meio e quando minha filha nasceu depois de muito sofrimento por que as brigas me fizeram ter várias hemorragias e descolamento de placenta, quando ela nasceu linda e saudavel pela vontade Deus, eu tive certeza, não iria mais viver com esse homem.
    O problema é que o castelo se quebrou, vivo com meu próprio pre-conceito da mulher independente e bem sucedida mas divorciada. O sonho da famila se desmoronou.
    Já tomei fluoxetina, cetrarlina, ginkobilaba, e os pensamento não me deixam, me atormentam todos os dia.
    E o pior, esses pensamentos me deixam exausta e não consigo trabalhar, durmo muito, com ou sem medicamentos. Já cheguei a dormir por 48 horas e acordar cansada e com o corpo tremulo, e não estava mais tomando a fluoxetina.
    Sei que você não atende esse tipo de e-mail, mas me diga por favor, como acabar com o sono, meu corpo quer se desligar de tudo isso e dormir mas minha cabeça sabe que tenho que trabalhar e quer que eu levante a vá ao trabalho. Já fazem 4 anos, e minha disposição é só para dormir.
    Será que vc pode me ajudar de alguma forma?
    Muito obrigada pela atenção em ler esse desabafo.
    Obrigada mesmo.

  84. As vezes me sinto mal, como se nunca mais fosse ser feliz de novo antes eu tinha sonhos que só de pensar me expiravam. Agora não passa de um vazio aqui dentro, mais eu não desisto sei que vou melhorar tento pensar que é só uma fase e também aprender com ela achei que isso era coisa de velho nunca pensei que passaria por um momento assim pois achava que era muito novo pra ter esses sentimentos agora sei o tão ignorante que eu fui. Mais, uma coisa eu sei vou superar.

    obs: eu tenho 15 anos

  85. estou em um estado de depressão há dois anos quando me envolvi com um cara que julgava o principe dos meus sonhos ele naum era bonito naum mas supria minhas carencias no casamento mais beijo mão na mão foram 5 meses maravilhosos mas como toda mentira vaza meu marido acabou descobrindo fiu a maior dec~pçao da vida dele mas ele tambem confessou sua traiçao com uma outra mulher ele é policial até me dar um tiro ele quiz passei maus momentos nao nos separamos mas vivemos mal ele marcado pela traiçao eu pelo abandono e por todas as torturas pscilogicas e fisicas que passei parei de trabalhar,parei de treinar hap kido era faixa verde abandonei as amigas hoje minha vida é nas paredes do meu quarto e remédio de todas as tarjas vivo com insonia já perdoei o que esse sujeito me fez mas meu humor oscila de muito feliz ao fundo do poço…responda por favor to pedindo um socorro

  86. Extatamente isto, o “post” é de 2007 mas é mais atual que nunca. Sinto tudo isso. Confesso que minha maior força vem da educação que meus pais me deram e da fé que aprendi a ter. Sou formada, pós graduada e mestre, não tem essa de escolha. É uma doença triste, mas temos que tentar reagir e buscar ajuda. Obrigada por disponibilizar na net textos como estes. E pra quem tem depressão, o meu conselho, por conhecimento de causa é: vale a pena viver!

  87. oi tenho depressão desde os 15anos e agora fui diagnosticada como bipolar e depressiva, tenho muita dificuldade em me manter bem sinto muita tristeza e vontade de chorar, quando estou com as mania fico muito agitada e não consigo terminar nada que começo, não consigo manter uma rotina e isso vejo que ta prejudicando meus filhos, os remédios me deixam dopada.
    Até agora não consegui me adaptar com nenhum ja tomei vários e não melhoro ai desisti de tomar eles mas vejo que fico pior.
    Gostaria muito de ajuda, estou morando numa cidade que não gosto por conta do meu marido por isso me sinto frustada e infeliz mas tb não consigo ter coragem pra ir embora e tentar ser feliz me ajude

  88. Olha vc é muito gentil com as pessoas!
    Estou passando por dificuldades, queria lhe mandar um e-mail, não tenho coragem de escrever aqui.
    Por favor.

  89. Oi Karin, estive a procura de alguns sites relacionados a esse tipo de doença, a depressão.
    Tenho 19 anos, sou homem e namoro há algum tempo, curso ADM e trabalho com vendas, Minha razão de estar aqui deve ser parecida com a das outras pessoas que não conseguem melhora e buscam ajuda a algum profissional.
    Vem acontecendo varias coisas na minha vida, e vem tudo de uma só vez, talvez seja isso o motivo real da minha doença.
    Não consigo me concentrar em NADA, vem a tona todo minuto alguma coisa que não sei o que é, como se fosse alguma doença e eu não conseguisse parar de pensar nela. Não sinto mais alegria em nada, tenho saído de casa para aliviar essa pressão e não para me divertir, alguma coisa que eu não sei o que é insiste em me atormentar, gostaria muito de viver de voltar a ser feliz, alegre e tudo mais, jamais penso em morrer ou jogar tudo pro alto, tenho me esforçado muito para que um dia eu possa voltar a sorrir e sem ter esse peço sobre mim, se puder me responder estarei grato!

  90. olá!!!
    gostaria muito de ajudar meu namorado, que está com depressão, não sei como ajudar.
    Ele se sente muito triste e com desânimo não tem vontande de fazer mais nada, quando tenta dá tudo erradoai é só tristeza e muita pressão no dia a dia dele gostaria de saber o que está fazendo ele se sinta assim?
    po favor me ajude.

  91. Olá Karin,
    Acho que estou precisando de ajuda…
    Eu choro todos os dias, fico angustiada não tenho vontade de fazer nada, me descuidei um pouco, sinto muito cansaço, sono, dores no corpo… O clima na minha casa está um pouco pesado há um tempo… Minha mãe e meu irmão sempre brigam. Me decepcionei com varias pessoas, deixei de acreditar em mim mesma, nos meus sonhos. Estou indo mal no colegio, não estou tão empolgada como antes em prestar vestibular para medicina o meu grande sonho! Estou me achando incapaz de tudo. Já até desejei morrer. Eu ja sou um pouco timida, mas so no inicio so que agora não conversa tanto quanto conversava, estou diferente, não sou aquela pessoa feliz, diivertida que alegrava, cativava as pessoas, na verdade, me afastei muito de algumas delas,. Elas percebem qu eu não estou bem, perguntam mas eu sempre respondo que não tenho nada… Eu achei que estava bem por um tempo, e conheci um garoto. Nos demos bem, estamos namorando, mas as coisas voltaram a ser como antes… eu fico triste ‘a toa’, não consigo mais conversar, e isso esta prejudicando a nossa relação, ele anda um pouco diferente comigo. Eu choro todas as noites escondida… eu não quero isso pra mim. MInha mae tinha depressão e essa negatividade acho que foi passando pra mim também, não sei. Estou confusa, estou magoando pesoas que eu amo e que me amam. Não sei mais o que fazer, me ajude. Muito obrigada.

    • Primeira coisa é parar de chorar escondido, como quer ajuda se os outros não sabem o que está acontecendo com você, principalmente porque depressão pode ser genética sim.
      Tem que ter seu terapeura e de preferência aconselho também terepias alternativas, tem que voltar a ser alegre como era, e você sabe o caminho de volta, mas está precisando de uma ajuda momentanea, sem ajuda a depressão pode piorar.
      Cuide de você custe o que custar e busque rir mais da vida ou das coisas cotidianas, faça algo que goste e coisas por você.
      Terapeuta vai ser necessário.
      Sorte!

  92. Olá,

    Minha namorada está passando por um sério problema de depressão e eu não sei mais como agir. Tenho medo de tomar qualquer atitude, por que não sei se poderia ajudar ou piorar ainda mais a situação.
    Por favor, estou em desespero por isso e preciso de auxílio, me dê alguma direção!!!!

  93. Oi sei q estou com depressao e nao sei como mudar isso..perdi minha mae aos 17 anos e desde entao eu q crio meus irmaos,nao conheço meu pai…hj tenho 25..nao sei se minha depressao é trauma de tudo q vivi…Sou casada e nao tenho filhos.Nao tenho vontade de sair,nao tenho vontade de fazer nada..e meu esposo so diz q eu estou louca q pra ele isso é friscura minha.ja nao saio de casa a alguns meses,nao me sinto bem saindo..minha vida é meu quarto,passo quase a parte do meu tempo dentro do quarto,to de um jeito q so o q tenho vontade é de dormir,pois nao tenho vontade de nada,choro muito…pra falar a verdade perdir o sentido da vida,os sonhos q antes tinha hoje ja nao tenho mais..ja nao tenho sonhos so vontade de morrer…me distancie dos amigos,ainda existe alguns q ainda me visitam e me dao animo,mas mesmo assim nada consegue me por de pé…eu tento mais juro q nao consigo ser uma pessoa melhor..as vezes magou as pessoas que amo.me ajude por favor estou desesperada…
    quero sair desse abismo q me encontro mais nao consigo…..me ajude….obrigada

  94. Olá! A pouco tempo procurei um psiquiatra que me diagnosticou com depressão profunda, tomei alguns medicamentos e logo melhorei, ele me aconselhou a fazer uma psicoterapia, logo depois reencontrei meu ex-companheiro, pai do meu filho e resolvemos nos casar, meu marido sabia do tratamento, com o casamento e a mudança de cidade, parei com os remédios e não voltei mais ao médico, logo veio a 1ª crise, procurei um médico, mas meu marido não gostou, brigou comigo e não me apoiou, conclusão, não fui ao médico. Hj me encontro em crise novamente e novamente meu marido brigou comigo. Ele acha que é por causa dele, mas nem eu sei pq é, me sinto feia, inutil, sem qualidades, sem atrativos, tenho medo de morrer, me sinto triste e sozinha. Gostaria da sua ajuda para poder lidar com esta situação.

    • Lucia,
      Várias coisas podem causar depressão, mas independete de apoio familiar ou não vá e se cuide sim!
      Procure o médico e um terapeuta, continue seu tratamento, essas crises vão e voltam por vários motivos, até stress.
      O correto é um psicologo (a), médico e se gostar algo complementar, como reiki, florais, homeopatia, eles são sempre bem vindos.
      Sorte!!
      Karin

  95. ola tenho 23 anos tenho uma filha, estou na espanha ja faz 2 anos minha filha mora comigo ,quando chegei na espanha eu i o pai da minha filha nos separamos, me sinto sozinha com a minha filha choro cada dia , depois descobri que tenderia que esta com o pai dela mais agora ele ja tem outra . eu nao gosto daqui mais infelismente tenho que fica ate consegui alguma coisa no brasil, mais é muito dificil pra mim nao tenho amigos nao falo com ninguem. minha vida é do trabalho para casa,`por que aqui os espanhol nao gosta dos brasileiros menos eu que sou moreninha , gostaria de ajuda ..obrigado

    • Vania,
      Procure amigos do Brasil sim!
      Não se enclausure e nem sua filha.
      Procure com que ela tenha amiguinhos também.
      Senão as duas vão ficar deprimidas.
      Entre na justiça em relação a visitas com o pai dela, ela possui direitos.
      Lute por você, pela sua alegria e pela vida de vocês duas, onde quer que estejam.
      Atraia felicidade sempre, por mais difícil que seja, imagine que encontrará amigos, pessoas legais e será aceita independente de qualquer coisa, e isso virá até você.
      Sorte!
      Karin

  96. digamos que perdi alguem muito importanate na minha vida que sempre estava lá ! em tudo so qu e acabei perdendo por egoismo hj ela não quer que eu chegue nem perto dela e com o passar dessa perda eu começei a ter sensaçoes estranhas começei a ver coisas tenho medo de ficar sozinho eu tenho ataques meo coraçaõ acelera minha pressão sobe tenho falta de ar dores de cabeça fortissimas dores no peito meo corpo as vezes adormeçe parace que vou perder todos os sentidos eu não tenho vontade de fazer nada me sinto muito sozinho e tenho insonias e por mais que tente tomando remedios pra adormecer eu permaneço acordado sempre e nunca estou feliz com nada principalmente com oque me agradava não vejo mais graça sei que isso não é normal ! mais sei que não sou nenhum anormal e estou procurando ajuda fui em psquiatra mais não estou satisfeito com a resposta dele gostaria de ajuda por favor !
    eminemcz@hotmail.com

    • Jonathan,
      Isso é comum quando apostamos demais em um relacionamento e fazemos dele nossa vida e colocamos tudo nele, virando uma muleta, a questão é…quando a muleta cai?
      Seus sintomas parecem de bipolaridade pelas oscilações, tem que fazer terapia sim, senão não terá uma qualidade de vida boa rapidamente, e o psiquiatra em conjunto com seu psicólogo, logo estará bem.
      Sorte!
      KK

  97. Tenho labirintite e o médico disse queé por causa de minha ansiedade. Tenho 32 anos e sou muito ansiosa. Sou do tipo que faço tudo ou nada, não tenho meio termo. Estou tomando flunarizina e fluoxetina por indicaçao médica. Estou mto desanimada da vida, tenho alguns problemas conjugais. Será que tenho depressão tb? Esses medicamentos estão corretos. Fico apavorada com a idéia de engordar….
    Obrigada

    • Wanessa,
      Não me parece apenas depressão, esse “tudo ou nada” pode ser bipolaridade, e a medicação é outra, porém você tem sua psicóloga (o)? Precisa de um para acompanhar seu caso e você melhorar rápido.
      Todos temos problemas, o caso é como lidar com eles.
      Idéia de engordar, ela tem que ser real, senão é apenas uma questão que está tomando uma forma indevida.
      Procure um psicólogo(a).
      Sorte Sempre!

  98. Ola,

    Tenho 19 anos, moro com meus pais e meu namorado, tenho tudo que sempre busquei, emprego, faculdade…
    No momento acho que estou em crise com meu namorado, estamos junto a quase 5 anos, vivemos bem… mas estou atualmente numa faze de tristeza, choro todos os dias e tenho um nó na garganta o tempo todo, não tenho vontade de nada, apenas de dormir…
    Acho que estou entrando em depressão, e não sei bem pq, tenho um medo que esta me consumindo de me separar do meu namorado, apesar dele dizer que me ama e que não vamos acabar…
    Ele também estuda e tem uma menina na sala dele que esta me deixando com “ciume” talvez?!!
    Não sei mais como agir!!!
    As vezes tenho vontade de largar tudo de mão; e as vezes tenho vontade de nunca me separar dele…
    E aquela velha história: Ruin com ele – Pior sem ele!
    Eu amo ele D+ mas estou cansada …

    Espero que possa me dizer algo para me ajudar..

    Muito Obrigada!

    • Lais,
      Está se amando pouco demais não acha?
      Normal usarmos nossos relacionamentos afetivos como “muletas”, mas, e se as muletas caem no chão? Como ficamos?
      Antes de mais nada seja você mesma, goste de você, se precisa de ajuda nesse momento, um terapeuta e uns florais como complementar seriam fantásticos.
      A vida é curta para se ruim ou mal vivida, cuide de você.
      Sorte Sempre!

    • primeiro vc tem q procurar Deus em sua vida! sabe onde encontrar? em seu coração abra a porta do seu coração q Ele está te esperando ..Ele está te dizendo assim: Minha filha venha ao meu encontro.Estou esperando vc abrir a porta para q eu possa fazer morada no teu coração..É isso mesmo.Pegue a Bíblia e leia a carta de Paulo aos romanos, a primeira carta de João em fim tem muitas cartas q vão te ajudar a te curar.Deus se comunica com a gente através da palavra… faça um teste! Pois as pessoas esquecem de Deus! Ele é tudo em nossa vida.Deus basta, Creia, pois tudo Posso naquele q me fortalece. Amém

  99. Sou uma pessoa de 32 anos que ate aos 26 anos fui um estrvertido, riso era toda hora era uma vida maravilhosa .Passei a trabalhar em uma empresa que ganhava por objectivos com metas para cumprir começei com uma garra cumprindo tudo a 150% uma coisa maravilhosa . Os anos foram passando a cada dia que passava eles queria mais e mais com ameaças de reduzir comissões coisas de um patrão com 37 anos que nunca casou ,nunca teve alguem que amasse,nunca soube rir quando ria era com um ar de fingimento com gargalhadas altas sem sentido ,mas dava ordens e era com um tom de voz muito alto e ameaçador .Foi ai que começei a abaixar a cabeça e cada vez mais fui me enfraquecendo e acreditando em mim como sempre fiz, mas sabia que tava ficando fraco diante dos acontecimentos e isso foi se alastrando de uma forma sem controle ;ate que começei a ter problemas de saude que depois foram quase comprovadas que estava associada ao estress tensão alta depressão , ja não tinha firmesa das coisas que falava ou ate mesmo de quem eu era isso aconteceu dentro de um ano eu me tornei uma pessoas que nem eu sabia quem era mesmo .Na concentração perdi tudo ;na empresa a chefe falava que eu tava doido sabendo ela que fazia pressão não so em mim como nos outros que alias sairam logo mas sempre fui forte para mim mas para as pessoas podia não ta transmitindo isso mas eu teria que mudar isso sabendo eu que nesse ambiente nunca consiguiria ;lutei muito ate encontrar um medico brasileiro willian Anderson ( CLINICO GERAL ) que era meu medico e que me ajudou com remedio sedoxil e o stresstabs tomo isso ate hoje junto aos de tensão alta passei a dormi que era uma coisa que ja não sabia ate sonhar com minha familia ja acontecia porque antes disso nao dormia e quando dormia não fechava os olhos e acordava achando que estava chego pelo rescecamento dos olhos e uma das coisas piores que pode acontecer nas nossas vidas .Hoje posso dizer tenho sequela ou ate mesmo depressão que ainda nunca fiz um tratamento adequado e sei que poderia ta bem melhor mas consigo viver assim mas tenho uma tristeza dentro de mim que vai volta mas sem ela eu não fico tenho as vezes medo e ela ta do lado ja nao sei onde ser feliz porque não sei o endereço onde achar por isso luto mas sei que o desgaste que fica e maior do que a conquista acho que vou viver menos porque acredito que as pessoas que vivem mais nesta vida são as que tão sempre rindo falo isso pelo fato de ate os 26 anos nunca tive depressão outra coisa as pessoas responsaveis tem depresão na maioria das pessoas que conheci ate mesmo que trabalhavam para mim os melhores tinhão um ar de depresão isso era um ponto forte para mim pois ver depresão em outra pessoa nos faz ficar mais forte acho eu ajudanos a criar caminhos e isso falei um pouco de mim espero que ajude alguem a descobrir o caminho a fonte do riso do amor pois luto por isso mas não encontrei apesar de ser uma pessoa conciente tenho uma empresa graças a deus to seguindo a vida mas sem direção mas conciente de tudo dentro de mim .

    • Marcos,
      Pelo relato que li o que te falta é autoconhecimento, não sabe quem é, o que faz na terra, se sente fora desta realidade, sente um vazio enorme dentro de você.
      Posso te dizer que o caminho da felicidade é dentro de cada um de nós, e estão nas pequenas coisas do dia a dia, nem sempre apenas em grandes realizações.
      Aprender a curtir a vida é todo o dia, aprender a se gostar com seus defeitos e qualidades é impressindível, se amar acima de tudo (sem orgulhos) ser do tamanho que somos e ser felizes por acordar e ter um dia aqui na terra, aqui não é para sempre e se estamos aqui temos que no mínimo aprender algo sobre nós, sobre coisas e sobre tudo que pudermos aprender.
      O caminho está dentro de você mesmo, mas sem saber quem você é não saberá as opções de caminhos, isso só com terapia, o remédio não vai te dar ele, apenas ameniza a dor, e enquanto se ameniza se pode fazer terapia para acabar com os focos que causam a depressão e demais coisas.
      Sempre digo que o primeiro passo para se conhecer está na terapia, depois nas outras tantas, desde filosofia, numerologia, entre tantas coisas que explicam quem somos.
      Vá atrás de você mesmo, procure um bom terapeuta e curta cada dia, cada segundo que está aqui.
      Sorte!
      KK

      • Marco Aurélio, meu querido irmaozinho! a primeira coisa q vc deve fazer na sua vida! é buscar Deus….Busque Ele enquanto Ele esta deixando, Ele está de braços abertos para vc meu irmão, tenho notado, nestes pedidos de socorro para esta psicologa, coitada! haja conselho.. são muitos bons e palavras verdadeiras….Mas, ante de procurar por ela, busque a Deus! Ele é tudo em nosa vida, sem Deus ñ adiante nada.. são palavras banais, com Deus podemos tudo, sair de tanta tortura de tantos sofrimentos,Pegue este rico livro e tão maravilhoso q se chama BÍBLIA! leia com carinho as passagens do Novo Testamento e verás q tudo q lê vai te ajudar e sair dessa, Ñ precisa buscar Igreja Ñ pois igreja somos nós! espero ter boa resposta, tudo vai mudar na sua vida podes crer.Estou torcendo por te. seja feliz…Mas Lê a Bíblia tá? Tudo posso naquele q me fortalece! Fica com Deus…

  100. Tenho depressão desde a infancia, já tomei muitos anti-depressivos e ansiolíticos, o q n entendo é q nunca pude dizer q estou me sentindo ótimo ou ”normal”, sem ansiedade, sem síndrome do panico etc…
    Faço tratmto c psiquiatra e procuro nunca abandonar mas o q ocorre é q vez e outra n me sinto nada bem, n quero sair de casa e pronto já trocam toda a medicação e o q é pior me sinto como ”cobaia” pois me dão amostras gratis ”p ver” se me adapto, poxa n aguento mais isto, será q apos 20 anos c toda a tecnologia q temos n sabem ainda como ”CONTROLAR” uma depressão??????

    • Elisane,
      Pode ser hormonal, fez exames? Nunca descarto de uma depressão poder ser física, claro que os fatores emocionais desencadeiam, mas faça exames, inclusive ACTH entre outros, serotonina. Aconselho terapias alternativas, reiki, Florais, Homeopatia entre outros, assim terá uma melhor qualidade de vida.
      Tenha sempre seu terapeuta, a terapia segura os desencadeantes.
      Sorte!
      KK

    • só uma coisa tenho a te dizer. Leia a Bíblia! Encontre com Deus atraves da Palavra, seja feliz , só Deus cura, só Deus sabe de todas as coisas, busque Ele enquanto Ele esta deixando, te desejo muitas felicidades!

  101. Olá!!
    Estou passando por uma situação de separação.
    O problema é que ele me ama d + e eu não sei mais o que sinto.
    Tenho duas filhas uma 17 e outra de 5 anos, a menor é filha dele e muito agarrada com ele.
    Ele é um exelente pai com um comprometimento total com a familia.
    Quando esta em casa ele traz café na cama não deixa eu nem chegar na cosinha.
    Preparatudo só para me agradar.
    Sinto que ele tem medo de me contrariar, aceita tudo que eu falo com medo de me decepcionar…
    Nunca brigamos.
    Perdi a vontade de me relacionar com ele, de ser abraçada por ele, nosso relacionamento esfriou completamente…
    Não por culpa dele mais por mim.
    Minha familia esta toda contra mim…
    Por que ele chora o tempo todo e eu não o quero mais.
    Esta decisão eu tomei agora, mais ja venho refletindo a bastante tempo.
    Todos qcham que devo pensar nas minhas filhas.
    Mais eu penso que se eu não sou feliz como posso faze-las feliz se vivo em depressão.
    Era magra e bonita vivia rindo. As pessoas me chamavam de sorriso.
    Hj! só vivo triste engordei 20 kilos não me sinto atraente, tenho vergonha do meu corpo.
    não vou a praia mais.
    E já deixei de sair para festas por vergonha de mim.
    Não sou feliz…
    Sinto muito pois ele é maravilhoso. mais não sinto que ele me encentiva a mudar.
    Em uma ladeira eu o empurro e se eu parar tudo para ou volta para baixo..
    Queria que ele me empurrace toda vez que eu gritasse por socorro.
    E acabo culpando ele por minhas frustações.
    Tenho convicção de que estou errada de pensar desta maneira, mais é o que penso.
    Quiz me separar para deixar de ter raiva dele.
    Parece coisa de maluco.
    Como posso ter raiva de uma pessoa maravilhosa…
    Minha cabeça esta confusa…Pois penso e não entendo porque penso desta maneira.
    É como se eu estivesse em conflito comigo mesmo.
    E ai a necessidade de ficar só para me entender.
    Uma vez que a presença dele me incomoda.
    E como entender se eu disser que eu o amo????

    • alessandra,
      Energias incompatíveis, sim, ele pode ser fantástico como pessoa, mas talvez suas metas de vida sejam outras, tem que saber o que gosta, o que quer e para onde que ir, trabalho, viagens, seus planos e metas.
      Não se culpe por não gostar dele, ninguém é obrigado a gostar de ninguém.
      Sei que gosta dele, mas acho que quer asas, faça uma terapia e descubra mais sobre.
      Sorte!
      KK

  102. Karin,
    Tenho uma tristeza constante em minha vida, lhe diria que até crônica, talvez. Não sei por que essa sensação, mas me sinto como “um objeto de pouco valor”. Não tenho grandes sonhos e nem ambições. Estou acomodada a uma vida que, para mim, não tem grandes sentidos. Sou muito infeliz no aspecto afetivo. Tenho uma família maravilhosa, mas me sinto não tendo nada. Já me envolvi algumas vezes com algumas pessoas, mas minha baixa estima não permite que eles sejam duradouros. Gostaria de ter algumas palavras suas em relação a isso. Sei que é necessário (talvez) um tratamento, mas depressão é uma coisa que se sai sozinho. Desde já agradeço.

    • Agatha,
      Pela sua primeira linha eu diria que pode ser Distimia, o que precisa é sim um terapeuta sempre, e regulador de humor, colocar cor na sua vida e fazer seus novos objetivos e metas.
      Busque a felicidade nas pequenas coisas, desde um copo de água quando estiver com sede, um sorvete com amigos, uma música, se gosta de dança faça dança.
      Se estiver mal, atrairá parceiros idênticos, afinal é a energia que carrega.
      Aconselho terapia, médico, reiki, florais e homeopatia.
      Aprenderá a ser feliz e será.
      Sorte!
      KK

  103. Karin,
    tenho 19 anos e estou com uma depressão a mais de 3 semanas.
    pra dizer a verdade, eu estava tendo angústias, naum sabia q era depressão.
    eu estava bem e do nada começava a chorar e isso persistia o resto do dia.
    eu namoro a distancia a 2 anos (com uma menina), é um namoro conturbado, com muitas brigas, mas é uma pessoa que amo demais e sei que isso é recíproco. Minha mãe não aceita, não posso contar pra minha família por serem preconceituosos, mas o caso é que fui pra cidade dela em julho, fiquei umas 3 semanas, voltei tem 1 mês e nada mais faz sentido, eu só quero estar ao lado dela, não quero mais sair de casa, não quero ir pra academia.
    quando eu converso com alguém, unica coisa que sai da minha boca é sobre ela, meu namoro e etc… e isso me deixa mal! todo lugar que eu olho, todo música que eu ouço me lembra ela e eu fico mal, muito mal! mudo de humor completamente! Quando meu time perde, eu choro! choro demais mesmo! tem um jogo que virou um trauma em minha vida, todo dia lembro dele e choro.
    se ele ganha, fico bem até alguém estragar a minha felicidade ou até eu lembrar do namoro e ficar mal de novo e quando perde nada faz sentido, não quero saber de nada, tento conversar com ela pra não ficar tão mal, mas brigamos muito até por causa disso! eu sempre vou ao bar pra assistir aos jogos, ela não gosta, mas não me proíbe, quase terminamos por ela achar que é o meu time em 1° lugar, mas não é ele e sim ela! brigamos todo final de semana, e isso acaba comigo!!!
    preciso muito da sua ajuda quanto a essas duas coisas!!!
    eu converso muito com uma amiga que mora em campinas e ela me ajuda muito quanto à isso.
    eu não estudo e nem trabalho, minha mãe vive me chamando de vagabunda por eu não fazer nada, sempre que ela está mal ela joga em cima de mim. acho que isso também deve contribuir muito.
    meus pais são separados.
    e a minha unica vontade mesmo é de estar com a minha namorada, só que ela, no momento, trabalha pra pagar o estudo, e só acaba no fim no ano que vem e não sei se aguentaria até lá.
    a gente não sai, porque se sair vamos brigar, não tenho amigos aqui na minha cidade, os amigos que tenho como estudam, trabalham, não tem tempo, só converso mesmo por internet.
    minha mãe não tem como pagar uma psicóloga pra mim, estamos passando por um momento financeiro bastante difícil desde a separação
    eu não sei mais o que faço, tudo que eu quero é sair dessa casa e ir morar com a minha namorada, só que pelo caso de não ter-mos dinheiro, pelo medo da minha mãe não me aceitar de volta (e ela já disse isso mais de 3 vezes) e pelo fato de eu não gostar das pessoas da cidade da namorada, acho que isso ainda contribui, eu não ligo de sair daqui e viver o que eu tiver que viver, só que tem que ser rápido, só que é algo impossível..
    e não sei mais o que faço!
    hoje mesmo eu estava conversando pela net, estávamos bem e do nada comecei a pensar na gente e fiquei mais de meia hora chorando sem parar, e até agora estou muito triste.
    meus amigos dizem que eu tenho que sair, me distrair, só que eu fazendo isso iria prejudicar demais o namoro e não quero isso!

    por favor me ajuda!
    Obrigada!

    • Marcella,
      Muito comum usarmos relacionamentos como muletas, e a muleta cai e a gente cai junto,
      Por isso insisto que as pessoas tem que aprender a se amar, se cuidar em primeiro lugar, se não gostamos de nós como iremos gostar de outra pessoa, que energia passamos para essas pessoas.
      Me parece estar com humor oscilante, tem que ir ao médico e ver se é possível um regulador de humor e claro, procure terapia urgente, vai te levantar e verá o mundo de vários pontos de vista.
      Para que tudo fique bem, esteja bem primeiro, lute por você.
      Sorte!
      Karin

  104. eu esqueci de falar, que em 2007 eu também tive uma forte depressão que durou mais de 1 mês, mas depois que conheci minha namorada, tudo mudou.

  105. Olá estou enviado, tudo que sinto preciso que vc me ajude, eu era tão diferente, uma pessoa que deixou de existir a muito anos, eu hoje sou infeliz, triste vivo sozinha fecha em casa sem vontade de nada ñ tenho força para lutar, perdir a vontade de tudo na vida vivo fechada com migo mesma ñ consigo fazer as coisas que fazia, só durmo e quando acordo fico mas infeliz pq nada eu fiz e ñ sei até quando vou viver assim,sou casada tenho uma filha linda de 11 anos, e sei que eles sofrem por eu viver assim, tento na frente das pessoa sorrir mas os amigos que me conheçem percebem a minha tristeza, já ñ sou a mesma, me ajude, quero voltar a viver como antês, obr bjsssssssssss

    • Ivonildes,
      Claro que dá para você voltar a ser feliz, primeiro terá que aprender a gostar de você, segundo um bom terapeuta e acompanhamento do psiquiatra para medicação, em pouquissimo tempo estará bem.
      Se está infeliz, terá que lembrar de como era feliz, o caminho existe, mas sem buscar um profissional, não dá.
      Mas vai ter sorte, curta sua vida, tem que ter qualidade em cada respiração, lute por você e para gostar de você com seus defeitos e qualidades, mas mexa-se.
      Espero boas notícias.
      KK

  106. Eu tb tive depressão e posso dizer que o que tem me ajudado realmente é um tratamento homeopatico e psicologico.
    Mas vc tem q buscar um medico em q vc confie verdadeiramente, que combine com vc. Eu encontrei bons homeopatas e psicologos, mas nao combinaram comigo. Hoje encontrei bons que combinam comigo e estou bem melhor. Não desistam de ser felizes, esse estado tem cura sim e vale a pena acreditar.

    • Para todos só uma coisa tenho a dizer: LEIAM A BÍBLIA! e sejam felizes pra sempre! Tudo muda nas suas vidas quando encontra com Deus através da palavra..Nao sou fanática, mas amo a Deus e sei q Ele também me ama. entregue a chave do seu coração e deixa Deus entrar… Boa sorte para todos.

  107. Ola, meu nome é Nayah, tenho 20 anos, sou casada a 2 anos e tenho um filho de 1 ano.
    Bom desde quando engravidei e tive meu filho fiquei depressiva, nada está bom para mim, infelizmente não tenho condições de pagar um psicologo para poder me tratar,senão já teria me consultado com um, sempre fui uma pessoa alegre e comunicativa, desde a minha gravidez me tornei um pessoa rancorosa, de mal com a vida, trato mal meu marido todos os dias…Talvez ele não mereça, mas não consigo um só não trata-lo mal…Bom perdi completamente o prazer de fazer as coisas em casa, não gosto de ser dona de casa, mas antes arrumava tudo com o maior prazer, hj em dia não sinto vontade de fazer nada e não faço, sempre fui geniosa, mas não como agora. Nem eu me suporto, não aguento mais essa situação. Todo dia me pego pensando na morte, morro de medo de morrer e não ter aproveitado da vida, pois como eu disse tenho somente 20 anos. Não sei se vou conseguir crescer na vida, mas queria ao menos permanecer nela como uma pessoa normal, Amo meu filho mas não tenho mais paciência de cuidar dele,queria poder sumir abandonar tudo por um tempo pensar na vida e depois voltar, mas sei que é impossivel e tenho que encarar meus problemas de frente, mas como?
    Gostaria muito de saber…
    Quero fazer muitos amigos,quero sair, curtir a vida, mas não posso, não consigo…Sinto que tenho muito que viver mas há sempre algo que me prende, que não me deixa viver…Sempre amei a liberdade….Mas até hj não consegui encontra-la

    • Nayah,
      Me parece estar com um bela depressão. Se não tem dinheiro para terapia, vá as universidades que o serviço é gratuito, pois sem ela não pode ficar.
      No jeito que está precisa de um psiquiatra que lhe ajude com medicamento para tirar você dessa situação, a sua qualidade de vida precisa voltar, além da sua a do seu filho lhe ver assim desde que nasceu.
      A depressão pós parto é grave e pode se perpetuar até 2 anos após o parto.
      Precisa de ajuda sim e vá correndo buscar, a vida é curta para ser mal vivida, e pelo que vi você gosta de viver.
      Sorte!
      Karin

  108. olha não é bem uma resposta e sim uma pergunta , posso sair da depressão e isso ficar somente como se fosse uma doença , exemplo catapora que sei que tive foi ruim mas passou?

    • Rogério,
      Pode ter sorte, isso não é previsível, principalmente pela depressão poder ser por vários motívos, inclusive físicos, como falta de hormônios, entre outras doenças, ela pode não ser apenas emocional.
      Se ela voltar, terapia e médico, já saberá o caminho para ela ir embora.

      KK

  109. Olá meu nome é Fernanda, tenho 29 anos e estou muito infeliz na minha vida. Estou depressiva, nada tem valor pra mim, não tem sentido. Meus dias tem sido da casa para o trabalho e vice-versa, para completar tive recentemente uma desilusão amorosa forte, que durou pouco tempo mas que para mim foi muito importante. Choro muito quando me lembro dele, e quando a lembrança vem tenho desviá-lo dos meus pensamentos. Ultimamente minha vida tem sido estudar, tenho focado nisso pra tentar alcançar algum objetivo que nem sei ao certo qual será o meu destino. Mas sei que no trabalho atual em que estou, também, me encontro descontente. Estou tomando rivotril para amenizar um pouco o chora, a tristeza, isso tem aliviado a minha ansieade, mas nao quero me viciar no remédio. Ultimamente sei que não tenho visto sentido na minha vida, nao vejo sentido em viver, nao sei porque vivo. Não acredito mais no amor, acredito no amor de família e de amigos, mas também me afastei deles. Hoje quando faço algo, prefiro sair sozinha me sinto melhor do que acompanhada. Não me sinto realizada profissionalmente, pois, acho que perdi muito tempo da minha vida e oportunidades. Também não quero gostar mais de ninguém. Resumindo estou sozinha comigo mesma e odeio os finais de semana, principalmente o domingo que é familiar, pois, moro sozinha. Todos os dias penso que a morte poderia vir logo, nao aguento mais viver.

  110. Olá! O meu nome é Catarina e sinto uma tristeza profunda e uma imensa vontade de morrer… não desabafo com ninguém o que se passa comigo e não tenho forças para continuar a viver. Sinto-me insatisfeita com a minha vida e desisto de tudo o que começo. Não sei o que fazer para dar um passo em frente sem olhar para traz e voltar ao mesmo.
    Será que pode aconselhar-me?
    Obrigada pela atenção.

    • Catarina,`
      Precisa de terapia, sem ela não sei como sair desse estado, um anti depressivo e se puder, florais e homeopatia.
      Tem que ter auto estima, gostar de você mesma e ver o mundo com cor e não cinza.
      Procure um psicologo.
      Sorte
      KK

  111. Olá, faz duas semanas acordei de madrugada ai não consegui dormir mais ai começou a vim uns pensamentos ruins uma tristeza e cansasso, ja tive algum anos atras depressão fiquei com medo de sair , medo de morrer não fiz tratamento e foi passando agora voltou novamente gostaria da saber como eu faço pra não ter insonia e sair dessa, vc tem consultorio ou qual a melhor maneira de conversarmos.

    obrigada adriane

  112. oi Karin no dia 02 de agosto fiquei internada com hemorragia uterina anormal quando chegueia ao hospital a minha hemoglobina estava 7,9 a médica disse que se eu fosse para casa eu morreria,como o convenio era recente não cubriu fui para o servidor publico estadual quando cheguei lá a médica disse que podia ser cancer fiquei arrasada,me internaram fiz transfusão com 3 bolsas de sangue , no outro dia fiz ultrassom a médica disse que não era cisto emem mioma parecia um pólipo , fizeram curetagem e fizeram biópsia o resultado sairia com 40 dias, mas só consegui a consulta com 76 dias após, surtei, não conseguia leventar da cama, só chorava, tinha medo do resultado, medo de morrer, de voltar a hemorragia fquei de licença, todo mês eu fico muito mal quando fico mesntruda porque é anormal , mas enfim o resultado saiu e não deu nada grave, fiz novo ultrassom pelo convênio e a médica disse que é mioma e tem que fazer cirurgia uma histeroscopia simples, mas sofro muito, issso mexeu muito comigo , estou fazendo terapia com psicólogo, pasando em psquiatra, fazendo acupuntura, mas não me sinto bem , a psicóloga disse que não tenho condições de voltar ao trabalho esse ano e me dá licença mas nas perícia eles ficam encrencando porque o atestado é de psicólogo, o que faço?procurei hoje terapia floral , a minha casa parece farmacia estou tomando clonazepan,venlafaxina,cloridrato de amitriptilina, fui no cardiologista ele disse para procurar psiquiatra por que a minha pressão é emocional, oscila, tenho insônia, choro muito, estou com medo da cirurgia,não tenho vontade de me arrumar,as únicas coisa que faço nesses ultimos 3 meses é procurar médico e ir à igreja,sinto muita tristeza e medo, é um medo absurdo de tudo, de morrer, de ter doença, de tudo, não consigo me controlar o que faço obrigada pela atenção.

    • Roseli,
      Sei o quanto é difícil passar por cirurgias, mas terá que entender que passamos por isso e faz parte da vida superar cada problema e com força e coragem a cada problema que aparecer ser uma guerreira e não se posicionar como vítima da vida, pois não adianta mesmo.
      Começe a pensar todos os dias que terá sucesso absoluto na cirurgia e imagine-se bem, muito bem.
      Pare de ter medo do óbvio, olhe para todo mundo e saiba que todo mundo morre mesmo, mas não é seu caso nesse momento, miomas dão hemorragias mesmo, mas você está bem, e pense assim todos os dias, é um treino diário.
      Tome os florais que vão ajudar e a terapia.
      Tudo dará certo, mude os maus pensamentos por bons toda hora.
      Sorte
      KK

  113. Eu to com uma problema serio…eu gosto de uma menina…e ela tbm tem uma queda por mim…mais nois ja ate ficamos…mais ela nao quer ficar…e com isso ja fiz de tudo e nao concigo eskecer ela…oq faço para eskece-la?

  114. Olá, bem eu vim aqui para pedir uma resposta de como deve seguir a situação de um amigo meu.
    Ele se apaixonou por uma menina, e eles se relacionaram por um bom tempo [/ alguns meses /], mais não deu certo e ele ainda ama ela , por essa razão ele ficou MUITO mal, não tem vontade de fazer mais nada. ele reclama muito de estar sem saida, não sabe que rumo tomar… quando ele ve ela ele se sente muito mal, e sempre eles se encontram, ela quer a amizade dele agora mais ele não consegue ficar perto dela, ele fica muito triste, sem motivos pra viver’
    desanimado, acredito que seja começo de depressão. queria saber qual o melhor conselho a dar a ele, pois eu ja falei varios e nada adianta’ ele nao consegue se relacionar com mais ninguem porque tem ela na mente ainda e isso faz uns 4 meses ou mais que tudo acabou
    ESPERO RESPOSTA ‘
    OBRIGADA DESDE JÁ

  115. Bem nunca acreditei em depressão,mais hoje me encontro acho que nela.Sempre tive uma vida corrida e acho que nunca tinha parado para viver certas perdas,perdi 4 pessoas em meses.fui nova para USA assumi responsabilidades com 13 anos.hoje tenho 41 e coisas do passado batem a minha porta.Acho que pelo fato de estar passando por varias dificuldades tudo resolveu vir a tona,hoje não tenho condições de pagar um terapeuta,se tivesse acho que gostaria até de me internar,pq as vzs pensei em até me matar.Acho que pelo fato de ter uma filha de 5 anos ainda não fiz essa loucura.Adotei ela com 3 dias de nascida e hoje é meu tesouro.Tenho meus pais vivos onde meu pai ainda é uma pessoa ativa e minha mãe esta no inicio de alzaimer.Acho que muitas coisas em minhas costas não me permitem fazer muitas coisas ou muitas loucuras,não bebo e nem fumo as vzs gostaria de beber sair da realidade um pouco ou bastante.Tenho uma companheira muito especial e sei que não a faço feliz,pois sei que minha depressão me levou a trair,pois a tristeza era enorme e acabei tentando tirar essa tristesa me sentindo importante para outra pessoa.Me sinto perdida e sem rumo e com vergonha de assumir isso pois aos 41 anos passando por isso.sempre fui forte,se tinha que tomar alguma decisão tomava sem pensar em nada , hoje nem consigo tomar a atitude de querer sair de casa,tenho que fazer um torneio em janeiro e estou pensando em desistir.Não sei pq estou escrevendo pois nem sei se a senhora poderá me ajudar pois estamos longe.acho que estou mais perdida que imaginava.obrigada pela ate~ção nem sei se irá ler..rs

  116. Olá tive depressão, pois comecei a namora e depois de 1 ano ele começou a não fazer questão de me ter aolado, fiz tratamento e me recuperei, aprendi a não depender tanto dele e passei a me amar mais, depois d um tempo ele começou a sentir isso igual a mim, chorava com muita angustia e tinha mdo de me perder, procurei fazer diferente e compreende-lo, pois já havia passado por isso, e ele nem precisou ir ao psicólogo, pois consegui passar segurança a ele, agora estou assim novamente, e ele ignora minha tristeza, quando me ve chorando tenta conversar, mas não me confortar, é impaciente, o que eu faço? Me afasto dele, mas acho que posso sofre, pois gosto dele. Me ajude.

  117. Boa noite Karin , neste momento sinto me sem rumo,nao me consigo encontrar a mim propria,sempre fui uma pessoa independente mas entretanto apaioxonei me por um homem ,ele esta a atravessar uma ma fase e disse para eu lhe dar um tempo, terminou a relaçao comigo mas continua comigo como amigo eu aceiteri porque ele é o homem da minha vida,mas ando a sofrer de mais ,quando nao estou perto dele o mundo desba fico sem controle …choro ,parece nao haver saida nao …fico frustrada ,sei que nao mandamos no coraçao e sinto que eu estou a precisar de ajuda e mentalizar me que ele nao me quer mais…..obrigado

  118. Então estou com depressão
    faço terapia (pscicologo)
    porem não esta dando muito resultado
    e caramba vo dizer
    todos os fatores sitados no texto logo a cima se encaixão na minha situação
    e perda total do gosto de viver a vida
    e isso é muito ruim q tenho somente 17 anos
    do nada no meu dia-a-dia vem muitos pensamentos ruins na minha cabeça
    q acabão detonando o meu dia e a minha vontade de fazer qualquer coisa
    não sei se é fator de depreção mais minha memória tambem está péssima!!!
    pesso uma ajuda para tentar sair dessa situação
    teria algo a me indicar ou sugerir
    grato!

  119. Oi Karin, tudo bem?
    Bom eu tenho 16 anos e realmente estou precisando de ajuda…
    Tudo começou quando eu tinha 13 anos e cada vez fica pior…
    Por vários motivos eu fiquei assim eu não vou sitá-los, apenas vou falar como eu estou hoje.
    *Toda noite eu choro e não durmo eu sinto como se a vida não tivesse sentido algum…
    *A tristeza passa por alguns dias, mas sempre volta e volta muito dura eu choro de mais, penso em morre e so me acalmo quando durmo ou quando eu me machuco(tipo algum corte ou machucado que faço em mim mesma).
    *Especialistas falam que é muito bom voce sair se divertir e desabafar com amigos, mas perdi minhas melhores amigas por causa do meu pai, quando uma delas começa a namorar ele me proibi de andar com elas e na idade que eu to todas as garotas ao meu redor saem com garotos então essa é possibilidade que eu devo eliminar.
    *Quando minha mãe fala sobre o meu problema com meu pai ele fala que é frescura, devido a maneira que ele foi criado.
    *Minha mãe sempre me fala coisas boas pra me ajudar, mas meu pai é muito pessimista e me deixa pra baixo e fala que eu não vou conseguir e isso me faz muito mal, chega ao ponto de eu me machucar.
    *Perdi minhas amigas fui excluida por elas justamente por não poder sair junto, meu pai acha que isso não é preciso e por ele pagar colégio particular eu devo somente estudar e mais nada.
    *Nesses ultimos anos eu fui mal no colegio e esse ano quase reprovei e ele acha que foi pelas amizades sendo que minhas amigas eram otimas pessoas ele sempre joga a culpa em outras coisas e não percebe que eu estou doente de verdade…Ele me joga pra baixo e fala que eu não vou passar no vestibular e que ele vai ter que pagar a faculdade sendo que eu nem tentei…Por tantos motivos eu parei de sonhar e acho a vida sem graça eu podia me apegar nos amigos mas nem isso eu tenho.Eu costumava ser uma pessoa animada, alegre, todos gostavam de mim eu não tinha vergonha de nada tinha confiança agora eu sou insegura ate para comprar uma roupa,tenho medo de tudo e por eu ter me tornardo uma pessoa baixo astral tbm perdi mais amigos…
    Eu fico em casa so trancada assistindo tv, e no pc…Não sou totalmente feliz…
    Eu preciso de ajuda, ja que meu pai não liga…
    Coisas que eu possa fazer sozinha conselhos seus…
    Obrigada!

  120. Oi amigos, eu sou novo por aqui mas estou a procurar suporte para a fase que estou a passar.
    A minha namorada já teve depressões, e agora está com uma recaída…ela não admite neste momento mas quando sentiu isso ela disse logo.
    Ela é uma pessoa muito insegura de si e que não acredita muito nela.
    Nós somos muito apaixonados e a nossa relação corre muito bem mas sempre existiram estes problemas.
    Ela fala sempre que é melhor acabar porque gosta demasiado de mim e não me quer magoar sabendo que pode constantemente ir a baixo…
    Tem tambem mudanças repentinas de humor que me deixam muito triste e sem saber o que fazer para a ajudar.Ela esta na faculdade e está tambem em grande stress pois é uma aluna muito aplicada e pretende sempre os melhores resultados possívels, resultados esses que para ela são sempre uma desilução.
    Para verem, em 110 alunos ela tirou a melhor nota…18.4 de 0-20 e mesmo assim acha que não fui muito bom…
    Eu quero muito ajudar a minha namorada mas estou mesmo sem saber o que fazer…
    Segunda feira estava tudo bem entre nós, até já estávamos a fazer planos para quarta feira(fazemos 2 anos de namoro) e ela estava mesmo feliz…
    De tarde, ela ficou a saber que não tinha aulas e tentou que os pais a fossem buscar mas sem sucesso…só conseguiram ir no final da tarde como tava combinado se ela tivesse aulas.
    Ela falou a tarde toda ao tlm comigo e estava mesmo deprimida e sem força para nada…ela mesmo me disse isso!

    Quando chegou a casa, eu fui ter com ela e ela disse que não aguentava isto, que só me ia fazer infeliz e que eu não merecia alguem como ela.
    Ela ama-me muito e eu sei melhor do que nínguem isso só que ela acha que faz mal a tudo e todos…achas que eu nunca vou ser feliz com alguem com estes problemas.

    Peço desculpa pelo desabafo mas estou em casa sem saber o que fazer.É mesmo complicado…

    Obrigado pela consideração…

    Cumprimentos

  121. Olá, tudo bem? estava procurando maiores informalçoes sobre a depressao, pois há 10 anos minha mãe teve problemas relacionados ao trabalho, ficou depressiva e desde então nunca se curou por completo, confesso que teve varias melhoras, mas de uns tempos p ca ela foi ficando diferente…tudo p ela era motivo p dormir..se fossemos almoçar na rua ela tinha q dormir depois do almoço pq ia ficar cansada, se tivesse q fazer qlq coisa essa coisa so era feita e ela so ficava satisfeita se tivesse dormido um sono. depois veio o panico com as pessoas e os problemas com o sono continuaram…ela passou entao detestar visitas dos proprios amigos pq atrapalhavam o seu sono(sendo que pela depressao q ja teve veio desde entao tendo varios problemas p dormir, silencio, cama, companhia, remedio, insonia, parece ate um ritual p ela dormir..) depois veio a mania de limpeza…ela qnd nao esta em casa , esta no trabalho e qnd chega limpa casa, reclama de td q a empregada faz e dps dorme. Sendo q ela tem um marido bom, uma casa boa, o serviço q ela gosta, uma filha, q sou eu..boa tb…e ela mesmo fala…q o q a deixa mais triste e saber q tem a vida “boa” sem luxos mais boa e se sente assim.
    hoje ela se abriu comigo, tá pessima falou q pensou duas vezes em tirar a propria vida…pq a tristeza q sente e tao grande q ela parece q nao consegue fazer mais nada…to mt preocupada p nao dizer desesperada.
    ela toma remedio..fez uso durante mais de um ano do lexapro e entao agora seu medico mudou p pristiq. q ela toma a um mes ja.. e so piorou. sera q o remedio nao deu certo???? o q esta acontecendo????
    quero minha mãe de volta…to triste com tudo isso! Li um artigo na internet falando sobre TMS (Transcranial Magnetic Stimulation).
    o q vc sabe sobre isso? vale a pena.
    Tô agora encorjando minha mae a entrar na terapia.
    agradeço qualquer informaçao q vc possa me dar..
    E Parabéns pelo texto…me ajudou muito!!

  122. gostaria de converssar com voce pra voce poder me dar umas palavras, pois acho que estou com depressão. me email de msn está conforme mostra á direita. obrigado viu!

  123. OI TUDO BEM kARIN? ENTÃO DE TANTO PESQUISAR ACHEI ESTE SITE MARAVILHOSO.
    EU QUE SOU UMA PESSOA QUE É DIFICIL SAIR DE CASA, ATÉ PORQUE ESTOU PRECISANDO DE IR MARCAR UMA CONSULTA URGENTE COM UM PSICOLOGO AS 6:30 DA MANHA, NÃO CONSIGO DEVIDO A INSÔNIA, BEBO MUITO CAFÉ, VOU DORMIR TARDE, ENTÃO ACORDO TARDE.
    QUERIA QUE VOCÊ ME AJUDASSE MINHA QUERIDA.
    ESTOU ASSIM HÁ UM TEMPO, DE TANTO LEVANTAR PESQUISA NA INTERNET ACHEI O QUE ESTAVA PROCURANDO.
    ASSUNTO RELACIONADO COM A DEPRESSÃO
    ENTÃO PUDE PERCEBER QUE ESTAVA COM ESSA DOENÇA.
    NO COMEÇO ACHEI QUE FOSSE PREGUIÇA, MAIS FUI VENDO QUE NÃO ERA.
    POR QUE EU SOU UMA PESSOA QUE GOSTO DE TRABALHAR, MAIS DEVIDO A MINHA QUERIDA MÃEZINHA TER ME ABANDONADO, EU ENTREI NA DEPRESSÃO NÃO TENHO ANIMO PARA NADA, NÃO ESTUDO, TRABALHO NA CASA DA MINHA SOGRA COMO DOMESTICA TODOS OS DIAS POR 150,00 AO MÊS, MORA SÓ EU E MEU ESPOSO NUMA CASA COM DOIS CÔMADOS.MEU ESPOSO ESTÁ DESEMPREGADO.
    QUANDO EU ERA BEM PEQUENA, MEU PADRASTO TENTOU ABUSAR DE MIM, E MESMO ASSIM MINHA MÃE FICOU DO LADO DELE.
    HOJE FAZ 3 ANOS MAIS OU MENOS QUE ELA FOI EMBORA, E ME DEIXOU.
    FIQUEI SABENDO QUE ELA FALECEU ONTEM E NÃO SEI O QUE FAZER POR FAVOR ME AJUDE.

  124. Uso prótese desde os 12 anos e minha vida tomou outro rumo,um rumo de angústia ,medo e insegurança,numca namorei quem eu realmente amava,tinha medo dos meninos perceberem e ficarem com nojo,hoje não tenho emprego tô na pior o que e como sair dessa?

    • Olá N.
      Olha,há muitos tipos de protese( mamária,dentária,capilar,etc),mas apesar de 12anos ser demasiado cedo,suponho que a tua seja dentária.Se for o caso posso garantir-te que milhares de pessoas usam e isso não afecta em nada a sua vida amorosa.Vai em frente sem medo,o mais certo é ele nem notar e ficar ao teu critério contar-lhe ou não,mas de qualquer forma se te amar não terá nojo nem será isso que te impedirá de ser feliz e formar familia.
      E mesmo que seja outro tipo de protese a resposta é a mesma.
      Eras muito jovem e isso marcou-te,mas não tens de viver assim para sempre.
      Tens de começar a trabalhar tua auto-estima e a gostar de ti mesma.
      Os livros da Louise L. Hay que a Karin recomenda podem ser uma grande ajuda.
      Amor&luz

  125. olá Dra. a um ano atras +/- acho que estou desenvolvendo depressão,tenho 17 anos e minha vida até aqui foi marcada por discussões familiares brigas violentas entre meus avós e minha mãe e cresci traumatizado,hoje sou muito timido na escola quase sem amigos e com alguns sintomas ruins no corpo de temedeira e suor…minha familia agora finalmente estão se entendendo e ja perceberam que eu estou precisando de ajuda por isso marcaram um psiquiatra ainda nesse mes…só q agora na escola estou passando por tonteiras dores de estomago e isso ta me fazendo sair mais cedo todo dia…estou muito ansioso quanto a cura pois quero viver igual à uma pessoa normal! se for possivel gostaria de ate a consulta chegar me aconselhar com vc afim de q me alivie essa tensão

    Obrigado!

  126. Olá Drª Karin,

    Após o término de um namoro/ noivado de 10 anos, em 2007 ao mesmo tempo em que assumi um cargo novo, fez com que eu me sentisse em constante pressão e ansiedade. Tentei segurar minha onda, mas não deu. Tinha tremores no trabalho, comecei a gaguejar com frequencia. Sempre suava frio, sentia falta de ar, taquicardia. Meu chefe percebeu minha fragilidade e me demitiu. Sem dinheiro para me manter sozinha, voltei para o interior onde mora minha família. Não tem como descrever a minha frustração em ter que abandonar tudo e voltar para o interior depois de lutar tanto. De repente pareceu que todos os meus sonhos tinham morrido ( de certa forma aqueles morreram). Não tinha mais vontade de nada. Só de beber. Achava que nada valia a pena, afinal lutei tanto para nada. Meu ex se mudou para SP, conseguiu um emprego melhor foi morar junto com a nova namorada. Resolvi começar um tratamento com remédios em 2009. Parei de beber, mas fiquei totalmente apática. Só via televisão para não pensar em nada. Sentia dores terríveis no corpo todo a ponto de não conseguir me mexer, andar, comer nada. Uma fisioterapeuta vinha a minha casa me ajudar. Vivia tonta, sensível, sem querer ver luz, ouvir sons, ver ninguém. Comecei a melhorar e conheci um rapaz através de amigos que ja tinha passado por essa situação e me ajudou muito, me deu muita força. No final de 2009 estava bem melhor, conseguia sair de casa, voltei a fazer planos. Agora em 2010 me voltei para a yoga e estou melhorando. Acontece que agora meu namorado voltou a ter crises a se descontrolar e ficou até violento comigo. Sempre acha que eu posso traí-lo, que estou enganando ele, me proíbe de sair sozinha de casa durante a noite, me controla o tempo todo. Sempre fala que não precisa de mim, que sou um peso na vida dele, e quando viro as costas e vou embora, ele fica mais nervoso, desesperado, fala que não vai ser rejeitado por ninguém, que não vai me deixar ser feliz, nem que tenha que me matar. Para completar, depois de 2 anos sem falar com meu ex ele ligou aqui para casa para dar feliz aniversário para minha mãe e conversamos ao telefone. Enfim, vivo com medo, sem saber como lidar com meu atual namorado, e desde que falei com meu ex não paro de pensar nele e me culpar pelo fim do relacionamento. Sempre acho que poderia ter feito algo mais. Por favor me ajude de alguma forma. Pois estou voltando a sentir alguns sintomas de antes e não quero que aconteça tudo de novo. Obrigada.

  127. Olá Karin, tenho me sentido muito triste e desanimado nos ultimos 5 anos, me formei em um curso que achei que gostava e não trabalho na área, há 3 anos moro longe da minha família e sinto muita falta deles, mas nao é todo dia que me sinto assim. Queria saber o que eu posso fazer para sair desses pensamentos ruins, pois estou cansado de viver assim, as vezes nem sei mais do que gosto nem o que quero fazer, sinto que estou perdendo minha personalidade e a vontade de viver. Nos dias em que estou muito deprimido (como hj) só consigo pensar em voltar a morar com meus pais, pois aqui onde moro tenho poucos amigos e me sinto muito sozinho, abandonado, será que voltar pra casa pode me ajudar a melhorar? Também tenho muitas dúvidas em relação ao meu futuro, tenho muito medo, pois tenho 26 anos e nao sou nada na vida.

    Agradeço desde já.

  128. Olá Felipe.
    Em primeiro lugar tens de trabalhar tua auto-estima,ama-te com todos teus defeitos e qualidades.
    Não te recrimines por não estares na profissão que o teu curso te poderia proporcionar, se não é isso o que amas fazer. Muda teus pensamentos ruins por pensamentos positivos.Em vez de:” tenho 26 anos e não sou nada na vida”(grande mentira :) ),porque não pensares que com 26 anos estás muito a tempo de fazer outro curso ou mudares de profissão para algo que ames fazer? Não penses no futuro com medo para não antecipares o que não desejas que aconteça.Importante mesmo é viver o AGORA plena e intensamente,Voltar para casa talvez te faça sentir melhor,mas julgo q não será isso que vai resolver o problema que segundo dizes começou 2 anos antes de saires de lá. Solta-te,liberta-te e se achas que não consegues sozinho,procura um bom terapeuta.
    Sorte
    amor&luz

  129. ola
    decidi descrever aqui um pouco da minha situaçao q nao esta nada facil e ouvrir uma opiniao…
    a minha vida turnou-se um desespero autentico, nao a um minuto que me consiga abstrair do sofrimento que esta dentro de mim. nao a nada que me anime!
    sei que se trata de uma depressao mas a esperança em voltar a ser quem era desapareceu, nos ultimos tempos perdi todo afastei-me totalmente dos meus amigoa evito au maximo estar com pessoas, sinto-me um bicho…
    nao encontru em mim um mottivo especifico para isto e como se uma tristeza se tivesse apuderado de mim… deixei a escola, deixei de sair, de me divertir!! isto tudo com 18 anos, uma vida pela frente e ja acho que nao presta, ja tentei o suicidio com comprimidos e fui parar au hospital onde me encaminharao para a terapia ocupacional, que nao me tem ajudado nada.
    os ultimos dias tenhu atingido o meu limite e nao consigu aguentar viver assim…
    sei que so depende de mim mas sou um fraco em tudos os aspectos, que nao dou valor a nada nem a ninguem quanto devia. qualquer simples situaçao me deixa apavurado, o meu futuro e a minha vida estao seriamente comprumetidos…
    mas vou aguentando por agora
    um abraço

    • Ola Henriques,
      Vou começar pelo final do teu post para te dizer que na tua situação é normal que não dês valor a nada nem a ninguém,pois neste momento não dás sequer valor a ti mesmo ou á tua própria vida. Deves começar por ai.
      Valoriza-te.
      Ama-te com teus defeitos e qualidades,apesar dos erros todos somos seres Divinos.
      Pensa positivo,sai (mesmo sózinho se no inicio te sentires melhor assim),faz caminhadas e se tens uma praia próximo,caminha por lá com frequência,além de terapêutico é uma benção para a alma.
      Há outras opções claro,um bosque.uma cachoeira,(esta ultima infelizmente não tenho por aqui,depois fazes umas fotos lindas e envias para mim ;) ).
      Deves também procurar um bom psicólogo para te ajudar e dar força.
      Rápidas melhoras
      Vai dando noticias e sempre que queiras partilhar algo ou desabafar,dispõe.
      Amor&Luz

  130. tenho uma tristeza muito grande !!! vivo com um homem sem amor . fui várias vezes agredida por ele , traida e tenho q viver junto sobre ameaças . não consigo mais viver assim tenho q mudar de vida !! penso em fugir pra bem longe mas minha mãemora aq perto não quer q eu vá pra longe dela !! não sei oq fazer preciso de conselhos … não posso ficar assim viver uma vida dessa sem alegria!

  131. Oi Ivonete,
    Claro que não pode ficar vivendo uma vida dessas. Esse homem já devia ter sido denunciado na policia por agressão.Porque nunca o fez? É esse seu medo que lhe dá poder,ele usa e abusa porque sabe que se a ameaçar você não faz nada. Não precisa fugir,enfrente-o,pegue suas coisas e vá viver com sua mãe e se ele a voltar a agredir vá na policia e apresente queixa por agressão.Ninguém merece viver assim.Liberte-se dessa situação e procure ser feliz porque merece. Todos merecemos!
    Sorte.
    Amor&Luz

    • Isso mesmo Ivonete,cria coragem e sai desse relacionamento que só te faz sofrer.
      Uma dica:Leia no blog, o post da Karin “programando o futuro” e comece já a mudar sua vida.
      Vá dando noticias.
      Amor&Luz

  132. Ola Karen, a muitos anos venho passando por uma crise pessoal mais ultimamente a minha vida perdeu o sentido, me tormei uma peesoa muito triste e amargurada sinto me com o coração endurecido e agora ando meio nervosa tenho um relacionemento de 09 aoe um entiodo de 12 que sempre morrou comigo e uma filha do meu companheiro de quatro anos nunca me deu muito bem com o meu entiado mais ultimamente tenho vontade de ver ele bem longe de mim e o que e pior ele nem faz nada pra mim mais a presença dele me irrita eu fico nervosa so de ouvir a vo dele e isso vem afetando a minha relaçao com minha filha pois fico nervosa e acabo batendo nela o que eu faço. Meu casamento eu nem sei como ainda estamos juntos pois a vida sexual euma mesda nao tenho vontade de fazer sexo nao tenho atrção por ele e nem desejo sera que devo deixa-lo sera que eu nao o amoa mais sou uma pessoa triste e me irrito com facilidade e pra completar engordei 20 quilos o que passei a me despressar mais ainda quando penso em fazer dieta e o dia em que eu mais como durmo mais que a cama na verdade se nao fosse minha filha nem sairia dela por favor me de uma direção para que eu possa sair desçe buraco sem fundo que eu me enviei.
    Obrigada

  133. Oi Carina,
    enquanto aguarda uma resposta da Karin, porque você necessita mesmo de ajuda de um profissional,venho dizer-lhe que não sou mãe biológica,mas felizmente tenho alguns filhos lindos.
    Ler seu post deixou-me muito triste ao pensar nessa criança que desde os 3anos de idade não sabe o que é o amor de mãe. Liberte-os e permita principalmente a essa criança estar com alguém que a ame para que possa tornar-se um adulto com valores e sem traumas. entretanto procure um bom terapeuta e trate-se,isso irá permitir-lhe também refazer sua vida e da próxima vez pense bem se deve aceitar alguém com filhos. Pense se gostaria que alguém tratasse sua filha da mesma forma.
    Amor&Luz

  134. Olá, Karin tudo bem? Bom me atualmente me encontro muito deprimida, não estou me alimentando direito e perdendo muito peso. Tudo porque terminei um relacionamento de quase 4 anos com uma pessoa que eu acha que me amava. Como fiquei muito frustrada cabei entrando em um site de relacionamento e encontrei uma pessoa, da qual acabei me envolvendo, no momento ele havia me dito que tinha apenas um rolo, depois com o passar dos encontros ele acabou dizendo que era namorada, mesmo assim contra meus principios continuei me encontrando com ele. Em uma de nossas conversas descobrimos uma pessoa em comum, aliás uma pessoa que presta serviços ao local onde eu trabalhava. Essa pessoa em comum é um homem que sabe de toda minha vida sofrida, todo o meu empenho estudantil e de todas as fases de luta por um futuro melhor e inclusive dos meus princípios, sabendo que jamais eu me envolveria com alguém comprometido 9com namorada). Só sei que após eu ter apenas comentado com meus companheiros de trabalho sobre tal pessoa, e de que essa pessoa estaria me fazendo bem, me sinto culpada e achando a todo momento que esse moço que conheci tenha entrado em contato com essa pessoa que temos em comum para contar que esta “ficando comigo” e que o pessoal do meu trabalho sabe que ele é comprometido e que eu em busca de um futuro melhor esteja me envolvendo com alguém comprometido. Com esses pensamentos em mente acabei pedindo demissão do meu trabalho, não estou com vontade de ir mais para faculdade e não estou com vontade de mais nada. estou perdendo muito peso, tenho receio de sair na rua. Vizinhos já me perguntaram pporque estou sumida: e eu envergonhada disse: estou de férias!!!! não tenho vontade de resover nada em minha vida. Fiquei 5 dias dormindo o dia todo á base do calmante PASALIX!!! Meus pais não sabem mais o que fazem, já desabafei com todos a respeito disso tudo, mas eles acham que estou escondendo algo, uma gravidez, ou algo parecido, o duro que não estou rsrsrsr, só estou deprimida mesmo. quando estou sozinha só tenho pensamentos ruins, achando que é só pode ser mandinga o que fizeram para mim para eu ter um comportamento tão estranho. Detalhe a cada 6 meses fico assim deprimida, sempre acontece depois das provas porque volta e meia pego exames, e tenho que acabar estudando as matérias do semestre inteiro, minha família me sobrecarrega de compromissos financeiros, pedindo para eu ligar ali, resolver um assunto aqui ali e acolá. Enfim sofro uma pressão familiar muito alta por meus pais não terem muito estudo e por não ganharem bem. Estou aflita….sinto que estou sozinha no mundo e que não tenho ninguém para me ajudar, me sinto só, rezo rezo e rezo mas não adianta. tento me levantar e fazer minhas coisas, mas não consigo, ás vezes a noite melhoro um pouco e aproveito para me alimentar!!!! mas não estou suportando mais…. isso vem sendo um tormento há 8 dias!! Sou uma moça com sonhos, objetivos e devido a dificuldade não venho conseguindo terminar minh afaculdade, tenho 30 anos e daqui há alguns meses completarei 31, minha vida toda foi em torno dessa faculdade que não consigo terminar com tranquilidade, devido as ajudas em casa acabo desviando o dinheiro da mensalidade e pagando outras contas e não deixando os meus sonhos como prioridade, pgando juros altíssimos!!! estou infeliz e peço ajuda Obrigada.

  135. Olá Dra. meu nome é Valdenir, gostaria de saber como posso ajudar minha esposa, acho que ela está com depressão e parece ser profunda não consigo descobrir a causa do seu problema vc pode me ajudar? se quiser pergutar mas coisas dela ou minha tambem ver o prazer de falar aguardo sua resposta.

  136. Oi Dra.meu nome é Andrea,e estou passando por um momento muito dificil em minha vida,sei q estou com depressão,tenho um filho de quinze anos,q morou c meus pais desde bebezinho,eu tmbm morava c eles,só q um dia,resolvi sair de casa e deixa-lo com eles,este ano,ele resolveu vir morar cmgo e c meu atual companheiro,q é trinta anos mais velho q eu,só q as brigas e as intrigas q ele ,meu marido estava tendo em relaçao meu filho,estava ficando insuportavel,e tmbm meu relacionamento é so de aparencias,bom,meu filho quiz ir embora,e eu estou numa depressao sem tamanho,vivo com uma pessoa q ñ gosto,sofro por isso,ñ consigo me desvenciliar dele,ñ sei por que,ñ tenho vontade d ir trabalhar,nem de ir p o curso q faço de radiologia,tnho vontade de dormir e ñ acordar mais,vivo uma vida sem perspectiva nehuma,me de uma luz,por favor.

    • Oi Andrea,
      Onde está o amor por você mesma?
      Você não é obrigada a viver com quem não ama mais. Isso não é bom para si nem para ele.
      Porquê um relacionamento só de aparência? Se está preocupada com a reputação, lembre-se que reputação é apenas o que os outros pensam de você e isso é problema deles. Seja você mesma,saia desse relacionamento que só lhe traz sofrimento e vá á luta. Não abdique das coisas que gosta,principalmente do seu curso. Leia o post da Karin,” programando o futuro” e comece logo. Um bom psicólogo também poderá ser de grande ajuda caso ache que não consegue sózinha.
      Faça por ser feliz.
      Amor&Luz

  137. Olá, Karin tudo bem? Bom me atualmente me encontro muito deprimida, não estou me alimentando direito e perdendo muito peso. Tudo porque terminei um relacionamento de quase 4 anos com uma pessoa que eu acha que me amava. Como fiquei muito frustrada cabei entrando em um site de relacionamento e encontrei uma pessoa, da qual acabei me envolvendo, no momento ele havia me dito que tinha apenas um rolo, depois com o passar dos encontros ele acabou dizendo que era namorada, mesmo assim contra meus principios continuei me encontrando com ele. Em uma de nossas conversas descobrimos uma pessoa em comum, aliás uma pessoa que presta serviços ao local onde eu trabalhava. Essa pessoa em comum é um homem que sabe de toda minha vida sofrida, todo o meu empenho estudantil e de todas as fases de luta por um futuro melhor e inclusive dos meus princípios, sabendo que jamais eu me envolveria com alguém comprometido 9com namorada). Só sei que após eu ter apenas comentado com meus companheiros de trabalho sobre tal pessoa, e de que essa pessoa estaria me fazendo bem, me sinto culpada e achando a todo momento que esse moço que conheci tenha entrado em contato com essa pessoa que temos em comum para contar que esta “ficando comigo” e que o pessoal do meu trabalho sabe que ele é comprometido e que eu em busca de um futuro melhor esteja me envolvendo com alguém comprometido. Com esses pensamentos em mente acabei pedindo demissão do meu trabalho, não estou com vontade de ir mais para faculdade e não estou com vontade de mais nada. estou perdendo muito peso, tenho receio de sair na rua. Vizinhos já me perguntaram pporque estou sumida: e eu envergonhada disse: estou de férias!!!! não tenho vontade de resover nada em minha vida. Fiquei 5 dias dormindo o dia todo á base do calmante PASALIX!!! Meus pais não sabem mais o que fazem, já desabafei com todos a respeito disso tudo, mas eles acham que estou escondendo algo, uma gravidez, ou algo parecido, o duro que não estou rsrsrsr, só estou deprimida mesmo. quando estou sozinha só tenho pensamentos ruins, achando que é só pode ser mandinga o que fizeram para mim para eu ter um comportamento tão estranho. Detalhe a cada 6 meses fico assim deprimida, sempre acontece depois das provas porque volta e meia pego exames, e tenho que acabar estudando as matérias do semestre inteiro, minha família me sobrecarrega de compromissos financeiros, pedindo para eu ligar ali, resolver um assunto aqui ali e acolá. Enfim sofro uma pressão familiar muito alta por meus pais não terem muito estudo e por não ganharem bem. Estou aflita….sinto que estou sozinha no mundo e que não tenho ninguém para me ajudar, me sinto só, rezo rezo e rezo mas não adianta. tento me levantar e fazer minhas coisas, mas não consigo, ás vezes a noite melhoro um pouco e aproveito para me alimentar!!!! mas não estou suportando mais…. isso vem sendo um tormento há 8 dias!! Sou uma moça com sonhos, objetivos e devido a dificuldade não venho conseguindo terminar minh afaculdade, tenho 30 anos e daqui há alguns meses completarei 31, minha vida toda foi em torno dessa faculdade que não consigo terminar com tranquilidade, devido as ajudas em casa acabo desviando o dinheiro da mensalidade e pagando outras contas e não deixando os meus sonhos como prioridade, pgando juros altíssimos!!! estou infeliz e peço ajuda Obrigada.

  138. ola ,eu preciso muito de sua ajuda, tenho 45 anos sou cazada e tem 2 filhas ,minhas filhas são tudo de bom na minha vida, o meu casamento comessou a destrui desde os 5 anos de casada q meu marido me traiu mais depois ele se arrependeu e continuamos, so q ai esfriou muito no sexs eu nunca mais consseguir prazesr com ele, e quando eu cobro carinho e atenssão ele fala um monte mais e sepre a mesma coisa, meu marido e eu brigamos muito quando casamos eramos muito pobres mais eramos felizes, lutamos muito, hoje grasas a Deus temos um bom recursso o que eu queria e dar boa vida a minhas filhas e gracas a Deus consseguimos.mas a muito tempo comessei com muita anssiedade e sou muito nervosa desde q casamos minha vida foi so trabalho, mais tudo bem ,nos tinhamos boas conversas diaologavamos sobre tudo servisso, filhos nossa vida, nosso futuro quando ficassemos velhinhos, hoje meu marido mudou muito não gosta nei de falar comigo e quando falo alguma coisa ele disse q so sei reclamar, q sou faladeira acho ate q ele não me ama mais. HA esquesi ajente trabalha em um açougue q e nosso a 8 anos e eu era do açouge da casa da conzinha de tudo ….. ha 4 anos graças a Deus temos 1 fussionario e ai pronto. foi o fim ele não fala mais nada nei gosta q ajude no açouge so em casa e no pé do tanque , isso ta me deixando louca porque a vida q eu ajudei q eu costruir ele não quer deixar viver me trata com a maior indiferença ate as pessoas me olha diferente paresse achar q sou uma chata quando estou atendendo alguem ele vem e entra na frente isso me mata, eu quero alguma palavra por favor, eu estou cada dia mais depressiva tenho depreção a muito tempo e estou ficando pior cada vez mais .choro muito brigo e não sei o q fazer se o mundo q eu construi ele não me deixa viver acho q vou ficar louca , por favor me de uma palavra. desde ja OBRIGADA

  139. Olha, gostei desse post e de outros q vi nesse site. Eu tenho depressão a 1 ano mais ou menos, jah tentei suicidio e nunca consigo(afs…), sempre que eu penso que vou melhorar, que vou voltar a viver tudo desmonora. Fui a psicóloga da minha escola e ela naum ajudou em nada, minha família nem sonha q eu me sinto desse jeito…
    Os meus amigos me ajudam, mas eu num sei mas o que fazer. Sinto um vazio enorme dentro d mim, naum consigo mais estudar, fazer esporte, nem jogar video game(um passatempo q eu gosto) eu naum consigo. Naum tenho vontade d nada, keria desaparecer(num posso…), meus sonhos se foram e eu tento disfarçar isso q sinto para as pessoas não verem. Alguma dica d como eu melhorar???(tenho 14 anos)

  140. oi levantei hoje destinada a saber o que acontece comigo a um tempo atras tive uma perca de 5 meses de gestaçao apos isso minha vida mudou sinto muitas dores nao tenho animo de converça em festas nem de ir tenho uma loja converço com muitas pessoas ate mesmo que tem depressao e tento ajudalas ,mais de uns dias pra ca estou me sentindo tao angustiada triste o choro chega en minha garganta mais eu seguro e penso póprque estou querendo chorar sei que ainda nao me libertei da angustia de ter perdido um filho que tanto tentei ter mais nao quero cair em depressao tenho tentado engravidar mais tem sido em vao ja vai fazer 2 anos em fevereiro que eu perdi meu filho e nao consigo arruma outro isso ta me matando ,tento ser forte aida mais que trabalho com o povo e eles sempre busca em min alegria ,mais nao estou encontrando mais forças o que faço por favor me ajude……

  141. eu adorei o post eu estava precisando muito dessa ajuda indireta que vc deu a mim, eu ate imprimi ele pra quando começa a pensa nela ler ele muito obrigado mesmo de coração

  142. Bom eu gostoraria muito de uma opinião tenho 23 anos e casei com um cara que pensei que fosse uma pessoa e é outra não culpo ele porque sabia que ele era assim e pensei que poderia muda-lo mas como é da propria natureza humana dele não tem como ele ser o marido que eu queria que fosse ela é uma pessoa boa mas é muito acomodado não faz sexo comigo e isso me deixa muito mal me sinto sem valor só eu vou atrás para que o nosso casamento dá certo ele diz que me ama quando pesso para ele ser carinhoso comigo ele é uma semana depois fica a mesma pessoa não culpo ele não posso obrigar ele ser uma pessoa que não é mas o maior problema é que a minha familia não aceita que eu me separe devido ao que os outros vão falar e que se eu me separar não me considerar mais como filha eu sei que errei casando com ele mas penso eu não posso corrigir meu erro pois todo mundo erra ou vou ter que conviver pro resto da vida com ele porque errei ao casar com ele , eles me chamam de criança e que não dou valor pro que tenho, só porque ele é rico mais pra mim dinheiro não compre felicidade e estou entrando em depressão porque ou eu vivo com alguém que não amo pro resto da vida ou vivo sozinha sem ninguém e isso esta me fazendo ter desmaios, e crises de choros que só com calmante na veia para parar as vezes tenho vontade de mandar tudo a merda e viver minha vida sem que ninguém se meta mas eu amo minha familia e se eu fazer isso eles não vão mais falar comigo e penso do que adianta quando estão morrendo ai vão querer pedir perdão o que eu não me conformo é eles não entender que errei ora errei porque não posso errar todo mundo erra e eu não sou diferente de ninguém queria uma opinião do que acham e o que devo fazer.

    Obrigado

  143. Tenho 43 anos, e a 5 tive cãncer na tireóide, mas antes eu já vivia um inferno no meu casamento,
    mas não sei o que fazer na minha vida, sou muito infeliz, tive uma depressão e me sinto muito só, o que fazer? Hoje vivo com outra pessoa mas continuo me sintindo só. Me ajude.

  144. Olá, procurei um psicólgo, mas pelo convênio faz mais de 1 ano que não consigo vaga.. estou tentando ser forte, mas acho que estou perdida. em setembro/09 eu descobri a traição do meu marido, nos separamos, mudei de casa, mudei meu filho de escola e fui forte.. cheia de dívidas como todo bom brasileiro, financei um apto etc, em março descobri que não gosto mais do meu ex marido, legal… fiquei com outros rapazes, depois disso ele quis voltar, eu do meu coração não quero, não aceitei, embora meu filho o adore e ele poderia me ajudar bastante, não quero mais… ponto. Só que hoje me sinto muito sozinha, não sei o que fazer, por exemplo hoje eu ia inventar algo para fazer com meu filho depois da natação dele, meu chefe ligou fui trabalhar com meu filho, na volta ia fazer algo com ele chegou dormindo.. deve dormir bastante, eu aqui sozinha, na internet , sem ter o que procurar, sem ter ninguém para conversar, tomando cerveja e fumando , o que eu gostaria de parar, mas nao sei o que fazer .. sao 18h ainda , há muita noite pela frente, e eu nao sei o que fazer ………. to muito triste, várias noites, só me resta dormir também, pleno sábado…….. nao tenho ninguém para me chamar de linda, para rir hoje a noite, para conversar ……….. e com meu filho, tadinho, tem horas que eu fico tao cansada, nao quero brincar com ele, tadinho… nao sei o que faço, o que os psicologos aconselham? vou ter que ser minha própria psicologa………..

  145. Olá DRa.

    De uns dias para cá desde que me atacou minha sindrome do intestino irritavél me sinto em depressão, não tenho vontade de trbalhar , tenho dores horrivéis no estomago, ja estou tomando remedio para isso. Fui na minha gastro e ela receitou Amitryl. Estou tomando hj foi o 1 dia que tomei estou me sentidno muito mole, com muito sono. Mas oque mais me preocupa é meu casamento, Meu marido disse que a prioride dele agora é ele ele tem que estar bem para estar bem com as pessoas . Estou com medo do casamento acabar e ele nao me amar mais. Penso nele 24h do dia, o que esta fazendo etc. Quero melhorar quero parar com isso mas não estou conseguindo. Me ajude.

  146. Ufa! ,chegou a minha vez.
    Brinco porque tenho vergonha.
    ACHO QUE AQUI A LUZ
    parece que estava falando de mim.
    Estou dai pra pior nao sei quanto tempo tem este aqui na net. mas ja vi que ja se passou muita gente,
    Desculpa, mas estou em um tunel sem saida penso ate em matar me ja nao durmo a noite NAO saio de casa,e tenho medo de contar pra alguem nem mesmo minha esposa sabe.
    Me perdoe pelo desabafo mas SOCORRO!!!

  147. Bom Galera…aos poucos estou de volta.
    Daniel,
    Sabe que esta indo de forma errada … ou não?
    A luz esta dentro da gente, tirar o medo e encarar o dia a dia também.
    Dizer para alguem que tem um terapeuta, toma um floral não é mais sinônimo de machismo…
    Goste de você!!! Acima de tudo, você é unico e pode ter certeza que necessário aqui na terra, na hora certa…todos saberemos.
    Leia a importancia de um psicologo (a) e se necessário médico.

    Sorte … sei que vai ter…
    KK

  148. Olá, sou Eduardo tenho 22 anos, sou do interior de SP, morei sozinho por 1 ano e atualmente resido com meus pais, a maioria de meus amigos se afastaram uns ja tem namorada outros foram para outras cidades em fim, chega final de semana começa a me dar desespeiro pois sempre quero sair e não tenho companhia e fico me sentindo só, aos sabados e domingos também sofro muito queria arrumar algo para fazer ter amigos para sair bate papo hem fim poderia me dar uma ajuda ou até mesmo algum conselho, obrigado.

  149. Ola, sou Juliana tenho 32 anos. Tenho uma filha de tres anos e resumindo me sinto muito triste, nao tenho vontade de fazer novas amizades, me acho incapaz de voltar a trabalhar e nao consigo tomar uma decisao qualquer….ando tambem muito sem paciencia e vivendo entre altos e baixos sempre, um dia estou bem, outro mal sempre ha mais de 5 anos. Moro fora do Brasil e sempre qndo estou triste penso em voltar, me sinto como estivesse com uma pedra nas minhas costas, a minha vida eh cuidar da minha filha, casa e marido. Medo e inseguranca e sentimento de incompetencia tbm me perseguem, ja fiz terapia mas nao adiantou, depois de um mes me senti igual, nao tomei remedio, apenas florais, poderia me dar um conselho por favor.Obrigada

  150. Bom dia nesses ultimos dias tem sido os piores da manha vida,pequei a mulher que eu mais amei nesse mundo com outra pessoa na cama,perguntei pra ela porque ela fes aquilo?
    ela respondeu que tinha dado vontade!
    E que eu era muito bom pra ela e não merecia isso e que merecia uma mulher melhor.
    Hojé eu não me reconheço mais,nunca pensei em ficar neste estado de tristeza e solidão,não tenho vontade de fazer nada,tem horas que eu volto ao normal ai eu vejo algo que me lenbra ela e volta tudo de novo,nós tivemos um relacinamento lindo eu a amava e ela mi amava eu sentia issonop unico dia que eu estranhei eu pequei ela tendo relação sexual com outro homen,nosso relacionamento durou 6 anos ainda penso onde eu errei com ela o dia do flaga foi dia 05/12/2010.
    Por favor não sei oque fazer pra min voltar ao normal e consequir ter minha vida normal de novo,sempre fui trabalhador nunca deixei faltar nada pra ela financeira e amorosamente ela mesma adimitiu isso pra min.(eu estava com o casamento marcado)

    Sem mais agradeço pela etenção do fundo do meu corção?
    Ricardo nunes

  151. Ha 2 anos atras,quando tive minha filha,tive principio de eclampsia e depressao pos parto,melhorei,e …a pouco tempo,estou tendo pressao alta,palpitacao,inclusive tomando remedios….no momento estou ficando zonza,e exausta….durmo normalmente….seria depressao….como devo sair dela??? Tenho um filho de 14 anos…1 filha de 2 anos,um casamento restituido por Jesus Cristo!!! Aguardo resposta.

  152. minha namorada termino comigo, e eu não to conseguindo esquece ela.
    e isso ta me prejudicando no trabalho, na familia.eu to nervoso, quel quer coisa me deixa mal ou triste
    e eu ja procurei ajuda medica mas eu to preocupado por que não sei mais o que fazer.
    e eu sinto que tudo porque terminamos..e não sei o que fazer

  153. A pouco tempo retornei ao meu trabalho de uma liçença por acidente de trabalho(esse momento todo e até hoje faço terapiapsiquiatra e psicologo) que tive, tive sídrome de bornout. Como sei q depressão, tb não tem cura, as vezes me aparece uns baixo astral. Agora o que está me afetando é na parte familiar, pois sou solteira, tenho uma filha de 3 anos que está na fase de berrar, de não querer tomar banho….e moro com meus pais. Meus pais sempre me desqualificando pela a educação, ou maneira q crio a minha filha. Ultimanente estou até levando surra e etc…..Não sei mais qual é a minha solução, pq eu preciso da minha mãe para me ajudar, pq meu trabalho nao é flexivel para eu levar minha filha no colegio, q vai só a tarde. Estou com mania de perseguição também agora no trabalho, que talvez seja pelos conflitos lá de casa. Penso até em morrer, para eu poder descansar, e por não suportar mais a situação que se encontra. tenho medo que me de alguma crise de ansiedade que ja em outra ocasião de liçença eu tive. Agora estou voltando a um psiquiatra q interrompi em junho do ano passado. e irei um agora q é conveniado aí fica mais fácil pra mim. Espero que ele possa me ajudar.

  154. Olá, não sei o que faço aqui, estou me sentindo sem saída, queria brigar, queria reagir mas fico numa apatia horrível, não sinto prazer, não consigo me motivar nem sentir entusiasmo e sei que preciso disso pra melhorar me sinto um lixo.

  155. boa noite karin,me chamo iaraci e te escrevo pois estou passando por um momento muito dificil,estou com sindrome do panico e entrando em depressao pos parto,nao sei o que fazer estou com medo ate da minha sombra.por favor me ajude .le seus textos e adorei.obrigado um abraço

  156. Eu não sei se estou com depressão, mas nos últimos meses tenho me sentido um trapo.Eu tenho 30 anos, sou casada, tenho 2 filhos de 5 e 9 anos.Em dezembro sai do trabalho já não estava muito bem de saúde, mas depois que sai do trabalho piorei, perdi quase 10 kilos , não sinto vontade de comer , na verdade só como quando estou no meu limite de fraqueza, sinto muita falta de ar o médico diz que não tenho nada, mas eu nunca me senti assim na vida, eu não tenho vontade de me levantar da cama , não tenho vontade de tomar banho ,passo quase um mês trancada sem colocar minha cara de fora , me isolei meio que sem querer da minha família e pra terminar mesmo sendo casada me envolvi com um rapaz 7 anos mais novo do que eu, que me deixou por ser casada e saber que não poderia me separar do meu marido por ele, e isso acabou comigo , eu não me separei pra ficar com ele pelos meus filhos , mas eu acho tão triste ,errado isso eu deixar de ser feliz por causa dos meus filhos e agora eu tó aqui imprestável não tó com quem eu gosto e não sou uma boa mãe, eu quero tanto voltar a ser quem eu era ..uma pessoa feliz de bem com vida, que sempre encarou a vida de frente sem medo, mas eu não tó conseguindo por favor se puder me ajude…

  157. Ola, tenho 37 anos. Tenho um quadro depressivo a anos. Hoje meu grande problema é não me aceitar , não conseguir me amar. Sou solteira e me sinto muito solitaria e acho que o mundo esta contra mim. Agora para piorar estou com mania de perseguição. Não quero isso pra minha vida. Quero ser uma pessoa leve, livre e amavel. Sem esse peso nas costas. Não gosto de mal humor quero ser feliz, mas cada vez me isolo mais e fico sozinha ai a tristeza vem sem tregua. Obrigada.

  158. Oi meu nome é Danilo moro na bahia, tenho depressão pela segunda vez tenho vinte anos, moro com meus avos , minha vo também tem depressão, eu to tomando fluoxetina 40 mg, pela manha, e 1/4 de propanolol a noite, pra pode durmir, mas estou me sentindo muito mal, gostaria, se possivel de receber algumas dicas de como sair dessa e viver de novo, ter minha vida de novo, pois nada parece ter sentido, tudo não tem graça., sempre fui um jovem solitario, sozinho, preciso de ajuda desde ja agradeço. Karen k.

  159. Meu nome é Renata, perdi meu pai tem 5 meses e só agora o desespero tomou conta de mim.Depressão. O que dizer sobre esse assunto? É cinza, sem sabor, sem cor, sem brilho, sem vida… É o que sentimos. Nada faz sentido, nada tem valor, nada é bonito, nada importa. A sensação da morte presente sim é algo muito real, porque a gente se sente , morto-vivo e vivo morto. E tudo que lembra a morte é mais familiar e mais desejado que qualquer outra coisa. Sintomas? Dores terríveis, sensação de fim, uma tristeza inexplicável, apatia total às coisas da vida, não se tem vontade de fazer absolutamente nada. Só de morrer, devagarinho, pedindo que o mundo nos deixe em paz. Um sofrimento sem razão de ser, mas com feridas profundas. De onde vem? Não sei explicar. Não tem explicação. Tudo é tristeza, tudo é um vão, vazio. Um poço sem fundo…” 
    É assij que me sinto e para variar a pessoa com quem eu estava me relacionando quando pecebeu o problema comigo pediu que eu me afastasse dele não quei mais falar comigo nem mesmo queria minha amizade quando ele me falou isso. Terminou de me matar

  160. Bom dia, estou passando por uma fase muito dificil em minha vida, to perdendo a vontade de tudo, não consigo mais render no meu trabalho, não ando com vontade de me arrumar, não tenho anomo para arrumar minhas coisas, minha vida esta toda bagunçada. Todos os dias é uma luta pra eu conseguir levantar para trabalhar. É tão ruim me sentir assim, Isso esta afetando ateh o meu relacionamento, pois estou insegura e qualquer coisa que fuja um pouco do normal ja acho que ele não me ama mais. Pior que não tenho muito pra onde pedir ajuda, pois minha familia só julga, não sabe simplesmente ouvir e te abraçar. Esta tudo tão confuso, tenho medo de pensar no meu futuro, pois não queria que ela mudasse nadinha, mais sei que do jeito que estou agindo isso será inevitável. Preciso de ajuda, voltar a ser quem eu era, voltar a me sentir amada, querida, sentir que faço falta para alguem.

  161. oi
    meu nome é mari tenho 27 anos e to iniciando um relacionamentro aparentimente perfeito,ele é maravilhoso me da de td e faz td o q eu qro…mais eu to angustiada de mais e vivo brigando com ele por besteiras coisas bobas msm e tenho chorado muito ele ate m deu um cachorro p m fazer companhia e eu continuo mal e chorando muito qro sumir e sempre acho q nao sei fazer nada certo e fazer ninguem feliz nao tenho animo p nada,nada msm nao faço mais nada alem de ficar deitada o dia td…se puder m ajuda por favor…tenho muito medo do q eu sinto.

  162. ola
    eu tenho depressão não consigo sair dela eu conheci uma mulher fantastica mas a perdi pois ela e toda estrovertida e eu nao consiguia acompanha-la mesmo querendo eu nao consigui desenvolver assunto uma conversa simplismente eu travo na hora tenho 35 anos nao sei mas o q fazer ja fiz tratamento mas o medico falou que nao tem cura ja ate pensei em me mata pois e esta sensação q estou neste momento e com lagrimas te escrevo queria ser feliz ,viver ser um cara alegre ,engraçado estrovertido esta e minha sentença obrigado por me ouvir

  163. KARIN
    ESTOU NUM MOMENTO MUITO TRISTE,PERDI MEU PAI MEU IRMAO QUE ERA MINHA VIDA.NAO CONSIGO ME RELACIONAR COM MINHA FILHA DE 21 ANOS QUE TEM UMA FILHA DE 5 QUE MORA COMIGO,ACHO QUE ELA FAZ TUDO MUITO ERRADO.NAO PARO DE PENSAR NO MEU IRMAO, NAO CONSIGO ME CONFORMAR JÁ FA 6 ANOS E EU NAO CONSIGO PARAR DE SOFRER E PENSAR NELE.mAGORA MINHA NETA É TUDO E MINHA FILHA “ME TORTURA”LEVANDO ELE PAR LONGE DE MIM PARA ME CASTIGAR,POIS NAO ME DAMOS NADA BEM.TENHO OUTRO FILHO DE 14 QUE ACHO QUE SOFRE E UM MARIDO MALA QUE É ALCOLATRA.BOM E MUITA COIS APARA MIM,SÓ NAO TENHO CORAGEM PARA ME MATAR POR MEU FILHO.

  164. ola karin tenho 24 anos , estou a mais de tres anos com problemas de alteraração do humor antes tinha muita ansiedade e alternava para alegria intensa hj em dia estou sempre triste não consigo enxergar motivos para isso mas acontece sem eu querer, tento me controlar quando começa essa tristeza mas parece que é mais forte e logo acaba com meu dia, ja estou ficando preocupado com isso pois esta cada vez mais dificil parece piorar sera que pode ser transtorno bipolar ? obrigado marcelo

  165. Olá.Meu nome é José,tenho 34 anos e após muito tempo lutando consegui entrar para a universidade.Tenho um emprego razoável que me sustenta,uma esposa bacana,lar e dois carros.Após começar a estudar novamente(parei por 10 anos)me sinto cada vez mais inseguro e insatisfeito.Tenho vontade de chutar tudo,não aguento mais a pressão em que minha vida se tornou.Na empresa existe muita pressão e em casa cobrança por se tratar de estudo privado e caro.Já tentei fazer um pouco de tudo nesta vida mas sempre sem sucesso.Cresci numa família em que somente era bem visto quem era rico e bem sucedido.Esse valor penetrou em minha alma e se enraizou de uma forma que se eu não ficar rico e bem sucedido em alguns anos sou capaz de me matar.O sucesso pessoal se tornou uma compulsão que estou pensando em agir como a máfia italiana,destruindo quem passar pela minha frente ou atravessar meu caminho nem que para isso tenha que tomar uma atitude mais drástica.Me olho no espelho e vejo uma escória e não um ser humano,tenho raiva e vergonha da minha familia.Sou um bom profissional,mas minha vida pessoal está um lixo.Não tenho amigos,não consigo me relacionar de uma forma natural com as pessoas que me cercam.Minha vida se resume a estudo e trabalho.Por sofrer uma frustração muito grande na adolescência não consigo acreditar nas pessoas,sempre acho que elas se aproximam por interesse.Tenho raiva do meu pai por implantar em mim essa palhaçada de que ser feliz é ser rico e por causa disso sofrer tanto.Jamais contei isso a esposa pois ela não é muito compreensiva e certamente iria me criticar ferrenhamente.Tenho vontade de me separar dela,mas penso que existe outra alternativa,pois também sou religioso e tenho medo de sofrer sanção posterior a vida.Já tentei mudar de atitude,tentei ser mais humilde e gentil mas o que aconteceu é que as pessoas a minha volta me desprezavam pela minha docilidade,então me fechei para amizades e acredito que uma pessoa só é sua “amiga” caso consiga algo em troca.Estou num beco sem saída.Me sinto descriminado ande quer que vou.Não tenho mais animo para nada.Aguento em meu trabalho pois preciso do $$ para me manter.Estou a beira de um colapso.Viver para que?Ter filhos para que?
    O tempo está passando e eu estou perdendo a força para viver.Se puder me ajudar agradeço.
    Caso contrário,já me ajudou pois pude me abrir um pouco,aproveitando o anonimato que a internet possibilita.Desde já lhe parabenizo pelo espaço que você nos cede.

  166. Ola Karin..

    Tenho 27 anos, e uns 3 meses em depressão..tive q parar d trabalhar por causa disso…eu trabalhava embarcado..tive uma crise d panico na plataforma..tive q desembarcar com uma semana antes…ja não estava mais comendo..só ficava dentro do camarote chorando…mas essa situação aconteceu eu acho por causa d um diagnostico d doença na coluna antes d embarcar…me deixou muito abalado e um sentimento d culpa muito grande……estou tomando remedios e frequentando uma pisicologa….melhorei muito mas alguns dias tive uma recaida forte….agora estou prestes a faz\er uma viagem muito importante da minha vida e estou nesta situação…uma viagem para Cingapura para pegar uma plataforma…em uma empresa d perfuração q sempre sonhei em entrar…e vai me render uma grana muito boa…devo passar uns 40 dias fora..e ja estou sofrendo….mas sei q é muito importante….não só pra mim mas tbm pra minha filha e minha esposa….depois quando chegar ao brasil minha escala sera 14×14….cada dor q sinto na minha coluna me joga mais pra baixo ainda…to mei q desesperado..preciso trabalhar….estava indo muito bem fazendo fisioterapia e tal…mas tive a ideia d entrar na academia d musculação sem consultar meu fisioterapeuta…comecei sentir dores fortes..dai veio minha recaida..e mais sentimentos d culpas…pra levantar da cama é um sacrificio..minha cabeça só me culpando..só pensamentos negativos q nao vou conseguir…resumindo..to mal…

  167. Olá amiga Karin,Bom eu demorei para descobrir que estava[estou]com depressão,pois estou desmotivada,trabalho porque preciso,meus filhos precisam de mim,mas a minha vontade é de morrer,descansar,descansar,sinto-me cansada o tempo todo,faz 2 anos que me separei e na época achei que era a coisa certa a fazer,e ainda acho,mas o meu consciente não admite essa separação,descobri que amo o meu ex-marido e ele já esta vivendo com outra mulher e eu não consigo acreditar,como pode me tratou tão mal,e agora é feliz com outra eu e nossos filhos nos ferrando,tanto emocionalmente como financeiramente,já andei de igreja em igreja e não consigo pensar em outra coisa,eu quero melhorar,quero dar a volta por cima ,na verdade eu quero ser feliz,quero me curar dessa doença,que isso é doença,pois perdi minha auto estima,meu amor próprio,só consigo melhorar um pouco,indo a igreja e acreditando que Deus com o seu infinito amor está comigo,e olha por mim,a vida está bem dificil,mas espero logo poder dar a volta por cima e rir de tudo isso,[eu não trabalhava antes,faz 2 anos que voltei a trabalhar,não tenho profissão,além de ser dona de casa,voltei a estudar,estou terminando o ensino médio,tenho 3 filhos um já de um primeiro casamento,que durou 2 anos e meio,e 2 desse casamento,que duro 15 anos de muitos palavrões,ofensas ,no final eu também o tratava muito mal,já não era só maltratada,também maltratava,estava muito difícil,e não já não suportava mais,tanto que pedi a separação,impus a separação,espero recuperar a esperança de ser feliz de uma vez,pois até agora só dor,,obrigada por sua atenção,por poder desabafar,e poder contar para alguém…obrigada.Elisabete…

  168. Tenho 25 anos e depressão desde os 17, diagnosticada por uma psicóloga. Somente aos 23 procurei ajuda médica. O tratamento, que durou cerca de 10 meses, à base de cloridrato de sertralina e muita conversa fora interrompido, por minha decisão.

    Não conseguia ver resultados explicítos. Sei que o tratamento é longo. Mas as consultas e os remédios são caros demais. Acabei de me formar, sou bacharel em Direito, mesmo não tendo vocação jurídica. Ainda sem perspectiva de emprego, quero reduzir gastos.

    Sinto-me perdida. Sou graduada em algo que não me agrada. Nunca pretendi seguir carreira juríidica. Todavia, na minha família, ainda impera o absolutismo patriarcal: O marido manda, a esposa, submissa, obedece. Se na época do vestibular eu tivesse mais autonomia, talvez, hoje, seria mais feliz. Meu pai mal conversou comigo. A minha carreira profissional foi decidida por ele, consentida por minha mãe.

    Agora tenho o Exame da Ordem e Concursos Públicos pela frente.

    O problema são as sequelas da depressão: desde a última crise, em 2009, tenho dificuldades em ler e reter informações. Como ler livros de 300, 400 páginas, se meu cerébro não ajuda?

    Fico tão desesperada – choro muito. Às vezes alivia, noutras, piora minha taquicardia. Há noites em que acordo com dores no peito, parece que meu coração “dobra de tamaho”, dificultando a respiração.

    Passar em concurso nunca foi fácil. Mas sou estudiosa, sempre fui boa aluna. Mas minha falta de memória e dificuldade de me concentrar estão me prejudicando demais nos estudos.

    Será que devo voltar à terapia ? Pelo menos para tentar aliviar essa tensão ?

    Eu não tenho amigos (é sério) e minha convivência com meus pais é conflitante. Para eles, ter depressão é sinônimo de fraqueza. Eles não a encaram como uma doença.

    Creio que minha depressão esteja relacionada a alguma outra doença mental, talvez, fobia social. É só uma hipótese – leiga -, pois, a Internet não substitui o diagnóstico médico.

  169. Olá, querida! Que bom que ainda existem pessoas como vc que usam a tecnologia para ajudar algumas pessoas. Tenho 27 anos, sou casada, tenho um filho com 5 e sou educadora do ensino fundamental.Nunca pensei que fosse chegar ao um grau desse, mas como é difícil para mim dizer: estou com depressão! Sempre tive chiliques infantis pois sou vítima de pais temporões e de uma educação permissiva, Porém sempre lutei para conseguir crescer e mudar meu gênio difícil. Mas recentemente fui indicada pela minha psicóloga a procurar outro profissional que pudesse me medica, e sinceramente detestei.Pois não acreditava que meu caso chegasse a tanto. Estou tomando a medicação a quase um mês, o problema é porque piorei há três dias atrás por falta do remédio, não tive tempo e no fundo não quis tomar. Agora estou de férias…Volto daqui a 27 dias. A crise deu no último de aula, quando fiquei de férias, talvez por ausência da medicação e também porque não me alimentei bem, neste dia. Para resumir: de lá cá não tenho mais vontade de fazer não de dormir. Gostaria de ter forças, mas não consigo, Estou evitando até sair de casa. Até atividades que eram de minha rotina não quero mais fazer e só quero dormir. O que será que aconteceu?
    Será que a medicação está em fazendo mal. E o pior que não posso procurar o profissional que em atendeu, pois ele só tem espaço na agenda para o final de ou inicio de agosto. Se puder me dar alguma palavra de conforto, ou orientação como devo agir me ajude, por favor. Ah! estou tomando a medicação agora certinha e meus familiares estão me apoiando, não quero dar trabalho a eles e nem que e eles se preocupem comigo. o que faço?

  170. Olá Karin,sou Jéssica tenho 18 anos,tenho um namorado ele tem 21,ele tem depressão e TOC,faz tratamento com a doutora,toma remédio para dormir e controlar a ansiedade,so que com o passar do tempo,ele ta se revoltando ta dizendo que os remédios não servem mas,parou de passar com a doutora ele disse a ela que esse esse estado que ele ta é o normal dele,ele tem angustia,tem medo,não sabe mas o que faz para ajudar ele,eu dou força e tudo mas as vezes não funcionam.ele diz que ta caindo na real que tudo que ele faz é fingimento que ele ta vivendo num mar de fingimento para não magoar ninguém…Por favor me ajuda não sei o que eu faço para ajudar…vc pode me ajudar

  171. ola boa noite eu deria q estou bem deprimido como toda açao tem uma reaçao contrario ou igual aprende uma coisa se vc esta mau procure fazer e que te faz feliz analisa seu problema pensa nas alternativas viaveis a sim uma maneira de sair da depre fassa coisas q te dechem feliz como ouvir uma musica boa ou sair pra conheçer pessoas novas e talves divertida e se eu pudesse da um conselho q me ajudou a sair dessa depre e leia o livro O PODER DO SUBCONCIENTE e lembreçe a fe move montanhas e le naum em questao religiosa estou falando e sim q se vc acredita em uma coisa boa ou ruim ela se materaliza isso e ciencia ou melhor dizendo fisica quantica(fisica do pensamento) e se vcs acham que tao na pior pensem nas pessoas q perderam um braço ou uma perna ou entao q sao para plegicas vc pode sim mudar seu estado basta querer

  172. Olá…. fui diagnostica há muitos anos com depressão e já tivevárias crises…. mas sempre tento continuar vivendo…. estou com outra crise agora…. mas não quero tomar remedios…. estou fazendo tratamento com homeopatia e acupuntura e terapia neurolinguistica…. faz pouco tempo… e ainda não tenho resultados… VOCE ACREDITA QUE SE PODE SAIR DA DEPRESSÃO SEM MEDICMAENTOS?

    • Sair da depressão claro que dá para sair, mas tudo depende do que está disparando ela, os pensamentos, se é física, cabe sim um bom terapeuta e medicações são necessárias por um tempo as vezes, mas o que vai no foco para que isso acabe é a terapia.
      Sorte!
      KK

  173. Olá viajando pela interne sem ter o que fazer, vim parar nesse site que felizmente tem um anjo para me orientar, venho sentindo muita falta de ar, tento respirar e a respiraçãonão completa, essa falata de ar está relacionada aos pensamentos que tenho, penso muito que vou morrer isso me deixa aflito daí a falta de ar começa, para sempre nos hospitáis e os médicos dizem não ter nada, me encaminharam para psiquiatra, ela me passou Citalopram e Rivotril de 0,5mg e disse que o cid é f40, sinto que cada dia isso continua, quero saber se posso ser uma pessoa normal daqui pra frente, me ajude por favor me ajude,não quero mais ter esses pensamentos que faço pra eles sumirem da minha cabeça???? Me ajuda POR FAVOR. Grato.

    • Urgente um bom terapeuta te ajudará, pode estar com pânico ou outra coisa que ainda não me está clara, cuide de você, foque-se na sua vida e pense sempre em coisas boas, no que quer nunca no que não quer.
      Aconselho terapias alternativas também.
      Sorte!
      KK

  174. Bom dia Dra. Karin,
    Minha namorada as vezes fica muito desanimada, estressada, e ultimamente esta com um semblante muito triste.
    Sempre que ela fica nestes momentos de desanimo mais profundo, toco no assunto sobre o que está acontecendo, a provoco para ela desabafar, e sempre ela termina chorando e falando sobre a casa de sua família que queimou há 2 anos.
    Gostaria que me ajudasse, onde posso procurar ajuda? Psicólogos? Médicos? Terapeutas?

    Desde já lhe agradeço
    Thiago Matujacki Koscrevic

    • O mais indicado é a terapia sim com um psicólogo (a) que ela se identifique, e um médico sim se a depressão estiver severa (para ele medicar até ela sair dessa fase), desejo melhoras rápidas.
      Sorte!
      KK

  175. Olá.Karin agradecia que me desses conselhos para ajudar o meu pai que está em inicios de depressão. Ele tem um cancro no figado, descobriu isso ha 1 mês mais ou menos e de certeza que está asssim por causa da doença. O meu pai não é uma pessoa optimista e a depressão vai pô-lo pior. Ele tem tantas visitas no hospital mas mesmo assim está a entrar em depressão.
    Como o posso ajudar a sentir-se mais animado?
    Ajuda-me, por favor.

    • Ele tem que fazer coisas que gosta, assistir programas de TV bons, tudo que trás alegria a ele deve ser feito. Terapia sim, urgente e necessária, e se caso a depressão estiver demais um médico dará um remédio correto para ajudar a passar por essa fase (junto com a terapia, ok?).
      Sorte!
      KK

  176. Boa noite!
    bem nem sei por onde começar pra resumir “perdi a vontade de viver” tive varios problemas na infancia, e foram se acumulando.. me sentia muito só então busquei segurança entre um relacionamento que por dois anos foi a minha vida mais agora do nada ele mudou comigo,creio que nao gosta mais de mim! so que nao tenho força pra continuar sozinha! realmente preciso de ajuda mais nao consigo sair de casa! durmi virou um passa-tempo mais quando acordo a dor vem pior do que antes e se nao me basta-se a depressão desenvolvi uma gastrite nervosa! não to aguento a dor que me acompanha! me ajude!

    • Acho que não aprendeu que antes de gostar de alguém, tem que gostar de você.
      O que vai ter ajudar agora é terapia e medicações para sair desse estado.
      A felicidade e segurança está dentro de você, quando depositamos isso em outra pessoa, quando ela se vai é como se caisse nossas muletas e fossemos ao chão.
      Levante-se e vá atrás de sua melhora.
      KK

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s